Diário Vale do Jaguaribe

Categoria: Ciências


09:16 · 06.02.2012 / atualizado às 09:49 · 06.02.2012 por
Laboratório de mecânica em Limoeiro do Norte. Há ofertas para 17 campi no Estado. Foto: MELQUÍADES JÚNIOR

Tem vagas “sobrando” no Instituto Federal do Ceará (Ifce). A primeira chamada do SISU preencheu 1.046 vagas (58% do total ofertado). Assim, ainda existem 759 vagas disponíveis em diversos cursos de graduação em 17 campi no Ceará. A convocação acontece na próxima quinta-feira, impreterivelmente às 9h no campus onde o candidato pleiteia vaga. A maior disponibilidade de vagas está para as áreas de saneamento ambiental e da indústria.

Há vagas para novos estudantes nos campi em Aracati, Baturité, Jaguaribe, Tauá, Canindé, Crateús, Tianguá, Acaraú, Crato, Fortaleza, Iguatu, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Sobral e Quixadá.

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossaFanPage no Facebook

12:00 · 28.01.2012 / atualizado às 12:54 · 28.01.2012 por

Ceará cultiva as primeiras  macieiras em Tianguá e solos do Vale do Jaguaribe estão em fase de experimentação 

Macieira no Vale do Jaguaribe? Sim, isso poderá tornar-se realidade. E não é só o cultivo de maçã, mas testes estão sendo feitos para o cultivo de pera e caqui. Esta é uma iniciativa do projeto: “Implantação de unidades de observação para avaliação técnica de culturas de clima temperado no Estado do Ceará” que teve início em meados de 2009 e agora produz as primeiras maçãs em território cearense, após 14 meses de plantio em áreas experimentais. O projeto veio em uma parceria entre o Banco do Nordeste (BNB), por meio do Fundo de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Fundeci), a União do Agronegócio do Vale do Jaguaribe (Univale), a Embrapa Semiárido, a Agência de Desenvolvimento Econômico do Ceará (Adece) e o Sebrae-CE.

Foram introduzidas variedades de macieiras, pereiras e caquizeiros com baixa necessidade de frio, e que apresentam potencial econômico para o mercado interno. As áreas onde estão sendo testadas a cultura ficam nos municípios de Icapuí, Aracati, Limoeiro do Norte, Russas, Pacoti e Tianguá. A diversificação de cultivos para os pólos irrigados não representa apenas uma alternativa para a sobrevivência da agricultura regional, significa também, uma estratégia inteligente de mercado que poderá viabilizar a oferta de vários produtos em diferentes épocas do ano, indo além do cultivo de frutas tropicais.

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossaFanPage no Facebook

17:27 · 20.01.2012 / atualizado às 17:27 · 20.01.2012 por

Saiu o prognóstico da estação chuvosa 2012 no Ceará. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a previsão é 40% de probabilidade para a categoria normal no volume de chuvas. Um número nada alentador, principalmente quando se observa que a probabilidade para chuvas abaixo da média é maior (35%) do que acima da media (25%). Teramos um “inverno” ruim?

O nosso verão chuvoso começa oficialmente na segunda quinzena de fevereiro. As chuvas que já têm caído no Ceará são de “pré-estação”. Tem chovido principalmente na Zona Norte e Vale do Jaguaribe. A maior chuva registrada de ontem para hoje no Ceará foi em Pereiro, na comunidade de Grossas. (veja tábua de chuvas abaixo).

A CONCLUSÃO do prognóstico da quadra chuvosa foi feita baseada na análise de padrões atmosféricos em grande escala – ventos e pressão ao nível do mar – das temperaturas da superfície do mar sobre os oceanos Pacífico e Atlântico – indicativa de fenômenos como La Ninã – além de resultados de estudos de diversas instituições de pesquisa do Brasil.

Chuvas na região jaguaribana entre quinta-feira e sexta (até 7h):

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossaFanPage no Facebook

09:27 · 17.01.2012 / atualizado às 09:27 · 17.01.2012 por

Uma ação pioneira em projeto de inclusão digital no Vale do Jaguaribe, o Projeto Ação Digital (PAD), em Russas, ganhou mais 12 telecentros para as comunidades. Neste mês as lideranças comunitárias se empenham para deixar os espaços onde funcionarão as atividades de acordo com as diretrizes o programa Telecentros.BR, do Governo Federal.

“A ideia é que possamos abri-los ao público logo após a instalação das antenas GESAC, previstas para serem montadas ainda no final de janeiro”, afirma João Paulo, coordenador do PAD.

Endereços onde funcionarão os novos telecentros comunitários: Projeto ABC, Sítio Ingá, Rua João Maciel, Avenida Coronel Araújo, Poço da Onça, Sítio Lagoinha, Lagoa do Toco, Córrego da Catita I, Sítio Grascimões, Timbaúba dos Simplícios e Sitio Paraíso.

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossaFanPage no Facebook

08:06 · 17.01.2012 / atualizado às 08:06 · 17.01.2012 por
Campus do IFCE em Limoeiro. Foto: DIVULGAÇÃO

O campus do IFCE de Limoeiro do Norte, assim como o de Crateús, foi contemplado com o programa de inserção da mulher no mercado de trabalho. O projeto Mulheres Mil é fruto de parceria do Ministério da Educação (MEC), Agência Canadense de Desenvolvimento Internacional e Associação dos Colleges no Canadá e visa capacitar 100 mil mulheres, até 2014.

A aula inaugural do programa aconteceu no campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) de Crateús e teve a participação de cerca de 200 mulheres selecionadas para o curso de Culinária Básica. O encontro esclareceu o intuito do projeto, que é a melhoria de vida das mulheres contempladas. Teve participação também do professor de português Wellingnton Chaves, que apresentou a vida de personagens que fizeram diferença na história do Brasil, em especial, a romancista Rachel de Queiroz, que leva o nome da primeira turma a iniciar o curso.

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossaFanPage no Facebook

09:00 · 09.01.2012 / atualizado às 09:00 · 09.01.2012 por

Estão abertas a partir de hoje as inscrições para os candidatos que disputam vaga no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Em todo o País, estão disponíveis 108.552 vagas em 3.327 cursos de 95 instituições públicas de ensino superior. No Ceará, são 6.158 oportunidades de ingresso para o primeiro semestre de 2012. Pode se candidatar a uma vaga quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2011 e obteve nota diferente de zero na redação. É preciso acessar o site do Sisu (sisu.mec.gov.br), tendo em mãos o número de inscrição e a senha do Enem 2011.

NO SISTEMA, o candidato escolhe duas opções de curso – em qualquer instituição pública cadastrada no sistema – e acompanha, dia a dia, seu desempenho em relação aos outros inscritos. Até o dia 12 é possível trocar as opções de cursos, o que prolonga as chances e a angústia de quem disputa uma vaga.

O COORDENADOR de Planejamento, Informação e Comunicação da Universidade Federal do Ceará (UFC), professor Miguel Franklin, explica que a cada madrugada o sistema divulga a nota de corte para cada graduação. Trata-se da nota do último candidato classificado dentro das vagas do curso.

“O CANDIDATO vai vendo a nota de corte e vai julgando se tem chances ou não”, detalha Franklin. Segundo ele, estar abaixo dessa nota não significa estar necessariamente de fora. “Na primeira chamada, os classificados são chamados, mas em média só 60% vão comparecer”, lembra.

Por conta disso, o MEC organiza duas chamadas de classificados e lista de espera, em uma maratona que se estende até o dia 4 de fevereiro. Vale lembrar que as notas de corte dos cursos tendem a cair da primeira chamada até a lista de espera.

07:33 · 05.01.2012 / atualizado às 07:33 · 05.01.2012 por
Açude Castanhão

A influência dos açudes no aumento do índice pluviométrico nos municípios em torno é assunto hoje no Caderno Regional, em matéria do colega Honório Barbosa:

O acúmulo de água em grandes reservatórios tem influência significativa no aumento de precipitação em área que pode abranger vários Municípios. Levantamentos comparativos do índice de chuva antes e depois da construção do Açude Orós, na região Centro-Sul, e do Açude Castanhão, no Vale do Jaguaribe, as duas maiores barragens do Ceará, comprovam que houve elevação do índice de pluviometria nas cidades de Iguatu e Quixeramobim. A pesquisa mais recente foi feita pelo presidente da Ematerce, José Maria Pimenta, e incluiu o intervalo de tempo de oito anos antes e após a Construção do Açude Castanhão. O reservatório foi concluído em 2004 e é o maior do Ceará, com capacidade para acumular 6,7 bilhões de metros cúbicos. Entre 1996 e 2003, foram registrados no Município de Quixeramobim, em média, 654 mm. No período entre 2004 e 2011, a média pluviométrica foi de 772 mm. Houve, portanto, um aumento de 18%.

“Os dados confirmam que água atrai água”, observa José Maria Pimenta. “O nosso levantamento é de apenas oito anos, mas o suficiente para apontar uma tendência de crescimento do índice pluviométrico no Município de influência do Castanhão”. Para Pimenta, o levantamento não foi surpreendente, mas confirma estudos que demonstram influência de grandes espelhos de água em formação de microclima. “Mesmo em Israel, a área de faixa de 50km litorânea chove bem mais do que em outras localidades”, frisa. “Onde há água, o clima é alterado para melhor”.

Pimenta destaca que a agricultura de sequeiro – aquela que depende exclusivamente da chuva – é favorecida em áreas de influência dos grandes açudes no Ceará. “Reduz perdas do plantio e contribui para uma melhor distribuição geográfica da chuva”, disse. “É mais um argumento a favor da política pública de construção de reservatórios”. O presidente da Ematerce informou que os estudos vão continuar. “No período de 50 anos teremos uma leitura que permitirá melhor comparação entre a pluviometria antes e depois da construção do Castanhão.

(mais…)

13:32 · 03.01.2012 / atualizado às 13:36 · 03.01.2012 por

Reportagem trouxe temas que provocaram a curiosidade do cearense

É vendedor de batata apontado como novo milionário da mega-sena, arrastão em qualquer confusão nas ruas de Fortaleza e o dilema entre verdadeiro e falso, notícia e boato mexe com as pessoas. Para a categoria ‘vale a pena ler de novo‘, posto aqui reportagem especial que escrevi no Caderno Regional de 15 de março de 2009 justamente sobre os boatos. Nem precisava de facebook para as informações correrem ‘feito rastro de pólvora’. Confira:

Fac-símile do Caderno Regional, Jornal Diário do Nordeste - 15 de março de 2009

Atire a primeira pedra quem já não ouviu que, em algum lugar, um grande açude arrombou, algo estranho no céu explodiu, um ovo de dinossauro “chocou”, que bandido valente aparava criança em ponta de faca e onça-pintada no dente; que foi raptado por extra-terrestres. Não viu direito, nem lembra como foi, “só sei que foi assim”. Têm notícias que correm feito rastro de pólvora, de boca em boca, sobre o fim do mundo ou coisa parecida. Muitas vezes causa furor popular, em que no lugar da fundamentação científica vale a credibilidade de quem falou, mas dificilmente se sabe quem fez o primeiro anúncio, quem foi o autor do boato, um dos mais antigos meios de comunicação do mundo e que até hoje mexe no cotidiano popular, especialmente no Interior. (leia aqui a matéria completa da Página 1 e da Página 2)

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossaFanPage no Facebook

07:00 · 03.01.2012 / atualizado às 05:58 · 03.01.2012 por

A região cearense classificada como de clima semiárido pode ser ampliada ainda neste ano, com base em um novo estudo patrocinado por Funceme e Banco do Nordeste. Com isso, passaria de 150 para 181 os municípios classificados em semiárido (outros três sairiam da classificação). Essa nova classificação também pode resultar em maiores repasses de recursos para os municípios. O assunto é reportagem de hoje no Caderno Regional.

Segundo o assessor técnico da Cáritas e coordenador do Fórum Cearense pela Vida no Semiárido, Alessandro Nunes, a ampliação da área reconhecida como semiárido é uma demanda que já soma alguns anos. “Existem Municípios que a gente olha e fica se perguntando por que eles não estão enquadrados no semiárido legal”. Um dos exemplos, destaca, é Trairi, o qual, embora esteja localizado em uma região litorânea, possui uma extensa faixa de aridez. (leia aqui a matéria completa)

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossa FanPage no Facebook

16:05 · 13.12.2011 / atualizado às 16:05 · 13.12.2011 por

Será lançada nessa quarta-feira uma publicação com informações científicas de grande relevância no contexto da saúde humana, ambiental e dos direitos trabalhistas no Ceará. A professora Raquel Rigotto lança “Agrotóxicos, trabalho e saúde – vulnerabilidade e resistência no contexto da modernização agrícola no Baixo Jaguaribe“. O material é resultado de mais de quatro anos de pesquisa em campo com mais de 20 especialistas das diversas áreas retratando, discutindo e fundamentando o impacto dos agrotóxicos no trabalho e na vida das comunidades da região jaguaribana, especialmente na Chapada do Apodi, entre Limoeiro e Quixeré.

COMO é de conhecimento de muitos, o Caderno Regional do jornal Diário do Nordeste tem feito, ao longo dos últimos cinco anos, diversas reportagens, algumas delas ocupando um caderno inteiro, sobre problemas de uso indiscriminado e contaminação por agrotóxicos. As primeiras matérias feitas por este blogueiro que vos escreve se antecipam aos trabalhos da Raquel Rigotto, mas foi a partir dela e de dezenas de especialistas que o que um dia era reclamação da população transformou-se em comprovação científica.

ATÉ HOJE o assunto é polêmico, há conflitos (de ideias ou não) de todos os lados. Este repórter também não escapou de sofrer alguma pressão de segmentos que se sentiam (sentem) incomodados com as reportagens. É natural, até, que por se dar um destaque às pesquisas científicas sobre o tema os que discordam das comprovações de tais pesquisas reclamem de umas e outras reportagens. Mas sempre ouvindo os lados, sem deixar de esquecer que fato comprovado é fato mais abordado, o nosso trabalho continua, e na medida em que as pesquisas avançam fazemos um olhar crítico sobre elas.

O Blog deseja um feliz lançamento à professora organizadora Raquel Rigotto e aos vários outros pesquisadores que se debruçam sobre o tema. O livro será lançado (às 10h) durante o VII Congresso Brasileiro de Agroecologia, no Centro de Convenções do Ceará, em Fortaleza.
“Agrotóxicos, trabalho e saúde” – 612 páginas, Editora UFC. Realização: Núcleo Tramas – Trabalho, Meio Ambiente e Saúde para a Sustentabilidade

Leia mais postagens sobre agrotóxicos

Confira outras notícias do Blog Diário Vale do Jaguaribe, siga-me no twitter (@melquiadesjr) e curta a nossa FanPage no Facebook

Pesquisar
Posts Recentes

07h12mQuadrilha explode banco e rouba cofre em Jaguaribara

10h12mCena’s realiza III Amostra de Teatro em Limoeiro do Norte

09h12mJaguaribe realiza Natal de Amor e Luz

11h12mAluno de Limoeiro conquista nova credencial para feira científica internacional

11h12mSTDS forma jovens em Fortim, Aracati e mais três cidades

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs