Diário Vale do Jaguaribe

Categoria: ‘assim não dá’


13:08 · 21.05.2013 / atualizado às 13:12 · 21.05.2013 por

Jaguaruana. Moradores, comerciantes, estudantes, funcionários públicos e representantes do poder público local protestaram na manhã de hoje (21) diante do clima de insegurança que o município tem vivido nos últimos meses. Ao todo, cerca de três mil pessoas levantaram a bandeira pedindo mais segurança e paz para os jaguaruanenses. De acordo com dados oficiais da Policia Militar, somente nestes cinco primeiros meses do ano, ocorreram 21 assaltos e 5 homicídios. O principal foco dos assaltantes são os estabelecimentos comerciais.

Diante do clima de insegurança, a Câmara dos Dirigentes Lojistas mobilizou comerciantes e poder público no último dia 15, para realizar uma grande manifestação com o objetivo de chamar atenção das autoridades para a problemática.

Com cartazes, a população pediu o aumento do número de efetivos e ações emergenciais da polícia, a fim de localizar e prender os suspeitos. Os moradores também pediram a saída do delegado titular Luciano Barreto e a volta do Inspetor Marcão, para a chefiar a  polícia civil na cidade.

Segundo o comandante de Policiamento do Interior (CPI), Coronel Macêdo, durante esta semana Jaguaruana terá reforço de 26 policiais, com o apoio do Comando Tático Rural (Cotar), policiais militares e civís. Ele ressaltou também que policiamento efetivo virá somente a partir do mês de setembro, quando os mil aprovados no concurso da polícia militar concluirão seu curso preparatório.

 

 

11:12 · 30.07.2012 / atualizado às 21:20 · 31.07.2012 por

Em ano de eleição, é possível encontrar toda sorte (ou má-sorte) de curiosidades. Na maioria delas está a tentativa de conquistar a simpatia (leia-se: o voto) do eleitor. No tradicional leilão da comunidade de Pedras, zona rural de Russas, dois candidatos a prefeito disputaram real a real para ver quem arrematava um simples frango assado.

Aconteceu na noite de ontem (2oh), logo após a missa na paróquia local. A defunta ave trabalhada na brasa foi levada por R$ 350 (isso, trezentos e cinquenta reais) pelo candidato a prefeito que deu valor maior que o outro. A vaidosa queda de braços gerou vibração de uns e indignação de muitos, por acreditarem ser um “dinheiro derramado” por causa das eleições. O leilão é tradicional, mas em anos “normais” não aparece tanta gente nem se paga “tão bem” por uma ‘prenda’.

Foi o arremate mais caro de um frango assado no leilão que faz parte dos festejos a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, padroeira da comunidade de Pedras.

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossaFanPage no Facebook

11:11 · 27.03.2012 / atualizado às 13:25 · 27.03.2012 por

 

É mais um post da categoria “assim não dá“. Um problema social, de saúde e um verdadeiro descaso público é o que se pode ver nos lixões do Ceará. Nem tudo pode ser justificado pela falta de aterro sanitário. Mesmo onde há lixão deve existir um mínimo de cuidados com o material ali depositado. Mas em Quixeré, por exemplo, pode se observar que até mesmo lixo hospitalar é jogado de forma indiscriminada no lixão. Seringas sabe-se lá contaminadas com o quê são encontradas em meio a outros resíduos sólidos. Líquidos também, porque dejetos de fossas domésticas também são despejados lá. O flagrante (ver fotos sequenciadas abaixo) é de um carro limpa-fossa de Limoeiro do Norte (mas não se sabe de qual município veio o dejeto).

PIOR PARA OS CATADORES, que apesar de fazerem o trabalho de procurar material para reciclagem (uma atitude ecológica, portanto) para o sustento da família ainda convivem com os riscos de contaminação num ambiente literalmente podre.

EMBALAGENS de agrotóxicos também são facilmente encontradas. O mais recente flagrante foi feito por agentes da Cáritas Diocesana, numa atitude de protesto por melhores condições de trabalho para os grupos de catadores.

ESTE REPÓRTER blogueiro que vos escreve já esteve em vário lixões do Vale do Jaguaribe para diversas reportagens. Embora não exista nenhum, tem municípios em que os prefeitos ousam chamar o lixão da cidade de “aterro sanitário”. Se existisse um trabalho de separação do lixo nas próprias residências, os catadores fariam a coleta seletiva nas ruas e não teriam que ir para os lixões. Essa é a proposta da Associação de Catadores do Ceará. Alguém conhece algum município em que o prefeito acatou essa ideia?

ESTIMA-SE em 284 lixões e apenas oito aterros sanitários no Ceará. A Política Nacional dos Resíduos Sólidos, instituída pela lei federal N°12.305 em agosto de 2010, proíbe a criação de lixões e determina que, até 2014, todas as prefeituras construam aterros sanitários ambientalmente sustentáveis. Antes, em 2012, todos os municípios devem ter suas licenças emitidas para a construção de aterro. Mas findando o primeiro trimestre do ano se pode assegurar que nem metade da metade da metade dos municípios cearenses emitiu licença na Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace).

Se no seu município tem algum flagrante mostrando que “assim não dá”, envie imagem e denúncia para melquiades02@hotmail.com

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossaFanPage no Facebook

06:40 · 03.01.2012 / atualizado às 05:03 · 03.01.2012 por
Embaixo delegacia, em cima residência. Não há estrutura correta para depósito de material apreendido nem para presos. Foto: MELQUÍADES JÚNIOR

Para piorar, só existem dois policiais civis

A população de Icapuí, um município litorâneo do Ceará e que recebe forte movimento de turistas, não tem um tratamento à altura quando se trata de segurança pública. Até hoje a delegacia de polícia funciona no andar de baixo de uma residência. Em cima residência, embaixo delegacia. Não há infraestrutura adequada, muito menos pessoal. São praticamente dois policiais civis e cerca de seis policiais militares para fazerem a segurança da cidade. E o delegado de polícia civil é “emprestado” do município de Aracati, que por sua vez já tem forte demanda criminal. Uma nova unidade da delegacia de polícia civil foi construída, mas não ocorreu a mudança até hoje porque não há equipamentos nem pessoal concursado para preencher o quadro. Assim não dá!

Se no seu município tem algum flagrante mostrando que “assim não dá”, envie imagem e denúncia para melquiades02@hotmail.com

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossa FanPage no Facebook

05:19 · 27.12.2011 / atualizado às 11:55 · 27.12.2011 por

A categoria “assim não dá volta” volta com um post sobre a revolta de um motorista. O senhor Antônio , de Aracati, teve a moto apreendida numa blitz no ano de 2008 por falta de licenciamento do veículo. Como o valor da multa ultrapassava o próprio valor da moto, seu Antônio preferiu não resgatar o veículo. O Detran enviou correspondência avisando que o não-resgate implicaria em leilão da moto. Passados três anos (2011), seu Antônio recebeu em casa correspondências do Detran com multas (uma em agosto e outra em setembro) inclusive com fotos da moto cometendo infrações gravíssimas em Fortaleza. E se receber mais poderá perder a carteira de habilitação. Mas como assim? Como o Detran ficou com a moto em 2008 e aparecem multas de 2011? Essa denúncia foi encaminhada ao diretor do Departamento Municipal de Trânsito de Aracati, Capitão Coutinho, que comunicou ao colega radialista de Aracati Sandro Guimarães. Seu Antônio entrou na Justiça.

Se no seu município tem algum flagrante mostrando que “assim não dá”, envie imagem e denúncia para melquiades02@hotmail.com

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossa FanPage no Facebook

08:03 · 01.12.2011 / atualizado às 08:18 · 01.12.2011 por
SEM SINAL - Milhares de celulares no Interior estão assim, como o deste blogueiro. Foto: MELQUÍADES JÚNIOR

Sem celular não dá mesmo! Na volta da categoria “assim não dá“, o Blog traz um problema que virou rotina no Interior do Ceará: a falha de sinal das operadoras de telefonia. Desde ontem, a TIM (“Viver sem fronteiras”) está com sinal descontínuo na região jaguaribana. O blogueiro que vos escreve tirou essa foto em que mostra o próprio celular sem sinal. As barrinhas que indicam o sinal vão e voltam, e são comuns as reclamações de que “não estou conseguindo falar contigo”. A reclamação é comum a vários usuários. A Operadora prometeu, semanas atrás, melhorar o sinal com a instalação de uma nova antena em Limoeiro do Norte. Mas, por enquanto (e há muito), duas coisas têm funcionado com muita frequência: o serviço de mensagens “te ligou”, que indica quando alguém ligou e o nosso celular estava “desligado”, e a função “só chamada de emergência”, quando não há sinal e o mais que se consegue é discar o 190.

Só para lembrar, serviço pago é serviço prestado. A TIM encerrou o ano de 2010 com lucro de R$ 2,2 bilhões.

Se no seu município tem algum flagrante mostrando que “assim não dá”, envie imagem e denúncia para melquiades02@hotmail.com

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossa FanPage no Facebook

15:46 · 16.09.2011 / atualizado às 17:35 · 16.09.2011 por
Ônibus da empresa São Benedito contava 19 passageiros em pé. Pela Lei, só deveriam viajar sentados. Foto: MELQUÍADES JÚNIOR

Este é o terceiro post da categoria “assim não dá“. Tenha fé, caro leitor, se você for passageiro da companhia de ônibus São Benedito, empresa que detém a maior parte das linhas de ônibus para Vale do Jaguaribe e municípios do Litoral Leste. Hoje é sexta, mas essa lotação da foto (de uma segunda-feira) acontece em qualquer dia da semana. Viajar é um aperto só. Ou dois: as poltronas são muito próximas e inclinam tanto quanto de avião (quase nada). E os ônibus ficam abarrotados de gente, desobedecendo a legislação. De acordo com o Detran, só é permitido o transporte de passageiros em pé nos períodos de revéillon, carnaval e Semana Santa. E limitado à quantia de 9 (nove) passageiros em pé! Pois esse flagrante é de duas semanas atrás, no ônibus que fazia a linha Aracati-Fortaleza (via Fortim e Beberibe) Havia 19 passageiros em pé, quando só deveria ter passageiros sentados.

O GERENTE de tráfego da São Benedito, Fábio Pereira, me disse, por telefone, que em períodos mais movimentados são disponibilizados mais ônibus “para que ninguém deixe de viajar”. Não negou que há frequentemente passageiros em pé.

Infelizmente, no dia em que acontecer um acidente em que muitas pessoas forem esmagadas no corredor do ônibus, quem sabe acabem com essa história de haver longas viagens intermunicipais em pé. A denúncia aqui é testemunhal do editor deste blog. Já fiz mais de 40 viagens nos últimos dez meses pela São Benedito. Do jeito que está, não dá.

Se no seu município tem algum flagrante mostrando que “assim não dá”, envie imagem e denúncia paramelquiades02@hotmail.com e siga-me no twitter: @melquiadesjr

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe

09:38 · 06.09.2011 / atualizado às 12:49 · 06.09.2011 por

Este é o segundo post da categoria “assim não dá”.  No centro da cidade de Tabuleiro do Norte não existem duas ou três ruas sujas, ou com problemas de sacos de lixos em praças, como no post anterior sobre Limoeiro. É esgoto a céu aberto correndo pelas várias ruas da cidade! A sensação é de estar andando pelas ruas de alguma comunidade na periferia, dentre tantas que sofrem com a falta de saneamento básico. Mas é nas ruas calçamentadas da zona urbana mesmo que se vê o esgoto escorrendo, como se a cidade fosse um grande ralo.

Imagina como devem ficar as ruas em dias de chuva, uma mistura desagradável. Foto: MELQUÍADES JÚNIOR

O problema é que isso existe há vários anos e faz parte do cenário comum da cidade. Uma cidade limpa é o primeiro caminho para resolver problemas como saúde e educação. Afinal, que direito tem um município de afirmar que não se pode jogar lixo na rua se as próprias instituições públicas não tampam o ralo, literalmente, que suja quase toda a cidade? Desse jeito não dá.

Se no seu município tem algum flagrante mostrando que “assim não dá”, envie imagem e denúncia para melquiades02@hotmail.com

Confira outras notícias no Blog Diário Vale do Jaguaribe

14:01 · 01.09.2011 / atualizado às 19:43 · 01.09.2011 por

Esse é o primeiro post da categoria “assim não dá”. Moradores da avenida Francisco Remígio (por trás da Igreja de Santo Antônio), em Limoeiro, estão depositando lixo na praça em frente de casa. Lixo doméstico e restos de construção civil. E a praça é o lugar de lazer da própria população – à noite os namorados namoram e a meninada joga bola ali, em meio à fedentina. E quando fui fazer a foto outro flagrante: homens depositando mais entulhos e areia no meio da avenida, beirando a praça. A limpeza urbana começa dentro de casa. Por outro lado, vale o aviso para a prefeitura que em toda a extensão da avenida não existe um só depósito de lixo. A cidade só fica limpa com ação recíproca. De outro jeito não dá.
Caro leitor, se no seu município tem algum flagrante mostrando que “assim não dá”, envie imagem e denúncia para melquiades02@hotmail.com

Virou hábito colocar entulho no meio da rua, e os próprios moradores jogam o lixo na praça em frente de casa. Foto: MELQUÍADES JÚNIOR
Pesquisar
Posts Recentes

07h12mQuadrilha explode banco e rouba cofre em Jaguaribara

10h12mCena’s realiza III Amostra de Teatro em Limoeiro do Norte

09h12mJaguaribe realiza Natal de Amor e Luz

11h12mAluno de Limoeiro conquista nova credencial para feira científica internacional

11h12mSTDS forma jovens em Fortim, Aracati e mais três cidades

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs