Busca

Tag: Cultura


08:40 · 23.05.2015 / atualizado às 08:40 · 23.05.2015 por

6736d8dfbab5942982bb5b2f65df73bc
Programação para a última semana de Maio

Dia 23/05 (sábado)

17h – Programa ECOAR: Espetáculo infantil “Benjamin e o Circo” – Cia Mais Caras de Teatro (Fortaleza/CE)                                                       
Acesso: R$4,00 (inteira) e R$2,00 (meia)
Classificação: Livre
 
Dia 24/05 (domingo)
17h  Programa ECOAR: Espetáculo “Pratativando”– Cia Mais Caras de Teatro (Fortaleza/CE)
Acesso: R$4,00 (inteira) e R$2,00 (meia) 
Classificação: Livre
 
Dia 26/05 (terça-feira)
19h30min – Programa ECOAR/Projeto Instrumental – Grupo The ThirdFusion (Sobral/CE)
Acesso: Gratuito   
Classificação: Livre
 
 Dia 27/05 (quarta-feira)
8h e 14h – Programa ECOAR: O Teatro Rumo a Escola, a Escola Rumo ao Teatro Espetáculo Mãe D’Água – Grupo Ânima de Teatro de Bonecos (Fortaleza-CE)
Acesso: Gratuito   
Classificação: Livre
 
Dia 28/05 (quinta-feira)
19h30min – Programa ECOAR/Projeto Instrumental – Grupo JazzMin (Sobral/CE)
Acesso: Gratuito   
Classificação: Livre
 
Dia 29/05 (quinta-feira)
14h – Festival Municipal do Prêmio Peteca
Acesso: Gratuito   
Classificação: Livre
 
Dias 30 e 31/05 (sábado e domingo)
17h – Espetáculo “Cinderela” – Ballet Kyara Quintela (Sobral/CE)
Acesso: R$12,00 (inteira) e R$6,00 (meia)
Classificação: Livre

 

12:19 · 14.04.2015 / atualizado às 12:19 · 14.04.2015 por

POETICA DA CIDADEO encontro, realizado pela Escola de Cultura, Comunicação, Ofícios e Artes (Ecoa) , reunirá em Sobral, entre os dias 15 e 17 de abril, urbanistas, arquitetos, sociólogos e artistas, que irão debater a interferência da arquitetura na vida das pessoas e no cotidiano das cidades, com o objetivo de propor um novo olhar. A solenidade de abertura, marcada para as 16h da próxima quarta-feira (15), contará com o pronunciamento do secretario das Cidades do Ceará, Ivo Ferreira Gomes.

Já no primeiro dia, o engenheiro e arquiteto Sylvio Podestá (MG), falará sobre a dimensão simbólica da arquitetura na cidade. Além de professor universitário e projetista, o mineiro é sócio diretor da AP Cultural, editora de livros e revistas de arquitetura, design e meio ambiente.

A programação contará, ainda, com palestrantes como a pós-doutora Lilian Amaral (SP); o diretor executivo da Casa Lúcio Costa e diretor da Escola da Cidade, Ciro Pirondi (SP); do secretário de Segurança Urbana de Recife, Murilo Costa, autor do livros ‘As lições de Bogotá e Medellín, Murilo Cavalcanti. No último de dia (17) programação, o evento trará as palestras ‘Direito e Cidade’, e ‘Política e Cidade’, que será ministrada pelo Prefeito Veveu Arruda, no Centro de Educação a Distancia, a partir das 16h.

Em paralelo com as aulas, a programação do evento será composta também pelo lançamento do livro ‘Diário de Viagem’ e a Exposição ‘Desenhos’ do renomado arquiteto e artista plástico, Campelo Costa.

O seminário integra a programação do Projeto Encontros Criativos – A Poética da Cidade” do Programa de Formação de Plateias e Indústria Criativa (Ecoar). A iniciativa do Instituto ECOA conta com aporte financeiro do Governo do Estado do Ceará, através da Casa Civil, e da Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo.

 

Serviço:

Seminário Poética da Cidade
Local: Centro de Educação a Distância- CED – End. Rua Iolanda Barreto, 317, Derby Clube
Data: 15,16 e 17 de Abril de 2015
Confira a programação completa no blog.sobral.ce.gov.br

 

Inscrições: 
Ecoa – End. Travessa Adriano Dias de Carvalho, 135 – Centro – Sobral – Ce – (Atrás do Restaurante Popular) ou no próprio local de realização do seminário.
Horário: 8h às 18h
Tel.: (88) 3111. 1661

09:54 · 04.04.2015 / atualizado às 09:54 · 04.04.2015 por
Image-0-Artigo-1828244-1

As atividades fazem parte do projeto “O Teatro rumo à escola, a escola rumo ao teatro”, do Programa de Formação de Plateias e Indústria Criativa (Ecoar)
FOTO: ALEX COSTA

Sobral. A Escola de Cultura, Comunicação, Artes e Ofícios de Sobral (Ecoa), por meio do Projeto Ecoar, vem modificando o dia a dia dos alunos de escolas públicas em Sobral. Com diversos programas ligados ao teatro, os estudantes vêm tendo suas primeiras experiências com artes cênicas desde a última terça feira (31/03).

Exercícios de memorização, expressão vocal, corporal, interpretação e musicalidade fizeram da oficina de contação de histórias, ofertada aos alunos da rede municipal de Sobral, um momento especial.

As aulas foram ministradas pelos integrantes da Companhia Catirina, com o objetivo de proporcionar aos alunos, integrantes do projeto Amigos da Leitura, vivências práticas e lúdicas sobre o ofício do contador de histórias.

Essas atividades fazem parte do projeto “O Teatro rumo à escola, a escola rumo ao teatro”, do Programa de Formação de Plateias e Indústria Criativa (Ecoar). A iniciativa do Instituto Ecoa conta com aporte financeiro do governo do Estado do Ceará, por meio da Casa Civil, e da Prefeitura de Sobral, pela Secretaria da Cultura e Turismo.

Dentro do projeto, estão inclusas, ainda, idas de oito peças de teatro para dentro das escolas, e logo depois, a ida dos alunos para oito espetáculos dentro do Theatro São João, num projeto de interação.

Para o aluno da 5ª série, Junior Teixeira, essa foi a primeira vez que ele teve a oportunidade de assistir uma peça. “É divertido. Não parece com a televisão. Eles estão pertinho da gente”, avaliou.

Quanto à oficina, ele afirma ter sido a parte mais divertida. “Foi uma brincadeira de faz de conta. Nos divertimos muito, principalmente quem era mais tímido, que acabou fazendo parte da brincadeira também”.

Já a estudante Katia Nascimento, disse que teve muita vergonha, mas também gostou. “Eu fiquei com medo de não saber, mas a professora disse que estávamos aqui para aprender, então fui tentando e foi legal”.

Projeto Ecoar

As ações do Ecoar buscam atender jovens em formação inicial e a formação de multiplicadores, para qualificar profissionais que já atuam na área criativa, como professores e profissionais liberais. Desta forma, o programa, que tem apoio do governo do Estado do Ceará e da Prefeitura, busca o incremento da economia criativa e uma dinâmica cultural. Isso favorece a ampliação do público apreciador das manifestações artístico-culturais.

O Ecoar – programa de formação de plateia e indústria criativa – é composto de oito projetos: Sobral Ecoa Música (Instrumental, Solistas, Porto do Som Brasil e Ecoa Rock), Ecoa Mostra de Cinema, Ecos Visuais (exposições de artes plásticas), Ecoa encena (Terças no Teatro, O Teatro rumo à Escola e a Escola Rumo ao Teatro e Quinta com Dança), Escola de Dança, Ensinarte (cursos e oficinas), Encontros Criativos “A poética da cidade” e Edição Histórias de Sobral (publicação e lançamento de dez livros). O programa é realizado de 24 de novembro de 2014 a 30 de julho de 2015.

Para o presidente do instituto Ecoa, Roberto Galvão, o contato com a experiência artística é enriquecedora e cria no universo das crianças, novas visões, possibilidades e horizontes.

“Nossa missão é possibilitar que a criança tenha um contato com a criação artística. Isso alarga toda a possibilidade cognitiva, e auxilia nas demais disciplinas. Queremos abrir esse leque de experiências sensitivas, arte-educativas e de preferência socioeducativa, para que ela leve e seja capaz de levar essas coisas para a família e despertar esse interesse no âmbito familiar”, explica Galvão.

Mais informações:
ECOA
Rua Dr. Carlito Pompeu, 116, Centro Sobral – Telefone: (88) 3614-8684

17:25 · 03.03.2015 / atualizado às 17:40 · 03.03.2015 por

O Prefeito Veveu Arruda e uma comitiva de secretários acompanharam, na última quinta-feira (26), a primeira exibição teste do equipamento de audiovisual do Planetário de Sobral, realizada pela equipe responsável pelo projeto. Em uma película de aproximadamente dez minutos de duração, o grupo teve a oportunidade de vistoriar o funcionamento da estrutura, que tem previsão de inauguração pra maio deste ano.


De acordo com Veveu, a adição do planetário aos outros equipamentos de astronomia, além de enriquecer a educação no município, também irá possibilitar uma experiência com a ciência mais atrativa e prazerosa. “Além do forte potencial educacional, o planetário é também uma opção de lazer, que atrairá e beneficiará não só Sobral, como toda a Região Norte”, afirmou o Prefeito.

 

 

Localizado na Praça do Patrocínio, ao lado do Museu do Eclipse, o Planetário de Sobral conta com um projetor planetário e um projetor digital, ambos da fabricante alemã Carl Zeiss .  O equipamento tem uma cúpula de projeção de 10 metros de diâmetro e terá 84 assentos, sendo dois para cadeirantes. A obra está sendo executada pela Prefeitura do Município, em parceria com o Governo do Estado do Ceará, que investiram cerca R$ 4 milhões na construção e na aquisição de maquinário.

A função do planetário é simular em condições fidedignas o céu visto da Terra a olho nu, em qualquer latitude ou época do ano. “O Planetário de Sobral também será capaz de projetar qualquer tipo de imagem, como filmes e demonstrações de viagens ao espaço. Terá natureza cultural e educacional”, explica Emerson de Almeida, coordenador do Museu do Eclipse.

Juntamente com o Museu do Eclipse e o Observatório Astronômico Henrique Morize, instalado no Museu, o Planetário irá compor o Centro de Estudos e Pesquisas das Ciências de Sobral

10:37 · 08.12.2014 / atualizado às 10:37 · 08.12.2014 por

10689634_668741869891734_9096293888634719144_nExposição “Memórias da Casa, Memórias da Rua” fica aberta à visitação na Casa do Capitão-Mor até julho de 2015. 
Está aberta à visitação na Casa do Capitão-Mor a Exposição “Memórias da Casa, Memórias da Rua”. A exposição, aberta em 21 de outubro, apresenta painéis com depoimentos de antigos moradores e frequentadores da Casa do Capitão-Mor e de antigos moradores do entorno da Praça da Sé. A mostra também reúne fotografias e outros registros relacionados às transformações que porque passou o local ao longo do tempo, retratando aspectos da história de Sobral.

A exposição ficará aberta até julho de 2015 e faz parte das ações da Casa do Capitão-Mor no campo da Museologia Social e Educação Patrimonial, como forma de promover as expressões da história e da cultura local. Cerca de 300 pessoas já visitaram a mostra, entre grupos de escolas, estudantes de Arquitetura (INTA) e História (UVA).

A exposição conta com recursos do Prêmio Pontos de Memória do Ministério da Cultura e Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM). As visitas são gratuitas e podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h. As visitas de grupos devem ser agendadas na Casa do Capitão-Mor. Saiba mais: (88) 3611-1236.