Busca

Tag: UFC Rio


09:04 · 24.01.2015 / atualizado às 09:04 · 24.01.2015 por
O duelo entre Assunção e Faber pode definir o próximo desafiante ao cinturão dos pesos galos (Foto: Divulgação)
O duelo entre Assunção e Faber pode definir o próximo desafiante ao cinturão dos pesos galos (Foto: Divulgação)

Depois do sucesso do UFC 179, o Ultimate volta ao ginásio do Maracanãzinho, no próximo dia 21 de março, para a sua 2ª edição no Brasil em 2015. Com 7 lutas já confirmadas, o 6º evento do UFC no Rio de Janeiro vai trazer o embate entre Rafael Assunção e Urijah Faber na luta principal. No co-evento da noite, o brasileiro Demian Maia enfrenta o americano Ryan LaFlare.

O duelo entre Assunção e Faber pode definir o próximo desafiante ao cinturão dos pesos galos. Invicto há 7 lutas, Raphael Assunção (23-4) derrotou Bryan Caraway por decisão unânime em seu último combate. Em outubro de 2013, o pernambucano venceu TJ Dillashaw, atual campeão da categoria, e o combate foi premiado como o melhor da noite, mostrando que o 4º do ranking da divisão tem grandes chances de trazer o título de volta ao Brasil.

Já o “The California Kid” (32-7) vem de duas vitórias, sobre Francisco Rivera e Alex Caceres, e é o 3º do ranking. Veterano do esporte, o americano também trilha o seu caminho para a disputa de cinturão, o que promete uma luta eletrizante.

Os fãs cariocas que forem ao Maracanãzinho no dia 21 de março também vão poder acompanhar a esperada volta do brasileiro Demian Maia (19-6). Longe do octógono desde maio do ano passado, quando venceu Alexander Yakovlev, o brasileiro foi diagnosticado com uma osteomelite no ombro direito em agosto, o que o levou a duas internações. Agora 100% recuperado, Demian, 8º entre os meio médios, enfrenta o invicto Ryan LaFlare.

Outras lutas

O carioca está invicto na organização, com 9 vitórias (Foto: Divulgação)
O carioca está invicto na organização, com 9 vitórias (Foto: Divulgação)

O natural de Niterói Gilbert Durinho (9-0) é mais um atleta a marcar presença no evento do Rio de Janeiro. O peso leve enfrenta o americano Josh Thomson (20-7), em uma luta que pode render ao brasileiro uma entrada no ranking da categoria.

Thomson, 7º na divisão, vem de duas derrotas controversas por decisão dividida para Bobby Green e Ben Henderson, enquanto Durinho venceu Christos Giagos na última passagem do UFC pelo Rio, no 179, em outubro de 2014.

Em um duelo que já pode ser considerado candidata à luta da noite, o capixaba Erick Silva (17-5) encara americano Ben `Killa B` Saunders (18-6) pelos meio médios. Os dois lutadores vêm de resultados positivos na organização: Erick venceu Mike Rhodes por finalização em Barueri, em dezembro, e Saunders derrotou Joe Riggs por nocaute técnico.

O campeão da segunda temporada do The Ultimate Fighter Brasil Leo Santos também marca presença no Maracanãzinho. O brasileiro, que vem de vitória sobre Efrain Escudero, em Brasília, enfrenta o americano Matt Wiman. Completando as lutas confirmadas no card até o momento, o capixaba Leonardo Mafra `Macarrão`(11-2) desce de categoria e enfrenta Cain Carrizosa (6-1) pelos leves; e Leandro Buscapé (17-2) encara Drew Dober (15-6) também pela divisão até 70kg.

11:51 · 27.10.2014 / atualizado às 11:51 · 27.10.2014 por
aldo rosto machucado
Aldo aparece com rosto bastante machucado (foto: reprodução facebook)

O treinador de muay thai de José Aldo Jr., Pedro Rizzo, publicou nas redes sociais uma foto do lutador com o rosto bastante machucado após o combate de domingo (26), no Rio de Janeiro, em que o brasileiro venceu o americano Chad Mendes e defendeu pela sétima vez seu título na categoria pena do UFC.

Na imagem, Aldo aparece com o olho esquerdo bastante inchado. Ele havia usado óculos escuro na entrevista para o canal SportTV. “Nunca me machuquei tanto, estranhei ao me ver no espelho. Mas estou feliz de fazer esta sétima defesa. Se for para vencer, não importa ficar assim toda vez”, disse Aldo. O brasileiro venceu Mendes por pontos, em decisão unânime (triplo 49 a 46). Para os juízes, Mendes foi melhor apenas no quarto round.

É a segunda vez que Aldo enfrenta (e ganha) Mendes, mas o americano foi muito mais ativo e perigoso do que no primeiro confronto, em 2012, quando perdeu por nocaute. Aliás, as únicas duas derrotas da carreira de Mendes foram essas para José Aldo. Com a vitória, Aldo é o único brasileiro que ainda mantém o título no UFC. Agora, ele soma 17 vitórias consecutivas.

08:17 · 26.10.2014 / atualizado às 09:30 · 26.10.2014 por
Esta foi a 7ª defesa bem sucedida de José Aldo (Foto: Reprodução UFC)
Esta foi a 7ª defesa bem sucedida de José Aldo (Foto: Reprodução UFC)

José Aldo enfrentou um de seus mais difíceis adversários, mas suportou a pressão e manteve o cinturão dos pesos-penas no Brasil. Com o Maracanãzinho lotado de torcedores, o lutador impôs seu ritmo e derrotou o americano Chad Mendes, por decisão unânime dos jurados (triplo 49-46), no UFC Rio.

Foi a 7ª defesa de cinturão de Aldo, que agora possui 17 vitórias consecutivas. Já o Chad Mendes, perdeu pela 2ª vez em sua carreira, ambas para o brasileiro.

Os lutadores já haviam trocado farpas antes da luta, o que acirrou ainda mais o combate. O americano chegou a afirmar que Aldo era seu inimigo e que iria acabar com o reinado no Brasil. Após a vitória, o brasileiro preferiu pregar o respeito contra seu adversário.

“Acho que eu mereci vencer. Ele me acertou, mas eu o acertei mais. Acho que foi uma grande luta. Chad Mendes merece meu respeito. Eu o respeito, sua família e sua equipe. A rivalidade fica na hora da luta, lá fora voltamos a ser amigos” Aldo, após o combate.

No co-evento da noite, o mineiro Glover Texeira enfrentou Phil Davis, na divisão dos meio-pesados. Após um combate empolgante nos três rounds, a decisão foi para os juízes, decidiram de forma unânime (tripo 20-27) a favor do americano.

Esta foi a 5ª vitória de Davis contra atletas brasileiros, sendo a 3ª no Brasil. Já Glover, conheceu sua 2ª derrota seguida no UFC.

Carlos Diego x Beneil Dariush

Os pesos-leve Carlos Diego Ferreira e Beneil Dariush abriram o card principal da noite. Mostrando muita força e condicionamento, o iraniano dominou os três rounds contra o brasileiro e venceu o duelo por decisão unânime (triplo 30-27). Carlos amargou sua primeira derrota na carreira após 12 combates, enquanto Dariush conseguiu seu nono triunfo em 10 lutas.

Vitória comemorada por Anderson Silva

Fábio Maldonado entrou no octógono para apagar a má impressão deixada contra Stipe Miocic: e conseguiu. Bem ao seu estilo, o Caipira de Aço conquistou uma belíssima vitória de virada sobre o holandês Hans Stringer aos 4 minutos e 6 segundos do segundo round por nocaute técnico.

Na comemoração, Anderson Silva sobe até a grade do octógono para cumprimentar o amigo. Foi a quarta vitória seguida de Maldonado entre os meio-pesados, já que sua derrota para Stipe Miocic foi na categoria de cima. Stringer conheceu sua primeira derrota no Ultimate. Anteriormente, o holandês havia derrotado Francimar Bodão por decisão dividida.

CONFIRA TODOS OS RESULTADOS DO UFC RIO 5:

CARD PRINCIPAL
José Aldo venceu Chad Mendes por decisão unânime (triplo 49-46)
Phil Davis venceu Glover Teixeira por decisão unânime (triplo 30-27)
Fábio Maldonado venceu Hans Stringer por nocaute técnico aos 4m06s do R2
Darren Elkins venceu Lucas Mineiro por decisão dividida (30-27, 27-30 e 30-27)
Beneil Dariush venceu Diego Ferreira por decisão unânime (triplo 30-27)

CARD PRELIMINAR
Neil Magny venceu William Patolino por nocaute técnico aos 2m40s do R3
Yan Cabral venceu Naoyuki Kotani por finalização aos 3m06s do R2
Wilson Reis venceu Scott Jorgensen por finalização aos 3m28s do R1
Andre Fili venceu Felipe Sertanejo por decisão unânime (triplo 29-28)
Gilbert Durinho venceu Christos Giagos por finalização aos 4m57s do R1
Tony Martin venceu Fabrício Morango por finalização aos 4m15s do R1

*Com informações oficiais do UFC

07:56 · 30.09.2014 / atualizado às 08:05 · 30.09.2014 por
O carioca de 29 anos vai enfrentar o iraniano Beneil Dariush (Foto: Reprodução Facebook UFC)
O carioca de 29 anos vai enfrentar o iraniano Beneil Dariush (Foto: Reprodução Facebook UFC)

O brasileiro Alan Nuguette sofreu uma lesão na mandíbula durante os treinos e está fora do UFC 179, que será realizado no dia 25 de outubro no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Para seu lugar, o Ultimate anunciou o também brasileiro Carlos Diego Ferreira.

O carioca de 29 anos vai enfrentar o iraniano Beneil Dariush, pelos pesos-leves, na primeira luta do card principal do evento. Diego Ferreira tem onze vitórias em seu cartel, sendo a última delas no UFC 177, em Sacramento.

O UFC 179 trás na luta principal a revanche entre o campeão peso-pena José Aldo e desafiante Chad Mendes. No primeiro combate entre os lutadores, o brasileiro nocauteou o americano ainda no primeiro round do UFC 142, em janeiro de 2012, no Rio de Janeiro.

Além de Aldo e Diego Ferreira, outros 9 brasileiros devem lutar no UFC 179. Destaque para peso pesado Glover Teixeira, que enfrenta Phil Davis, no co-evento da noite.

Confira o card completo do evento:

Card Principal

Peso pena: José Aldo vs Chad Mendes
Peso meio-pesado: Glover Teixeira vs Phil Davis
Peso meio-pesado: Fábio Maldonado vs Hans Stringer
Peso pena: Lucas Mineiro vs Darren Elkins
Peso leve: Carlos Diego Ferreira vs Beneil Dariush

Card Preliminar

Peso meio-médio: William Patolino vs Neil Magny
Peso meio-médio: Yan Cabral vs Naoyuki Kotani
Peso mosca: Wilson Reis vs Scott Jorgensen
Peso pena: Felipe Sertanejo vs Andre Fili
Peso leve: Gilbert Durinho vs Christos Giagos
Peso leve: Fabrício Morango vs Tony Martin

 

 

23:22 · 28.07.2014 / atualizado às 23:33 · 28.07.2014 por
Essa será a 9ª vez cinturão que José Aldo entrará no octógono para defender o cinturão dos penas (Foto: Reprodução Facebook)
Essa será a 9ª vez cinturão que José Aldo entrará no octógono para defender o cinturão dos penas (Foto: Reprodução Facebook)

O UFC 179 , que traz a tão esperada revanche entre José Aldo e Chad Mendes, teve seu local definido nesta segunda-feira (28). O embate entre os lutadores, valendo o cinturão dos pesos penas, será realizado no Rio de Janeiro, no dia 25 de outubro. Apesar do anuncio, a organização ainda não divulgou qual será o ginásio, apesar de tudo indicar para o Maracanãnzinho.

A primeira luta entre o brasileiro e o americano também foi realizada no Rio de Janeiro, na Arena da Barra, em janeiro de 2012. No duelo, José Aldo nocauteou Chad Mendes com uma joelhada, ainda no primeiro round.

A revanche entre Aldo e Mendes estava marcada anteriormente para o evento principal do UFC 176, que aconteceria no próximo sábado (2), em Los Angeles. No entanto, o manauara se lesionou durante os treinamentos e sua presença no evento acabou sendo cancelado.

Se tudo se confirmar, essa será a 9ª vez que José Aldo entrará no octógono para defender o cinturão dos penas. Ele se tornou campeão dos pesos penas em 2009 e atualmente é o único brasileiro detentor de um cinturão do UFC.

17:38 · 26.07.2013 / atualizado às 17:44 · 26.07.2013 por
Casa será palco dos treinos abertos do UFC Rio |Foto: Divulgação

Os treinos abertos do UFC no Brasil voltarão a ser… abertos! Após a atividade ser feita exclusivamente para a imprensa em Jaraguá do Sul e Fortaleza, o Ultimate resolveu voltar a fazer as apresentações abertas ao público e em grande estilo. Os treinos no UFC Rio 4 serão na tradicional casa de shows da Lapa, o Circo Voador. E vai além disso. Enquanto os lutadores mostram suas habilidades, uma banda tocará ao vivo no local.

A banda escolhida foi a Tihuana conhecida pelo hit “Tropa de Elite”. Já os lutadores que se apresentarão serão José Aldo, Zumbi Coreano, Lyoto Machida, Phil Davis, Cezar Mutante, Thiago “Marreta”, John Lineker e, é claro, o cearense José Maria “Sem Chance”.

Os treinos serão abertos ao público e os ingressos serão distribuídos gratuitamente por parceiros de mídia e canais oficiais do UFC. Os primeiros 600 fãs que chegarem ao Circo Voador com 1kg de alimento não-perecível também poderão entrar.

18:11 · 14.06.2013 / atualizado às 18:20 · 14.06.2013 por

Após todas as promoções para o UFC Rio 4, uma mudança drástica vai alterar os pôsteres do evento. O desafiante do brasileiro José Aldo, Anthony Pettis, se lesionou no joelho e está fora do evento de agosto. Para seu lugar, Chan Sung Jung, o Zumbi Coreano, foi escalado.

O anúncio foi feito pelo presidente do UFC Dana White, através do Twitter. “Pettis machucou seu joelho. Zumbi Coreano agora enfrenta Jose Aldo pelo título no evento de agosto, no Rio de Janeiro, Brasil”, disse.

No ano passado, José Aldo era especulado para enfrentar o Coreano. Na época, o campeão peso pena esteve em Fortaleza para promover o evento BKF 1. Na oportunidade, ao ser perguntado sobre um possível confronto, Aldo respondeu: “Eu sou caçador de zumbi. Vou arrancar a cabeça dele”, disse, levantando o público do Paulo Sarasate.

07:25 · 13.06.2013 / atualizado às 10:11 · 13.06.2013 por
Poster do UFC 163 (Reprodução)
Poster do UFC 163 (Reprodução)

Para quem achou caro o valor das entradas para ver o UFC Fortaleza, no Ginásio Paulo Sarasate, vai se assustar ainda mais com o preço que está sendo cobrado para ver de perto o próximo evento no Rio, em agosto. O ingresso do UFC 163 Aldo vs Pettis pode chegar até a R$ 1,6 mil. Preço R$ 400 ou 33% mais salgado do que similar cobrado na Capital cearense.

A diferença de valor não diz respeito apenas às poltronas mais nobres do HSBC Arena. Na comparação de entradas mais acessíveis, o UFC Rio também ultrapassa o patamar cobrado em Fortaleza. O ingresso mais barato está custando R$ 290, 16% mais caro do que os R$ 250 comercializados na Capital cearense. São R$ 40 de diferença.

Os ingressos foram postos à venda a partir da última quarta-feira no site www.ticketsforfun.com.br e o card traz outros grandes nomes brasileiros no MMA.

04:37 · 19.05.2013 / atualizado às 04:37 · 19.05.2013 por
HSBC Arena no UFC 134

Na coletiva pós-evento do UFC Jaraguá do Sul, o diretor desenvolvimento internacional do Ultimate, Marshall Zelaznik, confirmou o quarto evento no Rio de Janeiro da franquia. O show acontecerá no dia 3 de agosto, com José Aldo defendendo o cinturão contra Anthony Pettis.

Será a segunda vez que José Aldo luta pelo UFC no Rio de Janeiro. Em janeiro de 2012, o campeão dos penas enfrentou Chad Mendes e nocauteou no primeiro round.

Outra luta confirmada para o evento, que deve acontecer no HSBC Arena, é Demian Maia contra Josh Koscheck. O paulista Demian Maia está em ascensão na categoria dos meio-médios. Uma vitória sobre Koscheck colocaria Maia em uma ótima posição para conseguir uma chance pelo cinturão.

12:44 · 11.10.2012 / atualizado às 12:51 · 11.10.2012 por

A partir de hoje, o editor do Blog Vai Encarar , Ilo Santiago,  enviará reportagens sobre os bastidores do principal evento de MMA do mundo, buscando sempre trazer uma visão diferenciada e focada nos atletas locais Rony Jason, Renée Forte e Diego Brandão (nascido em Fortaleza, mas radicado em Manaus).

 “Essa viagem surgiu com um projeto feito pelo Blog Vai Encarar, em parceria com o Caderno Jogada, para trazer uma visão mais próxima do UFC Rio III”, comenta Ilo.

“O Diário do Nordeste abraçou essa ideia e garantiu tanto para o Jogada, como para o Vai Encarar, uma cobertura completa do maior evento de MMA do mundo”, exalta.

Análise

Para entrar no clima, a reportagem ouviu Carlão Barreto, ex-lutador de MMA e hoje comentarista do canal Combate, sobre as chances dos dois cearenses vindos do TUF Brasil no evento de sábado. Na ocasião, Renée Forte enfrentará o colega de reality show Serginho Morais. Já Jason terá pela frente o americano Sam Sicilia.

“Os dois têm lutadores muito duros pela frente, precisarão de uma boa estratégia em seus combates. Acho que o Jason tem um equilíbrio maior, enquanto o Renée é o azarão, pois o Serginho hoje é um lutador mais completo”, explica Carlão.

No entanto, Barreto faz uma ressalva. “Sabemos que no MMA tudo pode acontecer, então os fãs cearenses têm de torcer por seus atletas e mandar boas energias para seus campeões”, conclui o comentarista.

Sobre o potencial dos cearenses no UFC, em relação a continuidade da suas carreiras, Carlão explica que é difícil fazer prognósticos, pois vários fatores influenciam na carreira de um atleta. “Muitas vezes um lutador muito talentoso não tem muito sucesso em sua carreira e outro sem tanto talento é mais determinado e atinge o sucesso”.

O ex-atleta aposta que Rony Jason, atual campeão do TUF Brasil, pode fazer um boa história na franquia. “Acho que pelo mostrado até hoje e pelo que as pessoas falam, o Jason me parece mais próximo desse sonho”.