Busca

Categoria: Cultura


11:43 · 17.10.2014 / atualizado às 11:46 · 17.10.2014 por
Após a apresentação dos curtas, haverá debate com o diretor. (Foto: Arquivo)
Após a apresentação dos curtas, haverá debate com o diretor. (Foto: Arquivo)

O diretor da comédia cearense Cine Holliúdy, Halder Gomes, estará neste sábado, 18, em Russas, no Cine Jaguar, apresentando seus curtas metragens no XVI Encontro Cultural Russano, realizado pela Casa dos Amigos de Russas (CARUS). O diretor foi o ganhador de melhor comedia do ano, no grande Prêmio do Cinema Brasileiro, o Oscar do Brasil.

Quem deseja participar do momento deverá levar ao local, a partir das 18h, 1kg de alimento não perecível , onde será trocado por um ingresso. A sessão começa às 19h.

09:41 · 19.08.2014 / atualizado às 09:50 · 19.08.2014 por
A fabricação do tecido para redes de dormir, mantas e demais produtos derivados gera emprego e renda para boa parte da população local. Foto: Ellen Freitas
A fabricação do tecido para redes de dormir, mantas e demais produtos derivados gera emprego e renda para boa parte da população local. Foto: Ellen Freitas

A Prefeitura de Jaguaruana, por meio da Secretaria de Assistência Social, Habitação e Trabalho, participa, dia 23 de agosto, das 8 às 12h, a 1ª Amostra Cultural da Terra da Rede, na Praça Nossa Senhora da Assunção, em Limoeiro do Norte.

Com o tema Raiz e Cultura, o evento tem como objetivo expor o trabalho que é desenvolvido pelos artesãos do Vale do Jaguaribe. De acordo com a secretária Fátima Romão, a expectativa é de que a participação de Jaguaruana no evento gere novos negócios para os artesãos do município. “Vamos levar todos os trabalhos que temos desenvolvido, como tapete, bordado, colcha de cama e redes. Será uma bela oportunidade de negócios”, aposta.

16:11 · 12.05.2014 / atualizado às 16:11 · 12.05.2014 por
IMG_8411
O Grupo Brilha São João intensifica os ensaios para estreia no dia 30 de maio. (Foto: Ellen Freitas)

São João do Jaguaribe. Com o com o calendário apertado por conta da Copa do Mundo, muitos grupos de quadrilha junina intensificam os ensaios para a maratona de festivais que deve começar a partir do dia 30 de maio. Na região Jaguaribana o primeiro festival com data marcada será realizado neste município no primeiro fim de semana do próximo mês.

“Temos que estar preparados para as primeiras semanas de junho, onde muitos eventos já estão sendo agendados. É fundamental que todos estão prontos para o início dos festivais, que acontecem até o próximo mês de julho”, destacou o produtor e coreógrafo do Grupo Brilha São João, do município de São João do Jaguaribe, Júnior Costa. O grupo é um dos 14 da região do Vale do Jaguaribe que saem de seu município durante pouco mais de 45 dias para participar de competições de ponta à ponta do Ceará.

Questionado se a Copa do Mundo, que terá início no dia 12 de junho se estendendo até julho, interferiu no cronograma do grupo Júnior afirma que não, já em os ensaios já começam no mês de fevereiro. “Quando termina uma temporada já começamos a pensar na seguinte, com pesquisas, estudos, elaboração de tema, músicas, figurino, enfim, para poder trabalhar o ano com tranquilidade”, conta.

O produtor explica que foi na região Jaguaribana onde as quadrilhas começaram a ganhar temática e que hoje se disseminou nos cerca de 300 grupos que atuam no estado. De acordo com ele, os grupos da região são os que se destacam nas competições. “Os vencedores das primeiras edições do Ceará Juninos são do Vale do Jaguaribe, então nossos grupos são muito respeitados em vários festivais do Estado”, revela. O grupo de prepara para estrear dia 30 de maio, no Festival de Quixelô.

08:31 · 05.02.2014 / atualizado às 13:19 · 05.02.2014 por
Permissionário José Monteiro da Silva vende nove tipos de feijão no local. Foto Ellen Freitas
Permissionário José Monteiro da Silva vende nove tipos de feijão no local. Foto Ellen Freitas

Aracati. Preservando os costumes de antigos comerciantes do município, bem como mantendo a estrutura histórica da edificação, o mercado público de Aracati ainda é referência no comércio popular e atrai centenas de pessoas diariamente. É uma infinidade de produtos que vai de cereais a utensílios e ferramentas, além de produtos naturais e artesanais.

O edifício foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 2000, junto com outros prédios do centro histórico local.

O mercado público mantém os traços de sua construção original e em 2000 foi tombado juntamente com o centro histórico do município pelo Iphan. O prédio já sofreu com três incêndios desde o tombamento, sendo o último ocorrido em setembro do ano passado.

O fato expõe a precariedade da estrutura física e elétrica. O prédio, juntamente com outros prédios públicos tombados, receberão reforma com recursos oriundos do Governo Federal. O PAC Cidades Históricas foi lançado pela presidenta Dilma Rousseff agosto do ano passado, o qual destina R$ 1,6 bilhão para restauração de prédios históricos em todo o país.

Além do mercado de Aracati, o museu Jaguaribano e o Teatro Francisca Clotilde, entre outros prédios públicos, receberão a restauração. O projeto arquitetônico será realizado pela Prefeitura Municipal em parceria com o Iphan.

Além de Aracati, as cidades de Sobral e Fortaleza também estão incluídas no PAC. As três cidades vão receber uma verba de R$ 37,44 milhões. Em dezembro do ano passado, o município deu início às obras de revitalização urbanística do centro histórico de Aracati.

Os recursos são do Governo do Estado, através da Secretaria de Turismo, com financiamento do Banco Internacional de Desenvolvimento (BID), no valor de R$ 14,3 milhões.

O projeto contempla um dique de proteção da cidade, a revitalização da entrada da cidade, e reformas e pavimentação das ruas Coronel Alexanzito, Coronel Alexandrino e Coronel Pompeu, além das ruas paralelas as avenidas.

Permissionário desde 1960, o comerciante José Monteiro da Silva convive com a rotina diária do comércio popular. Filho de pais comerciantes, no qual passou o ofício para seu filho, o vendedor conta que desde pequeno aprendeu o trabalho.

Sem ter hora para ir ou para chegar do mercado, Monteiro faz sucesso na sua banca com o comércio de cereais.

“O povo daqui gosta muito de feijão e farinha d’água, são os produtos mais vendidos”, conta ele. Boa parte dos produtos vem de outras cidades no Vale do Jaguaribe, como um tipo de feijão de Morada Nova e o queijo coalho, fabricado em Jaguaribe.

Só de feijão são nove tipos. Alguns vêm de longe, da Bahia. A castanha, que é muito apreciada pelos moradores, é de localidades do Interior de Aracati e de cidades vizinhas, como Itaiçaba.

 

08:26 · 09.09.2013 / atualizado às 08:26 · 09.09.2013 por
GEDSC DIGITAL CAMERA
As bicicletas, antes sucatas, receberam cores fortes para contracenar com os ambientes arborizados. A Prefeitura teve custo zero, já que contou com parceiros que doaram tintas e ajudaram a custear as placas e a mão de obra . Foto Jucelino Castro

Limoeiro do Norte. “Nas noites de luar, de guidão solto a camisa aberta, o ciclista singra aquele chão de massapê voando nas asas da imaginação, fazendo acrobacias por entre os troncos dos carnaubais, como se fosse um pássaro noturno”. Assim descreveu o escritor e memorialista Irajá Pinheiro, na crônica “Várzea e Luz do Luar”, contando o apego do povo pela bicicleta.

Quem visita hoje Limoeiro do Norte ainda se depara com muitas bicicletas transitando pelas ruas da cidade. São de passeio, de esporte, de arte, para levar as compras da feira ou também para levar a criança na escola. E esta afeição pelas magrelas foi transformada em homenagem, com exposição de “esculturas”, espalhadas pelo município.

As bicicletas, que viraram monumentos, ganharam um colorido diferente e estão expostas nas praças, nos canteiros, em prédios públicos, para sinalizar que ali ainda se preserva a história da ´terra das bicicletas´. A fama chegou ainda na década de 1940, quando o utilitário de duas rodas era, se não único, o principal meio de transporte.

A ideia de expor bicicletas nas praças como forma de incentivo à prática de atividades esportivas veio de terras americanas, mais precisamente de Chicago, no Estado de Ilinois. Lá, as bikes ganharam pontos públicos da cidade através do “Bike Care Program”, que incentiva os cuidados com a saúde e o meio ambiente por meio da prática de atividades ciclísticas.

As bicicletas podem ser encontradas em vários pontos do centro de Limoeiro do Norte, como nas praças da Matriz e da Assunção (conhecida como Praça do Banco do Nordeste), em frente à Prefeitura Municipal, nos canteiros em frente ao Colégio Liceu e na rua Coronel José Nunes. Segundo Rogério Pinheiro, a ideia é expandir o projeto para comunidades mais distantes, como o Bairro Antônio Holanda (conhecido como Cidade Alta) e comunidades mais populosas.

10:32 · 13.08.2013 / atualizado às 10:32 · 13.08.2013 por

IMG_4488Jaguaruana. O Memorial da Carnaúba, em parceria com o Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria de Cultural, realizarão solenidade de entrega de certificados nesta quinta-feira (15) aos participantes do curso de Iniciação a Fotografia, dando início a exposição Como eu Vejo a Minha Cidade.

Na ocasião haverá apresentação e exposição com fotos do livro “Redes de Dormir”, da fotógrafa Sheila Oliveira. A obra resulta de pesquisa de dez anos sobre a cultura da rede, onde Sheila visitou cenários importantes onde a arte é realizada até hoje.

O evento será realizado quinta feira, 15 de agosto, no Auditório do Memorial da Carnaúba, localizado na Rua Antônio José de Freitas nº 1216, centro, em Jaguaruana. Com horário a partir das 10 horas.

09:16 · 05.06.2013 / atualizado às 09:16 · 05.06.2013 por

 

DSC_6698

Russas. O tradicional Russas Junino ganhará novo palco a partir da edição deste ano. O evento, ocorrido tradicionalmente na Associação Atlética e Cultural de Russas (AACR), será realizado na Praça do Estudante.

Será montado um tablado para as apresentações de quadrilha e será construída uma cidade cenográfica com o tema do festejo. Haverá barraquinhas de comidas típicas e muito forró pé de serrá para animar os participantes nos três dias de festa.

No dia 21 de Junho, na abertura, haverá o Arraiá da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Nos dias 22 e 23, haverá competição de quadrilhas de Russas e cidades vizinhas.

Esta será a 21ª edição do Festival de Quadrilhas Russas Junino. Não perca essa festa, simbóra pro arrasta pé!

15:39 · 22.05.2013 / atualizado às 11:18 · 23.05.2013 por


G
Limoeiro do Norte. Colecionar bicicletas antigas é o hobby do limoeirense José Matias da Costa, que também é coordenador e professor do curso de Matemática da Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos, Fafidam. A paixão pelo transporte surgiu quando ainda era menino, ele via seu pai e seu avô zelando as ‘magrelas’.

O professor possui 25 bicicletas, de várias épocas, quase todas em pleno funcionamento. A dificuldade de manter as bicicletas é encontrar peças de reposição, pois muitas delas não são mais fabricadas. Daí a maratona junto à outros colecionadores e através da internet para encontrar o pouco que falta para dar funcionamento as preciosidades.

Como se não bastasse a dificuldade, ele precisa desembolsar um bom dinheiro para consertar as ‘bikes’. Só kit de reparo do centro de uma das bicicletas custou nada menos que R$ 450,00!  O selim original de outra peça da sua coleção custou, acredite, R$ 750,00! Essa veio diretamente da Inglaterra! É muito amor, não é?

 

G

Em datas comemorativas, como o Dia da Independência do Brasil, o professor universitário costuma reunir amigos e sair desfilando pelas ruas de Limoeiro do Norte com sua coleção. O passeio ciclístico é atração turística para os próprios moradores. Para este ano ele quer colocar 100 bicicletas no passeio, além de sua coleção, ele pretende reunir outros apaixonados por bicicletas.

O sonho de Matias é construir um museu em homenagem ao transporte popular e ecologicamente correto, que deu à cidade a fama de ‘Terra das Bicicletas’.

 

 

Fotos, Tv Jaguar.

12:24 · 22.05.2013 / atualizado às 12:24 · 22.05.2013 por

“Os objetos foram encontrados por três pescadores em um intervalo de duas semanas. O pedaço de um mastro, correntes e ossadas estavam cerca de 3 quilômetros distante da praia, a apenas 3 metros de profundidade na maré baixa.

Enquanto mirava para localizar peixes, Pedro José e outros dois pescadores encontraram pedaços da história do Ceará, a partir de restos de uma antiga embarcação e, possivelmente, de ossada humana presa a correntes.

A agência da Capitania dos Portos em Aracati, no Litoral Leste, foi informada do achado há cinco dias. ‘Enviamos equipes ao local para verificar de que se tratava, tendo constatado a existência de itens, como pedaços de canos e ferragens, retirados pelos pescadores do local. Será enviado um navio ao local, com mergulhadores, para colher maiores dados, a fim de possibilitar melhor avaliação e dimensionamento da importância dos restos localizados’, afirma o capitão-tenente Pereira, comandante regional de Aracati.

A Marinha do Brasil não quis dar maiores esclarecimentos até a visita dos mergulhadores. Mas o material resgatado para terra pelos pescadores foram recolhidos pela Capitania dos Portos. Menos um pedaço de ferro que o pescador Pedro José suspeita ser de um canhão. ‘Está guardado em meu galpão, só vamos entregar a marinha depois de falar com o Ministério Público’, afirma Pedrinho.”

 

Texto compilado da Reportagem ‘Pescadores acham restos de possível navio negreiro’, do repórter Melquíades Jr. Leia na íntegra clicando aqui!

13:47 · 27.10.2012 / atualizado às 13:47 · 27.10.2012 por

A XIV edição do evento realizará várias atividades para promover, valorizar e divulgar as manifestações culturais da região jaguaribana. Paralelo aos encontros e oficinas, serão realizados debates, colocando em pauta principal o desenvolvimento sustentável do Vale do Jaguaribe.

O encontro acontecerá no período de 1 a 3 de novembro, com apresentações artísticas e culturais, campanha de doação de livros, oficina de coral, exibição de filmes e debates. O XIV Encontro Cultural Russano é uma realização da Casa dos Amigos de Russas (Carus), com o patrocínio do Banco do Nordeste.
Veja a programação:

1/11 – 09:00 às 17hrs
Campanha Ler mais para viver melhor (Distribuição de livros e Contação de histórias)
Local: Bibliotecas Irmã Ma. Mercedes, Abrigo Santa Clara de Assis, Ass. Com. Bom Samaritano; Contação de histórias Escola de Ens. Médio Manoel Matoso Filho.

19:00 20:30hrs
Apresentação do Coral
Local: Igreja Matriz Nssa. Sra. do Rosário

2/11 – 19:00 às 21:00hrs
Recital Francisco Carvalho, 85 anos do Poeta Russano; Debatendo a Cultura Russana
Local: Centro Cultural Pe. Pedro de Alcântara

3/11 – 9:00 às 12:00 hrs
Debate: O Desenvolvimento Sustentável da Região Jaguaribana
Local: Auditório CVT Russas

16:00 às 17:00hrs
Um abaraço ao Campus da UFC
Loca: Concentração Anfiteatro do Parte Araibú, saindo em direção ao Local do Campus

19:00 – Sétima Arte em Ação
Exibição do Filme Doce de Coco, Apresentação do Evento e Lançamento do 1º Cinefestivale
Local: Cine Jaguar

20hrs – Encontro das Bandas do Vale do Jaguaribe
Concentração, Cortejo e Apresentação
Local: Praça Monsenhor João Luís; Avenida Dom Lino e Praça José Carlos Matos