Busca

Categoria: política


09:19 · 19.09.2014 / atualizado às 09:19 · 19.09.2014 por
Na reta final de Campanha, candidatos vão as ruas em busca de votos. (Foto; divulgação)
Na reta final de Campanha, candidatos vão as ruas em busca de votos. (Foto; divulgação)

Dois dos principais candidatos da Região Jaguaribana fizeram campanha pelo centro comercial de Russas na manhã de ontem. Yuri Guerra, que pleita uma vaga na câmara estadual, fez caminhada pelo comercio acompanhado do Deputado Federal Ariosto Holanda, também candidato a reeleição, da sua mãe e empresária Mafalda Guerra e diversas lideranças do Município. Yuri conversou com comerciantes e população a respeito de demandas para o setor. Os candidatos buscam conquistar votos da população na reta final da campanha. As eleições serão realizadas no próximo dia 5 de Outubro.

“Conversando com a população percebemos que é necessário uma atuação maior do poder público na melhoria de benefícios para o comércio. Hoje são os comerciantes que sustentam os municípios com a oferta de empregos. A carga tributária sufoca o setor que acaba impedindo muitos dos pequenos negócios de se desenvolverem.”, destacou Yuri, reconhecendo os muitos avanços no setor, mas mostrando a necessidade dos políticos atuarem em defesa dos comerciantes. “Isso consequentemente beneficia a população, que acaba ganhando mais emprego e renda”, completou o candidato.

A caminhada foi acompanhada pela militância crescente, que tem acompanhado o candidato nas últimas reuniões públicas. Para Yuri essa mobilização popular é reflexo das insatisfações da população e da necessidade de uma nova política. “Nossa proposta tem sido essa desde o começo, um novo jeito de fazer política e cada vez mais as pessoas estão levantando essa bandeira junto com a gente e esperamos que todos juntos possamos fazer um Ceará muito melhor”, destacou.

Ainda ontem Yuri Guerra cumpriu agenda nas comunidades de Cipó e Peixe, zona rural de Russas. Hoje haverá nova caminhada no centro de Russas e carreata às 17 horas.

09:50 · 18.07.2014 / atualizado às 09:50 · 18.07.2014 por
yuri_ariosto_mafalda
Na convenção do PROS, Yuri Guerra juntamente com o Deputado Federal Ariosto Holanda e sua mãe, a empresária Mafalda Guerra (Foto: Divulgação)

Com a proposta de dar uma nova cara à política do Vale do Jaguaribe, o jovem empresário Yuri Guerra solidifica sua candidatura a Deputado Estadual pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN). Para isso ele conta com o apoio de amigos e empresários da região, além de toda a experiência e trabalho do Deputado Federal Ariosto Holanda (PROS) em favor da região.

Para Yuri, o fundamental neste início de campanha é fortalecer as alianças, principalmente com a população, estabelecendo um canal de comunicação e um diálogo aberto à todas as camadas da sociedade. “Estamos conversando com famílias, estudantes, empresários da região, lideranças de comunidades, de modo que posamos envolver todos nesse processo, ouvindo suas necessidades e desejos, para que aconteça uma real mudança na política do nosso Estado. Precisamos nos unir e lutar pelo que acreditamos. Isso é possível.”, afirma.
 
Sobre ter o apoio do Deputado Ariosto Holanda, Yuri se diz honrado e com muitas responsabilidades. “Ele foi um dos grandes responsáveis por elevar o nome da nossa região e nós, como jaguaribanos, temos uma imensa gratidão pelo que ele fez não só em Russas e Limoeiro do Norte, mas em inúmeras cidades. Vamos realizar um trabalho sério, responsável, pois nossa missão é contribuir para melhorar a vida das pessoas da minha cidade e região”, ressalta.
 
Yuri Guerra ressalta que na Assembléia Legislativa trabalhará em defesa do desenvolvimento regional do Vale do Jaguaribe e de maneira muitos especial nas políticas públicas para juventude e na geração de empregos e oportunidades para todos. “O que todos precisamos é de oportunidades para crescermos e termos sucesso na nossa vida. Eu acredito que devemos lutar para que esses oportunidades cheguem para a nossa juventude. São eles quem vão transformar no futuro a nossa realidade”, finaliza.

15:37 · 14.07.2014 / atualizado às 15:37 · 14.07.2014 por
O ex-prefeito de Russas, Raimundo Cordeio, que pretende se candidatar a Deputado Estadual, foi um dos que teve o pedido de candidatura impugnado pela PRE. (Foto: Divulgação)
O ex-prefeito de Russas, Raimundo Cordeio, que pretende se candidatar a Deputado Estadual, foi um dos que teve o pedido de candidatura impugnado pela PRE. (Foto: Divulgação)

A corrida para ocupar uma cadeira no Legislativo Estadual não começou nada fácil para os ex-prefeitos das cidades de Russas, Limoeiro do Norte e Alto Santo, todos municípios do Vale do Jaguaribe. Isso porque a A Procuradoria Regional Eleitoral no Ceará (PRE/CE) finalizou a análise dos 768 pedidos de registro de candidatura apresentados ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Além do ex-prefeito de Russas, Raimundo Cordeiro de Freitas (foto), o ex-prefeito de Limoeiro do Norte, João Dilmar da Silva e o ex-prefeito de Alto Santo, Adelmo Queiroz de Aquino, também são citados na lista. Ao todo, 21 pedidos de candidatura foram impugnados pela Procuradoria.

Da análise dos pedidos, foram identificados 21 candidatos considerados inelegíveis, de acordo com a Lei da Ficha Limpa. Eles têm sete dias para contestar a impugnação. Após notificação por parte da Justiça Eleitoral, terão 72 horas para se manifestar no processo. Caso não o façam, o processo segue para o relator, que poderá negar o pedido de registro.

Além das 21 impugnações divulgadas, a PRE ainda pode encaminhar novos questionamentos da lista de 45 candidatos que deram entrada no TRE com o requerimento de registro individual após o dia 5 de julho.

 

Veja abaixo a lista de candidatos que tiveram pedidos de registros de candidatura impugnados:

 

1. Ana Paula Gomes da Cruz Napoleão – Desaprovação de contas pelo TCM

2. Antônio Roque de Araújo – Condenação por doação ilegal

3. Mirian de Almeida Sobreira – Condenação por doação ilegal

4. Francisco Carlos Macedo Tavares – Desaprovação das contas de Governo

5. Francisco José Teixeira – Desaprovação das contas de Governo

6. Eugênio Rabelo – Decisão judicial do TRF5 suspendeu os direitos políticos do candidato

7. Carlomano Gomes Marques – Captação ilícita de sufrágio

8. Elmano de Freitas – Prática de conduta vedada

9. Adelmo Queiroz de Aquino – Uso indevido de meios de comunicação em sede de investigação judicial eleitoral julgada procedente

10. George Lopes Valentim – Prática de conduta vedada

11. João Dilmar da Silva – Prática de conduta vedada

12. Francisco José Alves Guimarães – Captação ilícita de sufrágio

13. José Rocha Neto – Desaprovação de contas pelo TCM

14. Raimundo Dias Angelim – Desaprovação de tomada de contas especial pelo TCM

15. Augusta Brito de Paula – Duas desaprovações de contas

16. Raimundo Cordeiro de Freitas – Desaprovação de contas pelo TCM

17. Geraldo Gomes de Azevedo Filho – Desaprovação de contas pelo TCM

18. José Acélio Paulino de Freitas – Desaprovação de contas de Governo

19. José Macedo de Lima – Cinco desaprovação de contas pelo TCM

20. Marcos Robério Ribeiro Monteiro – Desaprovação de contas pelo TCM

21. Giovanni Sampaio Gondim – Desaprovação de contas pelo TCM

 

Com informações do Portal Ministério Público Federal no Ceará.

08:20 · 01.07.2014 / atualizado às 08:20 · 01.07.2014 por

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) obteve a condenação do ex-prefeito de Tabuleiro do Norte (CE) Maiard de Andrade por improbidade administrativa. Quando estava à frente da administração da cidade, Andrade deixou de apresentar prestação de contas da utilização de verbas federais e não repassou ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) valores descontados de servidores públicos.

Ao considerar procedente pedido do MPF, o juiz Gustavo Melo Barbosa, da 15ª Vara da Justiça Federal em Limoeiro do Norte, determinou que o ex-prefeito ressarça integralmente os cofres públicos dos prejuízos causados. O valor total ultrapassa R$ 13 mil – valores que ainda serão corrigidos. Andrade também foi condenado ao pagamento de multa, suspensão de direitos políticos por oito anos e proibição de contratar com o poder público por cinco anos. Quando não couber mais recursos no processo, ele também poderá perder função pública, caso ocupe alguma no momento. 

Entre os anos de 2002 e 2004, o ex-prefeito de Tabuleiro do Norte deixou de apresentar prestação de contas, o que fez com que o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) sequer tomasse conhecimento de dezenas de licitações promovidas pelo município. 

Já entre no período de 2001 a 2003, conforme demostram pareceres do TCM, o ex-gestor deixou de repassar ao INSS valores que tinham sido descontados na folha de pagamento de funcionários do município. Ao todo, R$ 10.861,77 deixaram de ser transferidos para a Previdência Social, o que equivale a 8,7% do que foi descontado dos servidores. 

 

 

Via, Assessoria de Comunicação Social 

do Ministério Público Federal no Ceará 

08:26 · 21.05.2014 / atualizado às 08:26 · 21.05.2014 por
Russas é um dos 20 municípios que estão sendo fiscalizados pelo TCM, no tocante à implantação de RPPS nas cidades cearenses. (Foto: Ellen Freitas)
Russas é um dos 20 municípios que estão sendo fiscalizados pelo TCM, no tocante à implantação de RPPS nas cidades cearenses. (Foto: Ellen Freitas)

Durante esta semana, 10 equipes de inspeção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) realizam fiscalização especial em 20 municípios do Ceará que implantaram Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS). O objetivo do TCM é estabelecer um quadro geral, atualizado, sobre o funcionamento e regularidade dessa atividade, uma vez que o fundo previdenciário é formado por contribuições dos servidores para pensões e aposentadorias.

No Ceará, atualmente 57 municípios dispõem de Regime Próprio de Previdência Social com lei aprovada pela Câmara de Vereadores. O trabalho em andamento está sendo desenvolvido em Amontada, Aracati, Aracoiaba, Beberibe, Boa Viagem, Canindé, Caucaia, Choró, Eusébio, Fortim, Icapuí, Ipueiras, Itapajé, Maranguape, Morada Nova, Palhano, Quixadá, Quixeramobim, Redenção e Russas.

Essas cidades foram inicialmente selecionados levando em conta critérios como volume de recursos em investimentos, despesas com pessoal, aposentadorias, pensões e dispêndio de natureza administrativa.

O TCM quer saber se nas Prefeituras tudo está de acordo com a legislação vigente ou se há necessidade de alguma ação corretiva. Para isso, será feita uma análise geral. A partir da implantação do RPPS, os municípios sacaram recursos que antes eram aplicados no Regime Geral da Previdência Social do INSS. O órgão de fiscalização quer analisar, também, se houve benefícios para os servidores e como o fundo está sendo gerido.

A implantação de RPPS nos municípios do Ceará tem gerado mobilização de servidores por meio de sindicatos e muitas denúncias de irregularidades na aplicação dos recursos, desvio de verba e de mau gerenciamento do sistema. Os funcionários são contrários à proposta e preferem permanecer no Regime Geral de Previdência Social por segurança, temendo a falta de recursos para a futura aposentadoria.

Matéria completa: TCM fiscaliza municípios que possuem Regime Próprio de Previdência Social

16:06 · 04.04.2014 / atualizado às 16:06 · 04.04.2014 por

IMG_0226

Limoeiro do Norte. Enquanto a população comemorava a entrega da Policlínica, um grupo de professores insatisfeitos da Fafidam (um dos campus da Uece) reivindicaram o cumprimento do acordo firmado entre professores e Governo antes do fim da última greve, que durou três meses. A imprensa cearense estava em peso e aguardava ansiosa a divulgação do governador, se renunciaria ao governo para apoiar Ciro ao Senado Federal, ou não.

Porém, Cid e Ciro evitaram falar sobre o assunto, dizendo apenas que a decisão estava indefinida. Em meio a seus discurso no palanque o Governador passou mal e foi levado de helicóptero ao HGF. O boletim médico informou que Cid teve uma indisposição (síndrome vasovagal)  motivada por uma queda de pressão arterial.

11:04 · 28.03.2014 / atualizado às 11:09 · 28.03.2014 por
Foto reprodução do relatório do MP sobre as investigações em Aracati.
Foto reprodução do relatório do MP sobre as investigações em Aracati.

O relatório resultado de uma investigação iniciada pelo Ministério Público do Ceará (MP), na promotoria de Aracati, contra a prefeitura deste município, vazou para a imprensa daquele município na manhã de hoje (28). No documento, que tratou de investigar irregularidades na folha salarial dos servidores, teriam sido constatadas a existência de servidores fantasmas, duplicidade de contratos, descumprimento de plantão e nepotismo. As informações estão circulando em diversos blogs e sites de Aracati, bem como compartilhadas nas redes sociais.

As investigações tiveram a frente os promotores de justiça Luiz Dionísio de Melo Júnior e Liduína Maria de Sousa Martins. Segundo com o que foi divulgado, o relatório teria apontado que pelo menos R$ 194 mil estariam sendo pagos todos os meses a servidores que se encontram em situação irregular. Ainda de acordo com o documento, a promotoria teria dado um prazo de 30 dias para que o prefeito de Aracati, Ivan Silvério, sanasse as irregularidades. Caso contrario, seria ajuizada uma ação contra o gestor.

A reportagem do Blog Diário Vale do Jaguaribe entrou em contato com a promotoria de Aracati e um funcionário informou que as informações são verdadeiras, mas que a promotoria não liberou o documento para imprensa e que o mesmo só foi entregue em mãos para o prefeito Ivan Silvério. O funcionário também ressaltou que o documento não tinha caráter sigiloso e que teria sido compartilhado por outras pessoas.

19:57 · 05.09.2013 / atualizado às 19:57 · 05.09.2013 por
9263dedb69fa3a94655f
Diante dos atos de vandalismo nas sessões, vereadores se recusam a participar da sessão desta quinta feira. (Foto Tv Russas)

Russas. Há muito tempo que o clima entre vereadores de oposição e situação esta quente na Câmara Municipal de Russas, ainda mais com a presença em massa da população (coisa que não se via em anos anteriores).

Dessa vez o povo resolveu participar (e atiçar) o debate no Legislativo local, no qual vem se tentando discutir e aprovar pautas e projetos para cidade, mas tudo acaba em bate boca entre os parlamentares.

Para oposição, os projetos chegam mal redigidos, com muitas falhas, sendo assim difíceis de serem aprovados. Para situação é falta de compromisso d os mesmos para com os anseios da cidade.

A última sessão, realizada dia 29 de agosto, foi marcada por empurra-empurra na saída dos vereadores e muito bate boca. Na sessão desta quinta feira, os oito vereadores de oposição assinaram uma nota explicando suas ausências na reunião, alegando falta de segurança, vandalismo e agressões físicas.

Os atos de excesso de populares, constatados pelos vereadores, dão conta da participação ativa de servidores contratados das secretárias de Educação, Cultura, Ação Social e Assessoria de Comunicação do município, tudo exposto em nota assinada.

O documento foi encaminhada ao presidente da Casa, Haroldo Torquato, com a assinatura dos vereadores Paulo Santiago, Raimundo Maia de Oliveira, Jorge Rodrigues,  Flávio Matoso, Marcos Estácio, João Paulo Moreira, Nathizael Gonçalves e Aécio Mendes.

10:20 · 25.05.2013 / atualizado às 10:20 · 25.05.2013 por
IMG_7143
Glauber é recebido por multidão em posse. Foto: Cristiano Ferreira

Morada Nova. Glauber Castro (PMDB) foi empossado como novo prefeito na manhã de ontem. Após decisão Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que acatou seu pedido de candidatura, o prefeito pode enfim assumir seu novo mandato.

Glauber havia vencido a disputa eleitoral do último pleito, com 49,94 dos votos válidos, superando o então candidato Vanderley Nogueira (PT). Porém, Glauber tinha seu pedido de candidatura negado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) estando também sub judice, desta forma seus votos não foram computados.

Após o TSE reconhecer seu registro de candidatura, Glauber pode ser diplomado e empossado. Uma multidão esteve presente na Câmara de Vereadores para acompanhar a diplomação do prefeito. O Comando Tático Rural (Cotar), foi acionado para conter os ânimos da multidão.

Glauber havia sido condenado pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJ), por prática de crime de responsabilidade no exercício de função pública, em um artigo do Decreto-Lei n° 201/1967. O TJ do Ceará o condenou a três anos e seis meses de prisão, porém ele recorreu da decisão junto ao STJ. Em julgamento, o ministro do STJ julgou o processo penal extinto em razão da prescrição da pena restritiva de liberdade. Tendo como base essa decisão, Glauber recorreu ao TSE para solicitar o deferimento de sua candidatura, sendo julgada no dia 16 de abril, concedendo o deferimento de sua candidatura


.

11:49 · 04.11.2012 / atualizado às 12:10 · 04.11.2012 por

O destino do concurso público de Russas levou dezenas de pessoas à Câmara de Vereadores Quarta feira passada (31). A principal preocupação dos aprovados no concurso realizado antes das eleições é se este será anulado ou não.

Alguns concorrentes que não foram aprovados fizeram várias denúncias e reclamações junto ao Ministério Público, alegando que de alguma forma foram prejudicados.
O promotor do município, no entanto, sugeriu que o atual gestor municipal revogasse o decreto que homologou o concurso, o que causou grande preocupação nos cerca de 640 candidatos aprovados.

Na câmara, o vereador Paulo Santiago usou da tribuna para expor seu ponto de vista sobre o caso, em defesa dos aprovados. Segundo suas observações não há nenhum fato ilegal que resulte na anulação do concurso. Sobre algumas falhas durante a realização do mesmo e sobre questões anuladas, ele citou como exemplo o último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado ano passado, em que várias questões vazaram antes da prova em algumas escolas do Ceará, e que mesmo assim a prova não foi anulada.

O debate continuará na próxima sessão ordinária, nesta segunda feira (5) a partir das 19h, na Câmara de Vereadores.

Você acha que o concurso de Russas deva ser anulado?