Busca

Categoria: Energia Eólica


12:40 · 02.12.2011 / atualizado às 12:40 · 02.12.2011 por
Em sua 205ª Reunião Ordinária, realizada ontem, na sede da Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Ceará (Semace), em Fortaleza, o Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) aprovou, por unanimidade, a instalação de dois complexos eólicos, totalizando sete parques, nos municípios de Paraipaba e Amontada.
O Complexo Paraipaba será composto por quatro centrais geradoras eólicas (CGE). A Alcântara contará com 12 aerogeradores, a Ipanema com 15, Potengi com 14 e Columbi apenas cinco. Já o Complexo Amontada, irá conter três parques. O Palmas e o Ribeirão terão cada um dez aerogeradores e o Ilha Grande possuirá 15.
Ao todo, os sete parque eólicos produzirão 162 MW, visto que cada aerogerador tem uma potência de 2 MW. O projeto dos dois complexos receberam elogios dos conselheiros em virtude de escolherem terrenos localizados em áreas de tabuleiros pré-litorâneo, um pouco mais afastados da faixa de praia, evitando a instalação dos empreendimentos em dunas.
Além dos dois complexos, os conselheiros do Coema aprovaram com 17 votos a favor e apenas uma abstenção a ampliação de uma bovinocultura em Iguatu, de interesse da empresa Agropecuária Chapada do Moura Ltda, em Iguatu. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Semace).
10:20 · 22.11.2011 / atualizado às 10:20 · 22.11.2011 por

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Ceará (Semace) estará presente em Ibiapina, na próxima sexta-feira (25), às nove da manhã, na Fazenda Jaburu (Agroserra), para audiência do processo de licenciamento ambiental de um projeto de geração de energia eólica da empresa Novae Energies Brazil Geração de Energia LTDA. Tratam-se das centrais geradoras eólicas (CGE) Agro-Serra I, II, III, IV, V e VI as quais possuem 11, 10, 12, 10, 8 e 8 aerogeradores respectivamente, com capacidade entre 18,4 e 27,6 megawatts.  Às três horas da tarde, de sexta-feira (25), uma audiência será realizada na Fazenda Veado Seco, em Tianguá sobre outro projeto da Novae Energies. Dessa vez a apresentação será referente às CGEs Veado Seco I e II, as quais terão capacidade instalada de 27,6 megawatts cada, através da operação de 12 aerogeradores, e da CGE Veado Seco III, que terá capacidade instalada de 23 MW, através da operação de 10 aerogeradores. Os empreendimentos ainda estão em fase de aquisição de licença prévia.  (Com informações de Luanna Patrícia, da Assessoria de Comunicação da Semace – Twitter: @semace – Facebook: semace.gov

12:04 · 19.11.2011 / atualizado às 12:07 · 19.11.2011 por

Tianguá e Ibiapina vão ganhar projetos de geração de energia eólica. Audiências públicas para posterior liberação ambiental por parte da Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Ceará (Semace) estão marcadas para a próxima sexta-feira (25), às nove da manhã, na Fazenda Jaburu, em Ibiapina; e às três da tarde, no Sítio Veado Seco, em Tianguá. Os dois projetos são tocados pela Novae Energies Brazil Geração de Energia Ltda.

00:30 · 19.11.2011 / atualizado às 00:30 · 19.11.2011 por

Na próxima segunda-feira (21), acontecem duas audiências públicas do processo de licenciamento ambiental presididas pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Ceará (Semace) sobre complexos eólicos no Estado. A primeira delas será em Paraipaba, às nove da manhã, na Capela de Nossa Senhora da Conceição situada em Calumbi II, Zona Rural. O projeto é de interesse da Central Geradora Eólica (CGE) Alcântara Ltda e, além dela, é composto por outras três: Calumbi, Ipanema e Potengi. Ao todo serão 46 aerogeradores com potencial nominal de 2000 KW.

Às quatro da tarde de segunda, outra audiência será realizada pela Semace, na Escola Eudes dos Santos Melgaço, localizada na comunidade de Rodela, em Amontada. Na ocasião, será apresentado o projeto formado pelas CGEs de Ilha Grande, Palmas e Ribeirão, o qual também dá nome a empresa responsável pelo complexo. A primeira central está projetada para possuir capacidade instalada de 30 megawatts, produzida através de 15 aerogeradores. Cada uma das demais terão 10 aerogeradores e capacidade de 20 megawatts.

Na terça-feira (22), a Usina Termelétrica Endesa Fortaleza II, a ser instalada no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), também passará pela fase de audiência pública do processo de licenciamento ambiental. O evento acontece às 18h30, na Quadra poliesportiva da Escola Euclides Pereira Gomes ( Rua Marcionília Sampaio – Centro do Distrito de Pecém, em São Gonçalo do Amarante). O projeto da empresa Endesa, como os das eólicas, busca adquirir licença prévia (LP), a qual aprova a viabilidade ambiental do empreendimento, mas não permite o início das obras. Antes da construção, a usina ainda terá que concorrer à leilão para concessão de energia elétrica e possuir a licença de instalação da Semace.

Em todos os casos, as audiências servirão de subsídio para elaboração de parecer técnico da Semace que será levado ao Conselho Estadual de Meio Ambiente (Coema) para apreciação e votação dos conselheiros. Os projetos aprovados pelo colegiado terão publicada resolução em Diário Oficial do Estado (DOE), o que permitirá a emissão da licença prévia.

(Com informações da Assessoria de Comunicação da Semace-Luanna Patrícia)