Busca

Categoria: Zona Norte


18:53 · 22.01.2018 / atualizado às 19:12 · 22.01.2018 por
Ipu-CE; perícia avalia danos causados a Áreas de Proteção Ambiental, no Norte do Estado (Foto: Sema).

Ipu- A Secretaria do Meio Ambiente (Sema), coordenadora do Programa de Prevenção, Monitoramento, Controle de Queimadas e Combate aos Incêndios Florestais (Comitê Previna), realizou a perícia dos incêndios florestais ocorridos na Área de Proteção Ambiental (APA) da Bica do Ipu, na região Norte do Estado. A investigação foi coordenada pelo articulador das unidades de conservação, Leonardo Borralho e por João Rafael Muniz, ambos da Coordenadoria de Biodiversidade (COBIO).

Perícia

O trabalho realizado entre os dias 15 e 18 último contou com o apoio do Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) de Sobral. Entre os objetivos da perícia está o cálculo da área atingida pelos incêndios e a indicação do local de origem dos mesmos para que os danos causados ao meio ambiente, por meio dessa prática, sejam responsabilizados, tanto na esfera administrativa quanto criminal.

Laudos

O próximo passo da Sema é a elaboração de laudos periciais de investigação de incêndios florestais para encaminhamento à Semace e ao Ibama para a lavratura dos autos de infração e o envio do relatório com as infrações observadas. Além da perícia, a ação do BPMA em Ipu rendeu apreensão de pássaros silvestres criados irregularmente em cativeiro e prisão por porte de arma e apetrechos de caça em unidade de conservação.

Esta foi a primeira perícia de incêndios florestais realizada em Unidades de Conservação Estaduais formalmente criadas conforme a Lei Federal Nº 9985/2000. A última perícia havia sido realizada por técnicos do IBAMA em 2010, no então chamado Parque Ecológico do Cocó, na época, ainda não criado como Unidade de Conservação, o que veio a ocorrer em junho do ano passado, por meio do Decreto Estadual Nº 32.248/2017.

Definição

O incêndio florestal é o fogo sem controle que incide sobre qualquer forma de vegetação, podendo tanto ser provocado pelo homem (intencional ou negligência), quanto por uma causa natural. Provocar incêndio em mata ou floresta é um crime ambiental previsto no art. 41 da Lei Federal 9.605/98. Quem pratica esse ato intencionalmente pode ter como pena reclusão de dois a quatro anos e multa.

Efeitos do fogo

Entre os diversos efeitos nocivos de um incêndio estão a perda da fertilidade do solo e da sua produtividade, a partir da segunda colheita; a redução da matéria orgânica que cobre o solo; perda da capacidade que o solo possui para armazenar água; morte de plantas e animais; a interferência negativa na qualidade de nascentes, olhos d’ água e rios; o agravamento de doenças respiratórias, como bronquite e asma, causados pela fumaça e a fuligem; além do aumento da temperatura ambiente, alteração na formação de nuvens e interferência nos ciclos das chuvas.

Em caso de incêndio

Ligue 193 – Corpo de Bombeiros

Denuncie

0800 275 2233 – Disque Natureza (Semace)

Colabore com o blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

11:59 · 17.01.2018 / atualizado às 11:59 · 17.01.2018 por

Sobral- A Polícia Militar continua em diligências, na busca de informações que levem à captura de dois homens que assaltaram, na tarde dessa terça-feira, 16, uma van que faz o trajeto Groaíras- Sobral, na região Norte. De acordo com relatos de um dos passageiros, que preferiu manter o nome em sigilo, os assaltantes, ainda sem paradeiro, pilotavam motos, “quando abordaram o transporte na altura do distrito Salgado dos Machados, nas proximidades da Cadeia Pública de Sobral. Todos fomos obrigados a entregar os pertences, sob a ameaça de revólver, enquanto o outro comparsa dava cobertura”, disse.

Ação

Ainda, segundo o relato, “eles disseram para ninguém encará-los. Em pouco tempo, eles levaram tudo: dinheiro, celulares, outros pertences, enfim, foi um arrastão. De acordo com o motorista, que também preferiu ter o nome preservado, “eles não foram violentos, mas levaram até a chave da van. No final, a gente fica desorientado. Depois do ocorrido, a Polícia Militar esteve no local. Tivemos a informação que a mesma dupla havia assaltado um ônibus escolar. A situação está bem difícil nessa rota. Vez ou outra a gente ouve relatos de assaltos”, lamenta o motorista.

O telefone de contato do comandante da Polícia Militar em Sobral, cel. Assis Nascimento, esteve fora de área por toda a manhã. A informação repassada é que ele estava em diligências.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

18:30 · 09.01.2018 / atualizado às 18:31 · 09.01.2018 por

Sobral- A Secretaria de Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (Secjel) e o Instituto Escola De Cultura, Comunicação, Ofícios e Artes (ECOA) divulgam a publicação do edital ‘Blocos Pré-Carnaval’, com o objetivo de credenciar projetos, visando o apoio aos blocos de rua do Verão Sobral – Férias e Pré-carnaval 2018.

Incentivo

Os interessados deverão apresentar os documentos exigidos neste edital, até o dia 12 deste mês, na Diretoria de Ação Cultural e Cidadania do Instituto ECOA, localizado na Travessa Adriano Dias, 135, Centro, no horário de funcionamento do instituto (de 8h às 12h e 14 às 17h). Serão incentivados, por este Edital, 15 projetos de blocos de rua, sendo: 10 blocos fixos e 5 blocos itinerantes. Os grupos fixos serão apoiados com o valor bruto de R$ 1.500, e os itinerantes, com R$ 3.500.

Itinerário

O Pré-carnaval, realizado nos dias 14, 21 e 28 de Janeiro (domingo), passa pelo Circuito Ecoa\Margem Esquerda\Praça da Câmara Municipal\Igreja da Sé e Largo das Dores. As atividades iniciam com bailes de concentração e o lançamento do bloco Matracas do Acaraú, com a participação de músicos, instrumentistas, artistas de circo e de teatro de Sobral, que contam histórias de diversos personagens que povoam o imaginário da cidade, como Luzia Homem, Diabo do sereno, Chica Fulepão, Cazuza, e João de “Apole”. Leia o Edital completo, no endereço: http://bit.ly/2lkBqLE. Confira a ficha de Inscrição: http://bit.ly/2C8Rgnd.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

 

 

19:17 · 04.01.2018 / atualizado às 19:24 · 04.01.2018 por

Sobral- Para incentivar a doação e aumentar o estoque de sangue, o Poder Público do município de e Marco, em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemoce- Sobral), realizará no próximo dia 17 deste mês, a partir das 8h, mais uma edição da campanha de doação de sangue, na Escola Manuel Osterno Silva.

De acordo com “o secretário de Saúde, Alex de Castro, “a ideia é incentivar a doação de sangue, para aumentar o estoque do Hemocentro de Sobral, antecipando a possibilidade de baixa no estoque durante o período de férias e Carnaval, para isso estamos contando com o apoio da Paróquia São Manuel, na pessoa do padre Raimundo Nonato Timbó, bem como a mobilização dos nossos agentes comunitários de saúde”, explica o secretário.

Doação

Para ser um doador de sangue, é necessário estar saudável, bem alimentado, ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos e apresentar um documento de identificação oficial com foto. Os menores de idade devem apresentar o termo de consentimento, disponível no site do Hemoce, assinado pelos pais ou responsável legal, além de anexar a cópia de documento oficial com foto do representante legal.

Serviço

Campanha de Doação de Sangue

Data: 17 de janeiro (quarta-feira)

Horário: a partir das 8h

Local: Escola Manuel Osterno Silva (Av. Deputado Neves Osterno, 631 – Centro)

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 99659-4083.

11:52 · 04.01.2018 / atualizado às 11:52 · 04.01.2018 por

Itapajé- O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Itapajé, na região Norte, propôs Ação Civil Pública (ACP) Inibitória combinada com pedido de antecipação de tutela contra o município, representado pelo prefeito Raimundo Dimas Araújo Cruz. O motivo foi o atraso no pagamento do salário dos servidores municipais. Na petição inicial, a promotora de Justiça Valeska Catunda Bastos informa que, no dia 18 de dezembro, diversos servidores compareceram à sede da Promotoria e, por meio de um termo de declarações assinado por diversos servidores efetivos, informaram que nenhum servidor havia recebido o salário do mês de novembro e que não havia previsão do pagamento. A ação do MP foi ajuizada no dia 19 de dezembro

Atraso

Além da situação dos servidores, havia informações nas redes sociais de que os terceirizados estariam com atraso no pagamento de, aproximadamente, três meses, mas a Promotoria não havia recebido qualquer denúncia formal sobre este caso. O MPCE, então, questionou o município, por meio de ofício, sobre o pagamento dos salários dos funcionários terceirizados. Em resposta, o gestor confirmou o atraso no pagamento do salário dos terceirizados, alegando inúmeras dificuldades econômicas, que seriam reflexo do desequilíbrio entre as muitas atribuições dos municípios e os poucos recursos oriundos da União.

Sem previsão

O município possui 1.800 servidores, com cerca de 60% efetivados. O ofício encaminhado pela administração municipal informa, inclusive, que o pagamento do mês de outubro ocorreu no dia 12 de dezembro, mas, apesar de afirmar que estaria se organizando para pagar os salários atrasados, a Prefeitura não deu uma previsão de quando isso deveria ocorrer. “Diga-se que a mora no pagamento dos vencimentos dos servidores públicos não encontra justificativa, uma vez que o município vem percebendo normalmente os repasses que lhe cabem constitucionalmente”, expõe a representante do MPCE na petição inicial.

Repasse

Demonstrativos de distribuição de repasses no Portal do Banco do Brasil mostram que no mês de dezembro foram creditados junto ao município de Itapajé a importância de R$ 3.719.979. Ainda, segundo a promotora, “a conduta irregular está causando, também, sério dano à economia local, pois o comércio está em desequilíbrio pela falta de pagamento das dívidas feitas pelos servidores, além disso, em pouco tempo, como consequência natural dos fatos, ferirá o princípio da continuidade do serviço público, uma vez que serviços essenciais como educação e limpeza paralisarão”, ressalta Valeska Catunda Bastos.

Pagamento

Diante de todas essas questões, a promotora de Justiça requer que o município pague, no prazo de 48 horas da decisão judicial, todos os vencimentos atrasados de seus servidores, comprovando tal fato, no mesmo prazo, sob pena de multa diária no valor de R$ 10.000; penalidade que deve incidir sobre o patrimônio pessoal do prefeito, sem prejuízo do possível cometimento de crime de desobediência. Além disso, para prevenir novos atrasos, ela solicita que seja fixada multa diária no valor de R$ 10.000, a ser imputada ao prefeito, caso não sejam pagos, a partir da decisão, todos os servidores de Itapajé, até o 5º dia útil de cada mês posterior referente ao mês trabalhado.

Sem recursos

De acordo com o prefeito Raimundo Dimas, “o município ainda não foi notificado pelo Ministério Público sobre o ajuizamento de nenhuma ação referente ao atraso de pagamento dos servidores. Eu soube dessa informação pelas redes sociais. Mas digo que, a exemplo da maioria dos municípios brasileiros, Itapajé não tem recursos para pagar integralmente seus servidores. Mas, dentro de um planejamento, já pagamos a primeira parcela do 13º em julho e a segunda em novembro. Por conta dos repasses suprimidos do governo federal, estamos passando por esse sufoco financeiro. Em relação aos pagamentos, concluímos outubro, e trabalhamos agora para pagar parte de novembro, mas ainda sem data prevista. Teríamos que pagar dezembro, até essa sexta-feira (5), mas não temos recursos”, afirma o prefeito, que aguarda a notificação da Justiça.

Bloqueio

Caso as multas não sejam suficientes para o cumprimento das obrigações requeridas, persistindo a inadimplência dos vencimentos dos servidores por mais de dez dias, Valeska Catunda Bastos requer que seja determinado o bloqueio de 60% das transferências constitucionais (Fundo de Participação dos Municípios, Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, Imposto Territorial Rural, Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, Imposto sobre Operações Financeiras e Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), “valores que devem ficar destinados exclusivamente ao pagamento dos servidores municipais”, ressalta a promotora.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

14:17 · 02.01.2018 / atualizado às 14:25 · 02.01.2018 por
Igreja Matriz de Cariré-CE; moradores de Cariré terão obras realizadas nos setores de cultura, esporte e turismo (Foto: Divulgação).

Cariré- A população de Cariré, na região Norte do Ceará, inicia a semana com a notícia da garantia de mais de R$ 4 milhões em investimentos para este ano. O primeiro deles é o convênio celebrado entre o Ministério da Cultura e o município, para execução do projeto de implementação do Centro Cultural, visando a incrementação da cultura da cidade, quando serão investidos R$ 2 milhões para a construção do espaço.

Transporte

Outro convênio firmado, com garantia do repasse de novos recursos, foi com o Fundo Nacional de Saúde que vai destinar 5 ambulâncias para Cariré, num total de R$ 400 mil reais em investimentos. Além disso, o município vai contar com outros 5 veículos de transporte de pacientes, por meio de recursos próprios e parceria com o Estado, totalizando 10 ambulâncias. Dessas, 3 já foram entregues. Em fevereiro, o município receberá mais duas vans para a Saúde. Cariré também terá à disposição da população, 5 consultórios odontológicos (R$ 125 mil de investimentos).

Lazer

A Praça Elisio Aguiar, localizada no Paço Municipal, considerada o coração da cidade, também vai passar por uma reforma. Isso se deve a parceria entre a prefeitura e o Ministério do Turismo, que liberou um recurso de R$ 487.500, para a reforma da praça, proporcionando mais lazer, a um dos pontos de encontro mais procurados pelos moradores. Sua valorização contribui para o desenvolvimento social e cultural da cidade.

Esporte

Por fim, serão investidos para este ano, 750 mil reais em um convênio com o Ministério do Esporte para o desenvolvimento do projeto Cariré em Movimento, que promete mobilizar os desportistas da cidade. De acordo com Elmo Aguiar, prefeito de Cariré, “esse investimento vai ajudar no fortalecimento das atividades esportivas no município, principalmente as corridas e caminhadas, a serem realizadas durante o ano”, reforça e finaliza o prefeito, “estes convênios surtirão efeito positivo no desenvolvimento do município”.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

09:57 · 02.01.2018 / atualizado às 09:57 · 02.01.2018 por

Sobral- Os moradores de Sobral, na região Norte, vão receber, até o final deste novo ano de 2018, de acordo com o Poder Público, a implantação do novo transporte coletivo do município. A estrutura contará com linhas urbanas, terminal regional de transporte, pontos de parada, e rotas distritais. A proposta do projeto é inserir, também, o sistema de bicicletas compartilhadas, com extensão do número de ciclovias e ciclofaixas, além da integração tarifária de todos estes modais com Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT).

Rede

De acordo com a secretária do Urbanismo e Meio Ambiente, Marília Ferreira Lima, “o nosso objetivo principal é que Sobral tenha uma mobilidade mais sustentável, coletiva e integrada. A proposta é que essa nova forma de mobilidade cause impacto bastante positivo para os próximos 20 anos, e é claro, correspondendo às necessidades dos cidadãos”, enfatiza, a secretária.

Segundo o diretor executivo da empresa responsável pela elaboração do Plano de Mobilidade Urbana de Sobral (PlanMob), Davi Moglionne, “ a rede de transporte coletivo de ônibus deverá conter sete linhas que irão conectar todos os bairros com o Centro da Cidade. Além disso, essa rede de transportes irá alimentar o VLT. E o mais importante, é que permitirá que a população acesse qualquer ponto da cidade, realizando somente um transbordo”, afirma Moglionne.

Linhas

As linhas de transporte urbano serão divididas entre linha 1 (Gerardo Cristino de Menezes); Linha 2 (Sinhá Saboia); Linha 3 (Domingos Olímpio); Linha 4 (Expectativa); Linha 5 (Renato Parente); Linha 6 (Sumaré); Linha 7 (Pedrinhas). Com as novas linhas de ônibus, o Poder Público espera que o município tenha maior demanda e eficiência em termos de mobilidade. De acordo com o PlanMob), cerca de 38 mil pessoas deverão utilizar, por dia, o novo sistema coletivo, o que representa mais do triplo do contingente de passageiros da atual demanda.

Pontos de parada

Dentre as estratégias do PlanMob, está prevista a implantação de 130 pontos de paradas, sendo esses locais acessíveis, com banco e informações sobre as rotas (mapas) e horários do serviço. O Plano de Mobilidade também visa, por meio da integração tarifária, garantir o acesso da população à rede de transporte público com menor custo possível para usuários. A integração será entre os diversos modais, tais como transporte coletivo de ônibus, o VLT, as linhas intermunicipais e a bicicleta compartilhada, que implantada no Centro e nos bairros Campo dos Velhos, Parque Silvana e nas universidades, com 72 estações, num total de 360 bicicletas espalhadas por esses pontos.

Compartilhamento

Ainda, de acordo com Davi Monglionne, “com o compartilhamento de bicicletas iremos reduzir os congestionamentos, melhorar a qualidade do ar, aumentar o alcance dos sistemas de transporte de massa, melhorar a acessibilidade geral, além de atrair novos ciclistas, gerando investimentos na indústria local”, ressalta o responsável pela elaboração do Plano de Mobilidade de Sobral.

Rotas interurbanas

A proposta do projeto é que as rotas de acesso do transporte interurbano sejam ligadas diretamente ao novo Terminal Regional de Transporte Complementar, que será construído na antiga Estação Ferroviária, minimizando o impacto na rede viária de Sobral. O projeto prevê a utilização das perimetrais Norte (em construção) e sul (BR 222), até a conexão com a Avenida Ermírio de Moraes e entrada no Terminal Regional. Ao todo, serão seis rotas distritais: Aracatiaçu-Taperuaba; Caioca-Patriarca; Patos-Caracará, Jordão, Bonfim e Rafael Arruda- São José do Torto- Aprazível- Recreio-Jaibaras.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

17:39 · 22.12.2017 / atualizado às 17:42 · 22.12.2017 por
Vila de Jericoacoara, onde trabalhadores da construção civil foram resgatados por ‘trabalho escravo’ (Foto: Marcelino Júnior).

Jericoacoara- Auditores fiscais da Superintendência Regional de Trabalho do Ceará (SRT-CE), juntamente com integrantes da Procuradoria do Trabalho e agentes de Polícia Federal, encontraram dois trabalhadores em situação análoga à de escravo, na construção de uma pousada na Vila de Jericoacoara, no município de Jijoca de Jericoacoara, Litoral Oeste cearense. Eles trabalhavam como pedreiro e servente, e faziam parte de um grupo de 23 outros trabalhadores que atuavam nas obras.

Irregularidades

De acordo com o que foi observado pelos agentes, “os trabalhadores foram encontrados em péssimas condições de vida e trabalho, vítimas de irregularidades trabalhistas e enfrentando grave e iminente risco de vida. Eles dormiam precariamente no próprio local de trabalho, em redes armadas sobre os entulhos e restos de material da construção em um dos quartos da futura pousada. Todos trabalhavam na mais completa informalidade, sem carteira de trabalho assinada”, constataram. Também foi observado que bebiam água retirada diretamente das torneiras, sem qualquer processo de filtragem ou purificação, em copos coletivos, o que os expunha a riscos de contaminação e a doenças infectocontagiosas.

Perigo

Ainda, de acordo com o a situação encontrada na obra, o banheiro era bastante precário, sujo, desprovido de papel higiênico, escuro, sem energia elétrica, com vaso sanitário sem tampo. Não havia local adequado, tanto para o preparo, quanto para o consumo de refeições, o que faziam em pé ou sentados sobre os escombros. Foram também constatadas diversas irregularidades que levavam a uma situação de extremo perigo para a segurança dos trabalhadores, como instalações elétricas precárias, com gambiarras e fiações expostas, com risco permanente e iminente de choques elétricos e incêndios, quadro agravado pela inexistência de extintores, entre outras irregularidades que acarretaram o embargo total da obra.

Infrações

Os trabalhadores eram submetidos a condições de vida e de trabalho que afrontavam a dignidade do ser humano e que caracterizava situação de trabalho degradante, um dos tipos de trabalho análogo à de escravo, prevista no art. 149 do Código Penal Brasileiro. Todos os profissionais resgatados receberam as verbas rescisórias pagas pelo empregador, que também arcou com as indenizações morais pelo dano causado. As vítimas, de acordo com a Justiça Trabalhista, receberão um Seguro Desemprego especial. Durante a ação, foram lavrados mais de 40 autos de infração pelas irregularidades encontradas pela Fiscalização do Trabalho.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

10:37 · 19.12.2017 / atualizado às 10:37 · 19.12.2017 por
BR-222, Sobral-CE; acidente entre dois caminhões deixou uma vítima fatal (Foto: PRF).

Sobral- Continuam em estado grave as duas vítimas do acidente de trânsito ocorrido, por volta de 1 hora da madruga desta terça-feira (19), na BR 222, no quilômetro 232, nas proximidades do distrito de Aprazível, município de Sobral. A colisão envolveu um caminhão carregado de frutas e uma carreta que transportava cimento, que se chocaram.

O condutor do caminhão de frutas, Antônio José da Costa, morreu no local. Os passageiros que seguiam com Antônio, identificados como Alan Júnior Gomes Barbosa (34) e Cleusa Maria de Sousa (40), ficaram gravemente feridas, sendo socorridas para o hospital Santa Casa de Sobral, onde permanecem seguem em avaliação. O hospital não detalha o estado de saúde das vítimas.

Acidente

O motorista do caminhão de cimento, Leandro Aguiar do Nascimento, de 37 anos, que não sofreu nenhum ferimento, permaneceu no local até a chegada da equipe da Polícia Rodoviária Federal, que atendeu a ocorrência. O local da batida continua isolado, nas duas faixas, sendo improvisado um desvio pelo pátio de um posto de combustíveis, para facilitar o fluxo de veículos. De acordo com informações colhidas pela PRF, o caminhão de frutas era conduzido no sentido Serra da Ibiapaba- Sobral, quando, ao chegar nas proximidades do Posto Jaburuna, teve sua passagem cortada pelo outro caminhão, que acessava a BR, no sentido contrário (Sobral-Serra da Ibiapaba) e foi atingido na traseira.

Investigação

De acordo o policial David Breno, chefe da 4ª Delegacia da PRF, “ainda não tem como responsabilizar alguém pelo acidente, tendo em vista que os resultados da perícia devem ser aguardados. Como o motorista que transportava cimento não evadiu-se do local do acidente, sendo ouvido no Posto da Polícia Rodoviária Federal, o mesmo foi liberado. Cabe agora à Policia Civil os trabalhos de investigação sobre as causas da colisão”, adiantou.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

11:46 · 18.12.2017 / atualizado às 11:46 · 18.12.2017 por
Sobral-CE; novo efetivo reforça ações de segurança em Sobral por meio da Uniseg (Foto: Luiz Queiroz).

Sobral Em pleno funcionamento, desde a manhã do último sábado (16), a Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) de Sobral pretende ser a resposta aos anseios da população sobralense por mais segurança. O objetivo é unir as forças do Estado, aproximando-as cada vez mais da população. A Uniseg é uma estratégia de segurança desenvolvida no âmbito do Pacto por um Ceará Pacífico do Governo do Estado.

Estrutura

A cerimônia de instalação da Unidade realizada na Praça da Coluna da Hora, no Centro da cidade, contou com a participação do governador Camilo Santana e do prefeito Ivo Gomes (PDT), além de moradores, que foram conferir a chegada da quinta Uniseg inaugurada no Ceará, e a primeira instalada no interior. A cidade recebeu, no início de dezembro, 214 novos policiais militares que compõem o efetivo da unidade. Além destes, outros 31 homens foram transferidos para a Uniseg. Assim, a unidade conta com um efetivo total de 245 policiais que atuam, exclusivamente, na sede do município. A Uniseg de Sobral conta com 10 viaturas modelo Duster, 10 motocicletas com 300 cilindradas e uma base móvel.

Estatísticas

De acordo com levantamento da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a nova estratégia de segurança tem apresentado números satisfatórios na capital. O exemplo é a primeira unidade instalada no Bairro Vicente Pizón, em Fortaleza, que levou a uma queda de quase 70% em homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, quando comparado ao ano de 2015, antes da implantação, no ano seguinte. Já os roubos tiveram uma redução de quase 35%, afirma o levantamento.

Expectativa

Para a estudante Jaiane Silveira, a presença da polícia na rua eleva a sensação de segurança. “Em todas as praças que você andar, em Sobral, você vai encontrar pelo menos três policiais e isso deixa a gente mais segura”, afirma. A sensação tem sido a mesma para o professor Mauro Matos. “Eu caminho à noite pela cidade para dar minhas aulas e vejo a polícia em atividade parando (suspeitos), fazendo revistas e isso deixa a gente mais seguro”, confirma.

Apoio

O reforço policial nas ruas de Sobral começou a ser implementado no início de dezembro, com a realização de operações no Centro e nos bairros da periferia da cidade. Durante essas ações, os policiais realizam busca de armas e drogas e checam as placas de veículos e os nomes de pessoas suspeitas. Para o governador, somente os investimentos em reforço policial “não vão resolver os problemas da segurança, é preciso trabalhar a prevenção”, reforça e complementa. “Aqui, nós vamos ter um conjunto de ações com areninhas, urbanização de praças, iluminação, pavimentação em parceria com o município. A parceria com a Prefeitura no acompanhamento dos nossos jovens e crianças é a grande política (de segurança) que nós devemos fazer”, conclui o governador.

Comitê Municipal de Segurança

Outra importante ação, já em atividade, é o trabalho da instalação do comitê deliberativo do Ceará Pacífico em Sobral, que tem o objetivo de juntar representantes da Prefeitura, Tribunal de Justiça, Ministério público, polícia, defensoria pública e universidade para dialogarem e firmarem compromisso na missão individual de cada parceiro no combate à violência.

Ações

De acordo com Ivo Gomes “todos nós sabemos que a impunidade é a mãe da criminalidade. Nós precisamos punir a bandidagem, prender a bandidagem e mantê-la presa. Para isso, nós precisamos da polícia civil que faz o inquérito, elucida os homicídios, indicia as pessoas e depois encaminha para o Ministério Público, que precisa checar se o inquérito está bem feito para depois oferecer denúncia ao poder judiciário, que julga os bandidos”, disse.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.