Busca

Categoria: Meruoca


19:47 · 13.12.2016 / atualizado às 13:48 · 23.12.2016 por
Alcântaras, Serra da Meruoca-CE; moradores dividem opinião sobre assombração de mulher que chora (Foto: Marcelino Júnior).
Alcântaras, Serra da Meruoca-CE; moradores dividem opinião sobre assombração de mulher que chora (Foto: Marcelino Júnior).

Alcântaras- Localizada na Serra da Meruoca, a cerca de 56 quilômetros de Sobral, no Norte do Ceará, a cidade de Alcântaras, encravada num pequeno vale de rochas antigas, guarda uma história de arrepiar que, segundo alguns moradores, atravessou o tempo e ainda se mantém forte no imaginário de seus quase 11 mil habitantes. A lenda urbana da ‘Mulher Chorona’ teria iniciado muitos anos depois de um fato ocorrido em meados do século 20, que mexeu com a pequena sociedade local e depois ganhou ares de conto de assombração, o que mantém as conversas de final de tarde, nas calçadas da cidade, bem animadas. Uns dizem que a viram, outros que ouviram os choros, seguidos de lamentos; mas a verdade é que ninguém foi olhar de perto para constatar que se tratava de alguma alma penada.

Alto da Gruta, em Alcântaras guarda história de fantasma (Foto: Marcelino Júnior)
Alto da Gruta, em Alcântaras, guarda história de fantasma (Foto: Marcelino Júnior)

Romance

Se, ao longo dos anos, tal assombração tem tirado o sono de algum morador de Alcântaras, por outro lado, pessoas dizem que a história não passa de brincadeira para assustar as crianças, ou algum visitante desavisado, que pernoite pela cidade. De acordo com o professor e historiador Bertoni Vasconcelos Diogo, os relatos que atravessaram o tempo são muito ricos quando se leva em consideração o poder da oralidade entre as pessoas, aquela maneira de passar adiante os acontecimentos históricos, ou não, numa determinada comunidade. Sempre curioso em saber mais sobre essa figura fantástica, o professor iniciou uma pesquisa, que resultou em um livro. De acordo com ele, “na verdade, se trata de um romance proibido, com fim trágico, que teve início no idos do século vinte, quando a sociedade era bem mais conservadora. Essa jovem de família tradicional teve um relacionamento com um homem simples, morador de um sítio, aqui das redondezas. O romance não foi aprovado pelos parentes, que a proibiram de estar com o rapaz”, afirmou o professor.

Desprezo

Além da negativa da família sobre a relação do dois, o destino traçaria um futuro cruel para a jovem e seu bebê, fruto daquela paixão proibida. A jovem, que teve o nome proibido de ser mencionado à época, pelos familiares poderosos, foi abandonada pelo jovem e desprezada pelos pais, ao saberem da gravidez. Ainda de acordo com Bertoni, “ela teve a criança sozinha, num local próximo a uma gruta, e com depressão pós-parto, assassinou o bebê. A partir daí, a tradição oral passou a dizer que após a morte dela, essa jovem passou a vagar, pagando essa penitência. Há relatos de gente que diz ouvir uma voz pela gruta, sempre à noite, pedindo clemência”, afirma.

Professor Ebertoni Vasconcelos buscou ajuda dos moradores mais antigos para escrever sobre a 'Mulher Chorona'.
Professor Bertoni Vasconcelos Diogo buscou ajuda dos moradores mais antigos para escrever sobre a ‘Mulher Chorona’.

Lenda Urbana

Para completar o ar de mistério, o escritor diz que a jovem vagou solitária pela cidade, até morrer de desprezo. De acordo com a professora Tereza Laís Aguiar, que nasceu em Alcântaras, “eu cresci ouvindo essa história da Chorona e posso dizer que tinha muito medo, quando criança. Os mais velhos diziam que ela vagava pelas ruas à noite, sempre lamentando a morte do filho. Eu acho que essa história vai continuar passando de geração a geração. Acho interessante, faz parte daqui do lugar”, disse.

Dona Verônica, que mora aos pés da gruta, diz que escuta todo tipo de barulhos dos casais mais afoitos, mas nunca ouviu choro, nem viu nehum fantasma.
Dona Verônica, que mora aos pés da gruta, diz que escuta todo tipo de barulho dos casais mais afoitos, mas nunca ouviu choro, nem viu nenhum fantasma.

Ponto turístico

O Alto da Gruta, lugar de onde se tem uma bela vista da cidade e onde a história da ‘Chorona’ teve seu desfecho trágico, hoje é um espaço de visitação pública, por acomodar uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes e servir de ponto de encontro de vários casais, que buscam um namoro mais apimentado, como afirma a dona de casa Verônica Magalhães, que diz ouvir todo tipo de gemido, menos o choro de uma alma penada em busca de perdão. “Daqui de casa dá para ouvir todo tipo de barulho dos casais que sobem a gruta para namorar, mas choro de assombração eu nunca ouvi. Se um dia essa jovem existiu, a história dela morreu com ela, com certeza”, afirma dona Verônica, em quanto rega as roseiras do jardim de casa, a poucos metros da escadaria da gruta.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo whatsApp 88 9 9659-4083.

21:19 · 26.05.2013 / atualizado às 07:44 · 28.05.2013 por
A Prefeitura da Meruoca divulgou oficialmente as atrações nacional e regional do X Festival de Inverno da Meruoca, que estarão se apresentando nos dias 30, 31 e 1° de junho.

Sobral. Programado para acontecer dias 30 e 31 de maio e 1 de junho, o Festival de Inverno da Serra Meruoca chega a sua décima edição mantendo a tradição dos famosos festivais competitivos do Brasil, que tiveram seu início e ápice na década de 1960, mas nos anos posteriores, foram pouco a pouco perdendo a visibilidade.

Sua fórmula agrega um festival competitivo de música, onde 20 artistas selecionados de todo o país, participam de duas eliminatórias, sendo que oito seguem para a final.

Além do festival competitivo, o X Festival de Inverno da Serra da Meruoca, uma realização da Prefeitura Municipal de Meruoca através da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Juventude em parceria com a Associação Cultural Solidariedade e Arte – SOLAR e apoio cultural do Sesc, promove uma vasta programação de shows, com artistas de renome nacional e regional.
Confira a Programação completa:

Palco Sesc  –   Dia 30

21h – WILLIAN RODRIGUES     
02h30 – FÁBIO CARNEIRINHO

Palco Reriús  – Dia 30
23h – FESTIVAL COMPETITIVO DE MÚSICA
01h – ADELSON VIANA E  MANASSÉS            

Palco Sesc   –   Dia 31
21h – FLAVIA COELHO
02h30 – WALDONYS

Palco Reriús – Dia 31
23h – FESTIVAL COMPETITIVO DE MÚSICA
01h – ELBA RAMALHO E CHICO PESSOA

Palco Sesc  – Dia 01
21h – FULÔ DA AURORA
02h30 – BANDA REITE

Palco Reriús – Dia 01
01h – LÉO JAIME             
04h – ÍTALO E RENO

 

Fonte: Ascom

16:48 · 06.03.2012 / atualizado às 16:48 · 06.03.2012 por

Plano Estratégico de Turismo da Meruoca terá hoje à noite reunião no Ytacaranha Hotel de Serra. Os grupos articuladores com a participação do Sebrae se encontram para discutir o Plano que tem execução até 2014.

13:23 · 09.02.2012 / atualizado às 13:26 · 09.02.2012 por
Os casarões são atrativos na Meruoca

Que as belezas exuberantes da Serra da Meruoca são atrativos para o Turismo ninguém tem dúvida. Mas como fazer valer essa natureza tão nativa e bonita para um turismo sustentável? É essa a resposta que o Plano de Desenvolvimento do Turismo da Meruoca para 2012-2014 está apontando. O Plano feito a quatro mãos foi apresentado hoje, no Ytacaranha Hotel, com a presença de seus idealizadores e autores.

As metas do Plano são ousadas, mas um ponto é destacado por todos. Meruoca não pode ser turístico se não houver a preocupação com a sustentabilidade da serra. Este item é destacado no Plano que tem o Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) como indutor maior. O Plano ganha o apoio da Prefeitura, dos empresários e dos moradores de Meruoca.

Batizado de Plano Estratégico do Turismo para Meruoca para 2012-2014, a ideia do prefeito Francisco Antônio Fonteles é que muito precisa ser feito para tornar o município um atrativo turístico sustentável. “Não obstante as ações já empreendidas desde a década anterior e na atual havemos de concordar que muito ainda precisa ser feito, e que há necessidade de um estímulo ainda maior em termos de recursos externos, a fim de que o Poder Público Municipal e o empreendedorismo local possam sincronizar a ideia de que o Turismo se oferece como estratégia viável para consolidar a Meruoca como um excelente polo”, diz o prefeito.

Para o prefeito, o ponto de partida é a estruturação da cidade. Logo em seguida vem a promoção das potencialidades de modo a despertar a atração externa de turistas. “Temos a convicção e o Plano de Turismo mostra isso que dentro da cadeia de pontos turísticos tem que haver o esforço coletivo de seus segmentos”.

Segundo Francisco Fonteles, Meruoca está atenta na preparação de suas potencialidades, onde se destacam o sítio histórico composto de sobrados, casarões, igrejas e belezas naturais. “Com o Plano conhecemos as estratégias que podem consolidar nossa região como polo turístico. O Plano nos anima a mudar o quadro social e econômico de nossa região, a partir de um maior engajamento e adoção de políticas públicas voltadas para o Turismo”, salienta o prefeito.

O analista do Sebrae-CE, Hugo Macário de Brito Pinheiro, que participou da elaboração do Plano, lembra que ele não é o final do processo e sim o início de uma jornada onde o maior desafio não está em planejar, mas sim no esforço de realizar as ações alcançando concretizar os objetivos descritos no Plano.

Os principais objetivos apontados no Plano são melhorar os acessos aos distritos, revitalização das praças dos distritos, construção de novas praças nas localidades, construção de equipamentos turísticos; promoção de eventos turísticos; promoção de projetos esportivos; efetivação de projetos culturais; e qualificação profissional.

Com base nesses objetivos o Plano indica que deverá haver um marketing de relacionamento; mais competitividade; mais consumidores e menor êxodo rural na Meruoca. O Plano aponta que a visão de futuro representa o estado desejado pelos atores do setor para revertendo a situação atual em estágios mais favoráveis, onde a melhoria das condições de trabalho do setor, aumento da geração de renda, mais qualidade e competitividade dos negócios, causarão impactos positivos que beneficiarão o Turismo na Meruoca.

O empresário Paulo Emílio, que tem um investimento na Meruoca, o complexo turístico Monte Olimpo, acredita que o Plano caso seja implantado vai alavancar o desenvolvimento da cidade. Para ele, o Plano é ótimo e foi feito por profissionais competentes. “O que precisamos é executar este Plano com melhores acessos aos distritos e melhorias urbanas, como praças e equipamentos esportivos”, cobra.

A secretária de Turismo, Cultura, Esporte e Juventude de Meruoca, Ana Carina Santos, garante que o que depender do Poder Público o Plano dará certo. “O Plano propõe um trabalho consistente nas áreas de infraestrutura, capacitação, promoção e diversificação dos produtos turísticos, assegurando assim a oferta de equipamentos culturais e programação contínua, além da melhoria aos acessos, estruturação e sinalização”, cita Carina Santos. Para ela o Plano se concretizando vai fazer com que os principais atrativos de Meruoca sejam indutores de um turismo de natureza agregado ao turismo cultural, de forma a respeitar e dar ênfase aos valores e fazeres culturais dos meruoquenses.

09:15 · 07.02.2012 / atualizado às 09:15 · 07.02.2012 por

O Plano Estratégico do Turismo para Meruoca será apresentado na próxima quinta-feira, às nove da manhã, no Ytacaranha Hotel de Serra. Na ocasião será apresentado também o grupo Gestor do Plano que tem vigor de 2012 a 2014. O Plano é fruto de uma parceria entre Prefeitura de Meruoca, Sebrae, sociedade civil e iniciativa privada.