Diário Vale do Jaguaribe

Categoria: Agricultura


13:59 · 03.10.2014 / atualizado às 13:59 · 03.10.2014 por
Dezenas de estudantes ouviram sobre recursos hídricos e alternativas de convivência com o semiárido. Foto: Ellen Freitas

Estudantes do ensino médio da rede pública de Jaguaribara foram os primeiros a participar do Seminário de Convivência com o Semiárido, promovido pela Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, do município. O intuito do projeto, que deverá se estender as comunidades rurais, é levar ao conhecimento da comunidade alternativas para o enfrentamento dos impactos ocasionados pela seca.

De acordo com o titular da secretaria, Roberto Colares, esse primeiro momento do projeto, o de levar as informações para a sociedade, é importante para o sucesso do processo, que ao final objetiva implementar algumas alternativas voltadas a agricultura e piscicultura na zona rural. “São todos alunos do terceiro ano do ensino médio e muitos são de famílias que vivem da agricultura e a piscicultura. Esse seminário tem o intuito de informa-los tantos dos impactos que a seca tem causado no município, como apresentarmos alternativas. Queremos motiva-los a participar desse processo”, afirmou.

Os temas abordados no Seminário foram a oferta e distribuição de água bruta, que teve como palestrante Leandro Nogueira da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), para Colares o tema foi relevante pelo fato de Jaguaribara abrigar o maior açude de múltiplos usos do Nordeste, o Castanhão, sendo que o mesmo hoje garante o aporte hídrico para abastecer a capital cearense e manter a produção agrícola em alguns perímetros; outro tema abordado foi sobre tratamento e abastecimento de água, que teve como palestrante Celiano Rocha, da Cagece, além de temas ligados a agricultura e piscicultura.

09:43 · 18.07.2014 / atualizado às 09:43 · 18.07.2014 por

download

O Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário, entrega nesta sexta-feira (18), no município de Pereiro, o sistema de abastecimento d’água da comunidade Sítio Alegrão, por meio do Projeto São José III. O evento terá a presença do Secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins.

 O sistema beneficiará 25 famílias da Associação Comunitária dos Moradores do Alegrão e João Ribeiro, com custo de R$ 113 mil. As obras são de responsabilidade da construtora Beija Flor.

 As obras fazem parte do Programa Água para Todos, parceria entre o Estado e Ministério da Integração Nacional, que prevê o investimento de R$ 200 milhões, em 1350 sistemas de abastecimento d’água, e na implantação de mais de 20 mil cisternas de polietileno.

09:29 · 17.07.2014 / atualizado às 09:29 · 17.07.2014 por
O grupo esta acampado no local desde o dia 05 de maio. (Foto: Divulgação)
O grupo esta acampado no perímetro desde o dia 05 de maio. (Foto: Divulgação)

As negociações sobre a posse de uma área de 4 mil hectares do Perímetro Irrigado Jaguaribe-Apodí, no Vale do Jaguaribe, ocupada por mais de 800 famílias de agricultores sem terra, tiveram continuidade na tarde da última terça feira (15).

O DNOCS recebeu representantes do MST e ouviu propostas e pedidos para que o problema na região seja solucionado e as 1.080 famílias acampadas no local sejam assentadas. O Ministério da Integração também participou do encontro.

Durante mais de duas horas de conversas, os principais pontos abordados foram a elaboração de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). O encontro também serviu para definir as ações que devem ser tomadas para que o novo Termo seja elaborado.

Um Grupo de Trabalho (GT) Multi-participativo precisa ser formado para ratificar critérios de acesso, modelos de Gestão e cronograma de Implantação. O GT será composto por integrantes do Dnocs, do ministério e de representantes dos movimentos sociais envolvidos no processo de assentamento.

O Termo Aditivo, que será elaborado em 40 dias a partir da formação do GT, também definirá a distribuição dos 1.700 hectares destinados aos assentamentos, mas que deverão respeitar a reserva legal estipulada por Lei. Desta área, 700 hectares já estão na posse do Dnocs.

Fonte:
Departamento Nacional de Obras Contra as Secas 

10:29 · 14.05.2014 / atualizado às 10:33 · 14.05.2014 por
Atualmente cerca de 1000 pessoas estão na área, que foi ocupada desde o dia 5 deste mês. (Foto: Ellen Freitas)
Atualmente cerca de 1000 pessoas estão na área, que foi ocupada desde o dia 5 deste mês. (Foto: Ellen Freitas)

As negociações entre os acampados na segunda etapa do perímetro irrigado Jaguaribe/Apodi e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), seguirá para Brasília, onde representantes das comunidades, que tem o apoio do Movimento dos Sem Terra (MST), negociarão diretamente com o Ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, no próximo dia 23 de maio.

Os agricultores reivindicam 4 mil hectares da área irrigada para as mais de 10 comunidades da Chapada do Apodi, que sofrem com a seca que chega ao seu terceiro ano seguido. Segundo informações obtidas com a Cáritas Diocesana de Limoeiro do Norte, essa articulação se fortaleceu diante da notícia de que ainda este ano, será lançado edital para a concorrência das áreas da segunda etapa do perímetro irrigado e a luta vem com o intuito de assegurar terra e água para as famílias campesinas da região.

Atualmente mais de mil pessoas da Chapada do Apodi ocupam uma área ao lado do canal, sendo cerca de 600 famílias cadastradas por integrantes do movimento. A ocupação começou com cerca de 300 famílias, desde o último dia 5 de maio, quando ocuparam a área e barraram a água que seguia para uma área de 350 hectares, onde se instalou uma multinacional de fruticultura irrigada. Após três dias tentativas de diálogo com a diretoria geral do DNOCS e uma liminar de reintegração de posse, as negociações avançaram e resultou nesta reunião em Brasília e a suspensão da liminar. A água para a empresa foi liberada na última sexta-feira (9).

08:09 · 09.05.2014 / atualizado às 08:17 · 09.05.2014 por
Agricultores da Chapada do Apodi e integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), ocupam a área desde segunda-feira (5). (Foto: Rafael Crisóstomo)
Agricultores da Chapada do Apodi e integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), ocupam a área desde segunda-feira (5). (Foto: Rafael Crisóstomo)

Limoeiro do Norte. Após a tensão nas primeiras horas da manhã de ontem (8), na expectativa de que a polícia militar cumprisse a liminar de reintegração de posse emitido pela justiça, determinando a saída imediata dos manifestantes acampados na segunda etapa do perímetro irrigado Jaguaribe Apodi, a ação foi suspensa até a próxima segunda-feira após negociações entre DNOCS e representantes do movimento.

Mais de 600 pessoas ocuparam a área desde segunda-feira (5), onde reivindicam a liberação de 4 mil hectares de área irrigada para as famílias da Chapada do Apodi. Na tarde de quarta-feira (7), a justiça concedeu liminar favorável ao pedido da Federação das Associações do Perímetro Irrigado Jaguaribe Apodi (Fapija), pedindo a reintegração de posse da área. Um oficial de Justiça acompanhado de policiais militares fez a entrega do ofício no início da manhã de ontem, mas o grupo se recusou a deixar o local e exigiram uma negociação diretamente com o DNOCS.

Um técnico do departamento intermediou a conversa dos acampados com a diretoria, que se encontrava reunida em Fortaleza. Além do adiamento da execução da liminar, uma reunião foi agendada para hoje, às 9h, na sede da Superintendência na capital.

08:36 · 29.01.2014 / atualizado às 08:36 · 29.01.2014 por
As perdas calculadas pela Fapija giram em torno de R$ 18 milhões. (Foto: Divulgação/Fapija)
As perdas calculadas pela Fapija giram em torno de R$ 18 milhões. (Foto: Divulgação/Fapija)

Limoeiro do Norte. A chuva e os ventos fortes que atingiram este município do Vale do Jaguaribe, na tarde da última segunda feira, causou sérios prejuízos a produtores do Perímetro Irrigado Jaguaribe/Apodi. Isso porque o vento de 42km/h derrubou 100% dos hectares de banana pacovan. O prejuízo é estimado em torno de R$ 18 milhões, em 600 hectares de áreas cultivadas, segundo informou a gerência da Federação das Associações do Perímetro Irrigado Jaguaribe Apodi (Fapija).

O presidente da Fapija, Raimundo Cesar, afirma que o único pedido dos irrigantes é que o Banco do Nordeste, com agência em Limoeiro do Norte, agilize a renegociação de dívidas dos produtores, para que possam fazer novo empréstimo e assim pagar as dívidas e fazer novos investimentos. “Com o crescimento das bananas menores, que não foram derrubadas, só daqui a nove meses é que eles vão pegar em dinheiro, então, para eles, já está de bom tamanho que o banco chame eles e renegociem as dívidas”, afirma.

09:41 · 08.11.2013 / atualizado às 09:42 · 08.11.2013 por

timthumb_003 Quixeré. O Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural, realizam hoje, a partir das 9 horas, solenidade de inauguração do Escritório da Ematerce do município de Quixeré.

A reestruturação dos novos escritórios da Ematerce em todo o Estado tem como objetivo reformular o quadro técnico e capacitar os agricultores familiares através dos postos avançados que estão sendo instalados nos municípios. O projeto também pretende ampliar a prestação dos serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) aos agricultores familiares para melhorar o acesso às políticas públicas voltadas para o seu desenvolvimento.

O posto da Ematerce de Quixeré será equipado com computadores, mobília com estações de trabalho, cadeiras e um veículo Fiat. A prefeitura municipal entra como parceira, disponibilizando o espaço físico, com suporte de linha telefônica, internet e serviços gerais, como vigilância e pagamentos de energia e água.

 

Serviço

Data: Hoje, 08 de novembro de 2013

Horário: 09 horas

Local: Rua José Gonçalves Ferreira Lima,s/n – Centro – Quixeré/CE

 

Informações da Assessoria de Comunicação da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA)

14:53 · 27.09.2013 / atualizado às 14:53 · 27.09.2013 por

agricultura_famiTabuleiro do Norte. Este município, na Região Jaguaribana, já iniciou os preparativos para o ingresso do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal, como também qualificar o atendimento aos agricultores que fazem parte do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). O objetivo é assegurar produtos de qualidade e a segurança de venda através de convênios com o Governo Federal.

Ontem, a Prefeitura de Tabuleiro do Norte encaminhou um ofício de manifestação de interesse formal ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), para aderir ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). A data limite dada pelo Ministério para o envio da documentação necessária se encerra hoje.

Com isso, a Secretaria de Agricultura poderá contar com mais uma ação para fomentar o ciclo da agricultura familiar no município, que já vem sendo formatado com outras ações.

“O PAA, diferente do programa de aquisição de alimentos da agricultura familiar para merenda escolar, não é obrigatório. É uma oportunidade que o Governo abre para os agricultores familiares e estamos incentivando essa adesão. Será um ganho enorme para as comunidades”, ressaltou o prefeito de Tabuleiro do Norte, Marcondes Moreira.

Sobre o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), Marcondes ressalta que 30% dele deve ser oriundo da agricultura familiar. “É mais uma razão para o município aderir a programas de aquisição de alimentos. Para o próximo ano vamos oferecer as comunidades apoio técnico para que sejam cultivados alimentos de qualidade, que serão distribuídos nas 19 escolas públicas do município”, ressaltou.

07:54 · 02.09.2013 / atualizado às 07:54 · 02.09.2013 por

agura_tabuleiroTabuleiro do Norte. Diante do risco de colapso no abastecimento de água em mais de 40 cidades no Ceará, este município é um dos que conseguem gerenciar os recursos hídricos para as áreas mais críticas. A água é captada em um canal no Perímetro Irrigado Jaguaribe/Apodi e consegue abastecer 20 comunidades na serra, local que há um ano pouco recebia água para o consumo humano.

O agricultor Antônio Neto, morador da comunidade de Pedra Preta, na Chapada do Apodi, área deste município, conta que no pior ano de seca, o de 2012, a maioria das famílias da localidade passaram por dificuldades em obter água para consumo.

“A água que chegava aqui era de carro-pipa, tinha gente que se deslocava até outra comunidade para pegar água, porque nem toda cisterna era cadastrada. Foi um ano muito difícil, não choveu e a gente passou muita dificuldade”, relembra o agricultor.

Ele conta que a situação indignava os moradores, pelo fato da localidade possuir 42km de adutora. “A água não chegava pra todo mundo, eram só umas 200 famílias que tinham água em casa”, reclama Antônio.

A comunidade de Pedra Branca conta com 500 famílias, que vivem basicamente da produção de cal, criação de animais e na agricultura, nos projetos irrigados do perímetro.

Há cerca de seis meses, quando assumiu como coordenador de Águas da Secretaria de Agricultura deste município, José Guerreiro, conta que tinha conhecimento da realidade da localidade e não demorou a resolver o problema. “A estrutura de adutora estava toda pronta, só precisávamos fazer a manutenção e monitorar a utilização da água para não haver desperdício e para que todas as comunidades fossem atendidas, ainda estamos na seca”, afirma.

A água que abastece essas 20 comunidades é captada em um canal no Perímetro Irrigado Jaguaribe Apodi, que por sua vez é abastecido pelo Rio Jaguaribe. De lá, o recurso segue por 42km de adutora, implantada no município em 1994, até localidades da Chapada.

Há localidades na região da Chapada que enfrentam dificuldades de abastecimento de água, como é o caso da comunidade de Carnaúbas, no município de Quixeré. A água da comunidade é oriunda de poços profundos mas, diante da seca e da baixa recarga do Aquífero Jandaíra, o nível hídrico baixou, deixando inúmeras famílias sem acesso à água. A localidade, assim como outras centenas de comunidades, é abastecida por carro-pipa, para reclamação dos moradores. As adutoras aparecem como solução para o problema, segundo os moradores.

11:08 · 29.08.2013 / atualizado às 11:08 · 29.08.2013 por

Limoeiro do Norte. O Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), realiza a partir desta quinta feira (29), uma série de encontros de capacitação do Programa Garantia-Safra com os parceiros municipais, promovida pela Coordenadoria de Crédito Rural e Políticas Afins (COCRED) da SDA.

Serão sete encontros e a primeira capacitação será no município de Limoeiro do Norte, na sede do sindicato dos trabalhadores rurais.  Segundo o coordenador da COCRED, Arimatéia Gonçalves, “nós vamos capacitar  e atualizar os secretários de agricultura dos municípios, técnicos das Ematerce, das Prefeituras Municipais e lideranças dos movimentos sociais” .

Em Fortaleza, o encontro acontece nesta sexta feira (30) e pretende reunir agricultores e parceiros do Litoral Leste, Região Metropolitana, Maciço de Baturité e Sertões de Canindé. Depois o seminário segue para  Crateús (04/09), Sobral (5/09), Itapipoca (6/09), Milagres (10/09), Iguatu (12/09) e por fim Quixeramobim (13/09).

Durante os encontros, agricultores e parceiros também saberão mais detalhes sobre o  FEDAF – Fundo Estadual do Desenvolvimento da Agricultura Familiar.

O Estado do Ceará conta com cerca de 304 mil agricultores aptos a receber o beneficio. O Garantia-Safra é um seguro pago pelo Governo Federal aos agricultores familiares em caso de perda da safra, igual ou superior a 50% por cento. Estados, municípios e também os agricultores contribuem para o pagamento do benefício. No Ceará, os agricultores contribuem com R$ 9,50, os municípios contribuem com R$ 28,50, o Estado já contribui com R$ 57,00 por agricultor, representando investimento de R$ 17,3 milhões.

 

Serviço

Capacitação dos parceiros do Garantia-Safra

A partir das 9 horas

Local: Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais – Centro de Limoeiro

Pesquisar
Posts Recentes

07h12mQuadrilha explode banco e rouba cofre em Jaguaribara

10h12mCena’s realiza III Amostra de Teatro em Limoeiro do Norte

09h12mJaguaribe realiza Natal de Amor e Luz

11h12mAluno de Limoeiro conquista nova credencial para feira científica internacional

11h12mSTDS forma jovens em Fortim, Aracati e mais três cidades

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs