Busca

Categoria: Crack


06:15 · 22.11.2011 / atualizado às 06:15 · 22.11.2011 por

A Polícia Militar (PM) descobriu uma nova rota do tráfico de crack na Zona Norte do Ceará. A droga sai de Granja, passa por Camocim com destino a Jericoacoara. Esta rota tentou ser feita por Vágner Esmerino da Silva, de 27 anos. Ele foi pego pelo Batalhão de Policiamento Turístico de Jeri, ontem, em sua residência, em Jijoca de Jericoacoara, com 265 pedras de crack. No seu depoimento, Vágner revelou a rota. Ele é  natural de Camocim e informou que comprou a droga de um homem, em Granja, e ia vender em Jeri. Vágner está preso em Jijoca e responderá por tráfico de droga.

13:45 · 19.11.2011 / atualizado às 13:45 · 19.11.2011 por

Hoje, às 20 horas, no Centro de Convenções de Sobral, tem o show de Humor contra o Crack. O campeão do Festival de Piadas do Show do Tom 2011, Anderson Justos será o condutor do espetáculo. Toda renda do show será revertida para ações de combate ao crack em Sobral.

14:09 · 18.11.2011 / atualizado às 14:09 · 18.11.2011 por

Amanhã (19), às 20 horas, tem o II Humor Contra o Crack, no Centro de Convenções de Sobral. O show é uma promoção da Central Única das Favelas (Cufa-Sobral). Quem vai comandar o espetáculo é Anderson Justos, que foi campeão do Festival de Piadas do Show do Tom Cavalcante. Toda renda do show será destinada as ações contra o crack. Os ingressos antecipados estão a venda, no Centro de Convenções, a R$ 10,00.

07:54 · 15.11.2011 / atualizado às 07:54 · 15.11.2011 por

No próximo sábado, às oito da noite, a Central Única das Favelas (Cufa-Sobral) realiza o II Humor Contra o Crack, no Centro de Convenções Sobralense. Será um show com o humorista Anderson Justos, que  foi campeão do Festival de Piadas 2011 do Show do Tom. O ingresso vale R$ 10,00 e está com venda antecipada no Centro de Convenções, SOS Informática e loja Diamantes Lingerie. A renda do show será destinada às ações contra o crack em Sobral. Outras informações pelo fone: (88)3111.1858.

17:31 · 06.11.2011 / atualizado às 17:31 · 06.11.2011 por
A pedra de crack encontrada com o rapaz em Acaraú pesa um quilo e 55 gramas

A Polícia prendeu ontem, em Acaraú, um rapaz de 18 anos suspeito de tráfico de drogas. Com ele os policiais apreenderam uma pedra bruta de crack de um quilo e 55 gramas. A campana foi montada ao meio dia e meia, quando um inspetor da Polícia Civil entrou em contato com soldados do Ronda do Quarteirão, informando que viajava no mesmo ônibus que ele o rapaz suspeito. O inspetor estava monitorando o jovem desde a saída de Fortaleza até Acaraú. A Polícia fez buscas nas proximidades da Rodoviária de Acaraú e acabou prendendo o suspeito com a pedra enorme de crack numa mochila.

Ao prestar depoimento o rapaz disse que é natural de Fortaleza e que havia recebido a droga ontem de manhã, em Antônio Bezerra, em Fortaleza, Ele embarcou na Rodoviária de Antônio Bezerra às sete da manhã com destino a Acaraú.

Os primeiros levantamentos da Polícia apontam que o rapaz é genro de uma traficante, que sofreu tentativa de homicídio na última terça-feira (1) por conta de uma cobrança de dívida de droga.

O suspeito está detido na Delegacia Regional de Acaraú e será recolhido para a cadeia pública do Município. Ele será enquadrado no artigo 33 da lei 11343/2006, que versa sobre importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à venda, oferecer, ter em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente. A pena prevista para este tipo de crime é de reclusão de cinco a quinze anos.

10:42 · 30.10.2011 / atualizado às 18:05 · 30.10.2011 por
Sobralenses mobilizados contra o crack (foto de Wellington Macedo)

Cerca de 2 mil pessoas saíram em caminhada por Sobral contra o crack, na tarde e noite de ontem. Ao som de música gospel, os manifestantes com camisetas da campanha “Crack Tô Fora”, se mobilizaram na Caminhada. Eram taxistas, mototaxistas, empresários, escolas públicas, escolas particulares e famílias inteiras que alertaram para os efeitos nocivos da droga.

Puxada por um trio elétrico ao som da Banda Som e Louvor, a Caminhada teve um caráter de micareta. Ao final de quatro quilômetros, o evento foi encerrado, no Arco de Nossa Senhora de Fátima, com o testemunho do ex-traficante do Complexo de Favelas do Alemão, no Rio de Janeiro, Carlos Amaral.  Amaral largou o mundo das drogas, quando chegou a participar do Comando Vermelho do Rio de Janeiro, e virou evangelista. Amaral foi segurança de Ferdinando Beira Mar.

O documentário “A Epidemia do Crack em Sobral”, mostrando esta triste realidade, foi exibido antes da fala de Carlos Amaral, que revelou quais os meios encontrados por ele, para deixar o crime organizado e o consumo de drogas.

O presidente do Instituto Filadélfia, Wellington Macedo, organizador da Caminhada, chamou a atenção que em Sobral é crescente o índice de crimes devido ao consumo de crack entre crianças e adolescentes.

Wellington Macedo falou do projeto de construir em Sobral o maior centro de recuperação de usuários do crack e outras drogas e torná-lo modelo no Brasil, mas fala da necessidade de dispertar o interesse do poder público. “Nós temos um grande projeto e se o Governo do Estado, em parceria com o município e Governo Federal tiverem interesse, é possível sim construirmos um centro de recuperação para esses jovens, o custo chega a ser 50% mais barato que manter um presidiário, pois é este o destino do usuário do crack”. Macedo conta que todos os dias vem sendo procurado por dezenas de mães de usuários que procuram ajuda, logo na chegada a concentração do evento, foi abordado por dona Francisca Maria, mãe de uma jovem de 31 anos usuária do crack, uma cena chocante do desespero daquela senhora chorando pedindo um apoio e meio de recuperar sua filha. “Pelo amor de Deus, me ajude, eu não sei mais o que fazer com a minha filha que está morrendo no crack”, foram estas, algumas palavras durante o encontro da mãe com Macedo, organizador do movimento contra o crack em Sobral.

Macedo conta que ideia de realizar uma campanha surgiu depois de sofrer um assalto em dezembro de 2008. Sua filha de 13 anos também foi assaltada por dois adolescentes armados, a iniciativa de lançar a campanha veio com um pedido do procurador da Assembléia Legislativa do Ceará, Reno Ximenes.

Ciclismo

A próxima atividade da campanha está marcada para seis de novembro com um passeio ciclístico. O evento pretende reunir mil participantes contra o crack em Sobral com saída às oito da manhã do Arco de Nossa Senhora de Fátima, passando pelas principais ruas da cidade.

Combate

O comandante do Policiamento da Zona Norte, tenente coronel Gilvandro Oliveira da Silva, alerta para o envolvimento de crianças e jovens no mundo da criminalidade em Sobral:

– Cem por cento das últimas ocorrências policiais na Zona Norte envolvem, infelizmente, menores. Eles estão envolvidos no tráfico e consumo de drogas (principalmente crack); porte de armas; e lesão corporal”, informa.

O policial convocou para amanhã uma reunião para discutir o assunto: “Faço um alerta aos pais, ao Conselho Tutelar, à Prefeitura, ao Governo e as autoridades da Zona Norte para a necessidade de medidas preventivas. Para tanto estou convocando uma reunião para esta segunda-feira, que é feriado na Cidade, por conta das comemorações do Dia do Comerciário para que possamos encontrar uma solução para esta problemática”.

Segundo o Ministério Público em Sobral, nos últimos dez meses o índice de crimes e pequenos furtos, envolvendo adolescentes usuário do crack em Sobral já cresceu mais de 100%

17:27 · 26.10.2011 / atualizado às 17:27 · 26.10.2011 por
Presidente do Instituto Filadélfia, Wellington Macedo e o vocalista da Banda Som e Louvor, Jedson Aguia

“Crack, tô fora”. A campanha contra o crack, lançada em Sobral pelo Instituto Filadélfia a pouco mais de dois meses, vem ganhando força e adesão e agora vai realizar a primeira micareta gospel contra o crack no interior do Ceará. A mobilização está marcada para o próximo sábado (29), com concentração na fábrica Lassa, no bairro Sinhá Sabóia a partir das 15 horas.

Localizada na Zona Norte do Ceará, distante 240  quilômetros de Fortaleza, Sobral com aproximadamente 190 mil habitantes, já enfrenta sérios problemas com o crescimento no índice de crimes e consumo de drogas entre crianças e adolescentes, um documentário com depoimentos chocantes recentemente exibido pela Globo News, foi gravado em Sobral pelo Instituto Filadélfia, que tenta chamar a atenção da sociedade e poder público para os perigos que o consumo dessa droga está gerando e destruindo famílias inteiras neste município.

O presidente do Filadélfia, Wellington Macedo, informa que o documentário será exibido na íntegra, no final do percurso, previsto para acontecer no Boulevard do Arco de Nossa Senhora de Fátima.

A produção da campanha convidou o ex-traficante do complexo do alemão (RJ), Carlos Amaral, para palestrar, advertir e revelar os meios encontrados por ele, para deixar o crime organizado e o consumo de drogas.

A caminhada em forma de micareta, terá acesso gratuito e será puxada por um trio elétrico ao som da Banda Som e Louvor, camisetas da campanha serão distribuidas durante o percurso. Taxistas, mototaxistas, empresários, escolas públicas e particulares, famílias inteiras já se mobilizam para enfrentar o crack em Sobral neste final de semana, o evento tem o apoio do Governo do Estado.

07:33 · 26.10.2011 / atualizado às 07:36 · 26.10.2011 por

Sobral realizará, no próximo sábado, a Caminhada “Crack, Tô Fora”, com previsão de reunir 15 mil pessoas. A coordenação da campanha participou segunda-feira (24), do programa Paz e Amor, da TV Diário com a apresentadora Suzy Valério. A campanha lançada em Sobral tem feito um trabalho preventivo e de conscientização aos perigos do crack. O trabalho tem repercutido a nível nacional com o documentário “a epidemia do crack em Sobral” já exibido pela Globo News na quarta-feira (19).
O ponto alto do movimento de enfrentamento ao crack em Sobral, no Norte do Ceará, será uma grande caminhada contra o crack no próximo sábado 29, a mobilização será em forma de micareta puxada por um trio elétrico ao Som da Banda Gospel, Som e Louvor, a concentração será às três da tarde, em frente a fábrica Lassa, no bairro Sinhá Sabóia. A previsão é que o protesto siga a partir das quatro da tarde até o Boulevard do Arco de Nossa Senhora de Fátima, onde será exibido o documentário gravado em Sobral. No próximo seis de novembro um passeio ciclístico pretendo reunir mil participantes contra o crack em Sobral e deverá sair do Arco às oito da manhã