Busca

Categoria: Senador Sá


18:53 · 23.01.2017 / atualizado às 20:11 · 23.01.2017 por

chart-1Sobral- De acordo com as previsões da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), as previsões para o restante do dia de hoje,23, haverá nebulosidade variável com chuva em todas as regiões cearenses. A ocorrência de chuvas deverá se repetir em todas as regiões do Estado, ao longo de todo o dia da terça-feira, 24, ainda segundo os prognósticos da Funceme, resultados dos dados coletados às 16h56 de hoje.

Maior incidência

Dos 139 postos informados, 99 registraram a incidência de chuva, sendo Acopiara, o município mais banhado (74.0 mm); seguido de Senador Sá (57.6 mm), no Norte do Estado; Morada Nova (46.6 mm); Itatira (33. 4 mm); Quixelô (33.0 mm); Baixio (30.0 mm); além de Cariré (30.0 mm), Reriutaba (30.0 mm), Varjota (29.2 mm), e Groaíras (24.9 mm), também na região Norte, que fecham a lista dos dez municípios de maior aporte de chuvas do dia. Ao todo, 76 municípios cearenses registraram precipitações.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo whatsApp 88 9 9659-4083.

16:32 · 02.01.2012 / atualizado às 16:32 · 02.01.2012 por

A madrugada do primeiro dia de 2012 foi marcada por um fato criminoso nesta cidade da Zona Norte do Estado, a 270 quilômetros de Fortaleza. Por volta das duas e 20 minutos da madrugada de primeiro de janeiro, quando populares comemoraram a entrada do ano, encontraram um feto de cerca de quatro meses, medindo 27 centímetros, na saída da sede de Senador Sá para o distrito de Salão. O feto estava enrolado num pano, no pé de cerca de estrada. Os moradores resolveram convocar a Polícia, que começou a investigação até descobrir que a mãe colocou o feto na encruzilhada  acreditando que assim ele chegaria mais rápido ao céu.
O destacamento policial de Senador Sá formado pelo major Assis, sargento Nascimento e  cabo Nazareno recolheu o feto e convocou a Pericia e o Rabecão que o levou para o Instituto Médico Legal de Sobral (IML) . As primeiras investigações da Polícia apontam que a mãe tentou enterrar o feto na encruzilhada  por questões religiosas. Segundo a Polícia Militar (PM), a mãe, em depoimento, disse que a criança dela “só iria para o céu se não fosse enterrada em um cemitério”. O feto foi retirado pela mãe do hospital, onde nasceu morto na tarde do último dia de 2011, sábado passado.
A mãe em novo depoimento, hoje, confessou ter mandado enterrar o feto na encruzidilha. O depoimento foi prestado á delegada de Camocim, Nayana Barbosa. A delegada abriu processo contra a mãe e cabe a Delegacia de Camocim encaminhar as investigações para a Justiça. “No seu depoimento a mãe disse que uma criança pagã não podia ser enterrada no cemitério e por isso para ir para o céu teve que mandar sepultar o feto fora do cemitério”, revela a delegada. Nayana Barbosa espera que a mãe apresenta o atestado de óbito, que comprove o que ela está dizendo: que houve aborto clínico. “Caso ela não comprove isso pode ser detida por crime de aborto provocado por ela ou por terceiros”, afirma a delegada de Camocim.