Busca

Categoria: VC Reporter


08:27 · 27.10.2016 / atualizado às 09:09 · 27.10.2016 por

Camocim- Por volta das 19h00 da quinta-feira (26)  detentos da cidade de Camocim realizaram uma rebelião, tudo deu inicio quando  um agente e um policial foi atender um pedido de socorro dentro da cela

a6cc2576-a433-4bb8-978f-ca4014a7c8c3
Invasão da Policia/FOTO: Você repórter

. Ao se aproximarem os detentos tentaram atingir o agente com uma barra de ferro. O agente e o PM conseguiu sair do local rapidamente e então deu início a rebelião.

Uma parte deles quebraram as grades e em pouco tempo a maioria estavam fora das celas. Vários colchões foram empilhados e queimados provocando um incêndio dentro da prisão. O carro pipa e os guardas municipais também estiveram no local  para conter o fogo.
Policiais militares de Camocim, de Barroquinha, Chaval e do Batalhão de Divisas fizeram o cerco no entorno da cadeia bem com ocuparam a parte externa.
Fugas- Uma parte dos presos  fugiram por um buraco no pátio interno, subiram nos telhados das residências e lojas de todo quarteirão e jogaram pedras e telhas nos policiais e até nos curiosos que tentavam se aproximar do local. Alguns dos presos que conseguiram fugir foram logo recapturados, cerca de cinco. Houve invasão dos detentos em algumas casas do quarteirão, o que causou pânico nos moradores. Para fazer com que os presos recuassem, os policiais tiveram que disparar vários tiros de advertência,c om a ameaça de invasão, os detentos enfim pediram para negociar e exigiram a presença do Juiz, no entanto não foi possível a presença.
O administrador da cadeia o Tenente Coronel Artunane Aguiar,especialista em Gerenciamento de Crises, fez a negociação com os líderes da rebelião.  Os detentos  libertaram os reféns e atenderam a ordem por volta das 21h50, houve a invasão dos policias e não teve necessidade do uso da força,  alguns detentos afirmaram para os policiais que não haviam aderido a rebelião. Das seis celas, quatro delas ficaram totalmente destruídas, inclusive sem grades.
Colabore com o Blog Zona Norte pelo whatsApp 88 9 9659-4083.
10:51 · 04.09.2013 / atualizado às 10:51 · 04.09.2013 por

Candidatos que precisam fazer a prova teórica para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) chegam de madrugada na sede do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Ceará em Itapipoca, a 130 km de Fortaleza, com o objetivo de driblar a superlotação da unidade.

Apesar de chegarem cedo, nem todos usuários conseguem ser atendidos no mesmo dia. FOTO: VCRepórter.

A sede regional do órgão atende a 23 municípios e funciona de 8h até 15h. Entretanto, a prova teórica, realizada na sede do Detran, é aplicada apenas até 11h30, fazendo com que pessoas de outras cidades não consigam ser atendidas no mesmo dia e tenham que voltar ao local mais vezes.

Laerte Gonzaga mora no distrito de Canaã, no município de Trairi, e afirma que precisou chegar antes do sol nascer para conseguir ser atendido na unidade regional do órgão. “Quando cheguei, já encontrei uma fila enorme na porta do prédio. Algumas das pessoas que estavam ali chegaram 4h da manhã”, relata o leitor, que mandou a sugestão de pauta pelo VC repórter, instrumento de interação da Redação Web do Diário do Nordeste . “Quase desisti. Só fui atendido depois das 14h”, assevera.

(mais…)