Busca

Tag: Embrapa Caprinos e Ovinos


08:39 · 10.09.2018 / atualizado às 08:39 · 10.09.2018 por
Embrapa Caprinos e Ovinos, Sobral- CE; animais serão leiloados no próximo sábado, 15 (Foto: Marcelino Júnior).

Sobral– A Embrapa Caprinos e Ovinos realizará, no próximo dia 15, às 9 horas, o leilão de animais na sua sede, na Fazenda Três Lagoas, rodovia CE-179, km 4), em Sobral, onde serão disponibilizados para a venda 112 animais, entre caprinos, das raças Anglo Nubiana, Canindé, Moxotó e Saanen, e ovinos das raças Morada Nova, Santa Inês e Somalis. Os animais serão divididos em 27 lotes.

Lotes

Segundo o médico veterinário Alexandre Monteiro, analista da Embrapa Caprinos e Ovinos, “os animais, pertencentes ao rebanho da empresa, estão todos em condição sanitária ideal, com vacinação e vermifugação em dia. Os lotes são, prioritariamente, destinados a abate, sem registro genealógico. A aquisição se dará pelas ofertas de maior valor”, adianta o veterinário.

Pagamento

De acordo com a Embrapa, pode participar do leilão, qualquer pessoa física ou jurídica, que possua identidade (CPF ou CNPJ). Os animais arrematados poderão ser pagos à vista (em dinheiro, pagamento de Guia de Recolhimento da União ou cheque, conforme as condições do Edital), ou mediante o pagamento da caução de 20% sobre o valor do lance vencedor, com o pagamento dos 80% restantes, até 21 de setembro de 2018.

Embrapa Caprinos e Ovinos, Sobral- CE; animais já poderão ser avaliados a partir do dia 13 (Foto: Marcelino Júnior).

Avaliação

Os animais destinados ao leilão poderão ser vistos na sede da Embrapa Caprinos e Ovinos, a partir do dia 13 de setembro, durante horário de expediente da Unidade, 7h30 às 16h30. Os preços dos lotes variam de R$ 196,50 a R$ 909,00, de acordo com a quantidade de animais e suas características. Para mais informações, acesse o Edital, ou entre em contato com a Embrapa Caprinos e Ovinos, pelos telefones (88) 3112.7419 e ( 88) 3112.7470.

Para acessar o Edital: https://www.embrapa.br/documents/1355090/0/Edital+n%C2%BA+01+Leil%C3%A3o+2018/69aa5915-21e5-791d-a92f-09ad5a32da33

Para acessar o Anexo com os lotes de animais: https://www.embrapa.br/documents/1355090/0/Anexo+Edital+n%C2%BA+01+Leil%C3%A3o+2018/1771a403-6687-0b82-f7a1-567464909d0e
Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

 

 

 

16:56 · 06.06.2018 / atualizado às 16:56 · 06.06.2018 por
Embrapa Caprinos e Ovinos, Sobral-CE; Dia de Campo reúne criadores de ovinos e caprinos em busca de soluções viáveis para alimentação do rebanho no semiárido (Foto: Marcelino Júnior).

Sobral- Garantir a oferta de alimento aos rebanhos no semiárido, especialmente nos períodos secos. Este foi o assunto que mobilizou 134 pessoas, entre produtores rurais, técnicos, estudantes e gestores públicos, ao participarem do Dia de Campo sobre Segurança Alimentar para os Rebanhos do Semiárido, realizado pela Embrapa Caprinos e Ovinos, nessa quarta-feira (6), na sede da Empresa, em Sobral, na região Norte do Estado. Os participantes, vindos de 15 diferentes municípios, conheceram alternativas de forrageiras adaptadas ao semiárido, oportunidades de plantio em consórcio, técnicas para produção e silagem, além de ferramentas para auxiliar no planejamento e reserva alimentar, como o aplicativo de Orçamentação Forrageira e o Serviço de Assessoria Nutricional Remota para pequenos ruminantes (AssessoNutri).

Produtividade

Entre os participantes, em sua maioria, provenientes da agricultora familiar, Ana Paula Duarte, de Aracatiaçu, distrito de Sobral, destaca o quanto são importantes as informações repassadas pelos técnicos sobre práticas de silagem, um dos aspectos mais relevantes do encontro. “É importante armazenarmos o que temos, pois o pequeno agricultor nem sempre tem recurso financeiro para buscar alimento fora. A silagem facilita mais, deixa nosso rebanho próximo e com uma alimentação saudável, mais forte e preparada”, afirma sobre as atividades realizadas, tendo como foco a preocupação de garantir que, nos períodos mais secos, em que há perdas na qualidade nutricional dos pastos nativos, o produtor possa contar com reserva de alimentos para manter índices favoráveis de produtividade dos rebanhos.

Cooperação

Para o produtor José Antônio Araújo, morador de Massapê, conhecer essas novas práticas, as quais antes não tinha acesso, vai ajudar no desenvolvimento de suas atividades como criador. “Vi pela primeira vez este capim-massai, que eu não conhecia, e que parece extraordinário para uma silagem em região seca. Estou feliz e quero botar tudo isso em prática para ser bem sucedido na zona rural onde moro e quero continuar a viver”, frisou seu Araújo, que é um dos produtores rurais assistidos, na região Norte do Ceará, pelo projeto Paulo Freire, parceria do Governo do Estado com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), que conta, a partir deste ano, com cooperação da Embrapa para capacitação de técnicos e transferência de tecnologias. “O que vimos hoje aqui é importante para conduzirmos os planos de investimento produtivo, que vão apoiar sistemas de produção familiares no semiárido. É um conhecimento muito apropriado para onde vivemos”, avalia Tiago Gomes, zootecnista que atua no projeto, junto a 16 municípios da região Norte do Ceará.

Tecnologias

Além de agricultores familiares, o Dia de Campo também atraiu produtores de maior porte, como Ivo Garrido Júnior, que cria caprinos da raça Anglo Nubiana para corte em propriedade de 5.540 hectares em Piracuruca (PI). “Produzir no semiárido é muito mais difícil que em outras regiões no país. Por isso, é de suma importância ao produtor, ter acesso às tecnologias, acompanhar o desenvolvimento dessas experiências produzidas pela Embrapa, algumas obtidas após 10 anos de pesquisas e a custo zero”, disse, ao acompanhar o resultado das pesquisas sobre alimentação animal, que também mobilizou gestores públicos como o secretário de Agricultura de Parambu, Wandemberg Costa, que veio acompanhado de três técnicos extensionistas da Prefeitura local.

Embrapa Caprinos e Ovinos, Sobral-CE; Embrapa oferece tecnologia de ponta para o sustento de caprinos e ovinos da região (Foto: Adilson Nobrega).

Programa InovaSocial

Segundo Waldenberg Costa, o evento oferece informações que poderão orientar produtores de Parambu, que tem rebanho de cerca de 70 mil animais, entre ovinos e caprinos, e integra a área de atuação do programa InovaSocial, parceria da Embrapa e BNDES para incentivo ao desenvolvimento rural. “Temos potencial grande em nosso município e, portanto, a necessidade do criador obter informações para melhor criar seus animais, principalmente em período de seca, o mais crítico do ano”, destaca. Já, Domingos Nunes, secretário de Agricultura de Arneiroz, outro município atendido pelo InovaSocial, ressalta a oportunidade de observar uma diversidade de forrageiras que podem ser adaptadas a um contexto local, favorecendo uma transformação na realidade de criadores. “Caprinos e ovinos constituem uma fonte de renda importante no município, juntamente com cultivo de milho e feijão. Precisamos aprimorar essas atividades”, afirma Nunes.

Pesquisas

Na avaliação da equipe da Embrapa, o Dia de Campo proporcionou uma interação produtiva com os participantes, para transmitir orientações que tragam melhorias sobre planejamento e reserva alimentar. “Apresentamos os resultados da produtividade com milho, sorgo, milheto, gramíneas; de consorciação e silagem. São pesquisas conduzidas há mais de 5 anos e sobre as quais hoje podemos dar respostas interessantes para que o produtor garanta uma oferta de alimento aos animais, principalmente em período seco. Esperamos que sejam utilizadas no dia a dia, para facilitar o planejamento e melhorar a produção”, disse Fernando Guedes, pesquisador da área de Melhoramento Genético Vegetal da Embrapa Caprinos e Ovinos.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo whatsApp 88 9 9659-4083.

16:58 · 30.05.2018 / atualizado às 16:59 · 30.05.2018 por
Embrapa Caprinos e Ovinos, Sobral-CE; Dia de Campo apresenta soluções para alimentação de animais no semiárido (Foto: Marcelino Júnior).

Sobral- Produtores rurais, técnicos e outros públicos interessados na caprinocultura e ovinocultura terão nova oportunidade de conhecer e acompanhar soluções para alimentação de animais no semiárido. No dia 6 de junho, a Embrapa Caprinos e Ovinos realizará um dia de campo sobre Segurança Alimentar para os Rebanhos do Semiárido, em Sobral. Aos participantes, serão apresentadas alternativas para o desafio de manter a produtividade de rebanhos em uma região onde, por conta da distribuição irregular de chuvas, o pasto nativo tende a ficar seco e perder nutrientes ao longo do ano.

Alternativas

Para garantir a oferta de alimento ao longo do ano, é necessário contar com alternativas como espécies de plantas forrageiras (que podem ser consumidas pelos animais), adaptadas às condições climáticas do semiárido ou adotar técnicas para reserva e planejamento alimentar. Entre essas espécies com bom potencial para a região estão gramíneas como Andropogon e Uruchloa e outras forrageiras como sorgo, milheto e girassol, cujas variedades testadas pela Embrapa, com boa produtividade em condições semiáridas, serão apresentadas no dia de campo.

Alimento

Os participantes também poderão conferir alternativas como os consórcios de plantio que combinam milho com capim buffel ou com capim massai. Essa estratégia permite diversificar o fornecimento de forragens em diferentes períodos do ano e traz outras vantagens, como o pastejo dos animais após a colheita do milho e a cobertura de solo para o plantio direto da cultura anual, que diminui a erosão. “Vamos mostrar diferentes alternativas de consórcio, para o produtor elencar qual a melhor para alimentação de ovinos em período seco e saber quanto custa produzir”, detalha o zootecnista Roberto Cláudio Pompeu, pesquisador da Embrapa Caprinos e Ovinos.

Durante o dia de campo, serão apresentados dados de experimentos em que 50 ovinos foram colocados em área de um hectare, para permitir essas comparações. Em um destes consórcios (milho com capim-massai), a pesquisa conduzida pela Embrapa indicou que usar estes materiais para uma produção de volumoso na propriedade pode ser 31,35% mais barato para o criador, do que adquirir alimento volumoso no comércio.

Embrapa Caprinos e Ovinos, Sobral-CE; capim massai está entre as alternativas de alimentação animal (Foto: Marcelino Júnior).

Reserva alimentar

Ao longo da visita, também serão dadas informações sobre técnicas e custos de produção de silagem (método de armazenar alimentos para reserva nos períodos mais secos do ano. “Abordaremos os procedimentos para uma boa silagem, os benefícios de ter alimentos conservados e o que vale a pena, em termos de custos, para uma escolha do produtor”, explica o zootecnista Rafael Tonucci, pesquisador da área de Forragicultura e Pastagens.

Além das técnicas para obtenção da reserva, serão detalhadas informações sobre o potencial dessas alternativas de silagem para os animais. “Falaremos sobre indicadores nutricionais e também a respeito de formulação de dietas para caprinos e ovinos em condições de sequeiro”, destaca o médico veterinário Marcos Cláudio Rogério, pesquisador da área de Nutrição Animal

Embrapa Caprinos e Ovinos, Sobral-CE; silagem enriquece a alimentação animal (Foto: Marcelino Júnior).

Ferramentas de planejamento

Duas soluções tecnológicas lançadas em 2017 serão também apresentadas no dia de campo, como ferramentas de assessoramento para a produção agropecuária. São elas: o Serviço de Assessoria Nutricional Remota para Pequenos Ruminantes (AssessoNutri) e o aplicativo de Orçamento Forrageiro para telefones celulares ou tablets. O AssessoNutri permite, por meio da análise de fezes dos animais, estimar recomendações mais precisas de dietas para os rebanhos. Já o aplicativo possibilita aos usuários fazer simulações da disponibilidade de reserva alimentar para os rebanhos em determinados períodos do ano.

Segundo o engenheiro agrônomo Lucas Oliveira, analista da área de Transferência de Tecnologia, a expectativa é de familiarizar o público participante com essas soluções tecnológicas. “Colocaremos em destaque para que o público saiba como acessar o Serviço ou como fazer o download do aplicativo e iniciar simulações”, afirma.

Inscrições

As inscrições para o dia de campo são gratuitas e podem ser feitas de forma presencial, na sede da Embrapa Caprinos e Ovinos (rodovia CE-179, rodovia CE-179, trecho Sobral-Groaíras, km 04). O evento começa às 9 horas. Mais informações pelo e-mail caprinos-e-ovinos.eventos@embrapa.br.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

 

06:15 · 12.05.2017 / atualizado às 06:15 · 12.05.2017 por
Baracho, Sobral-CE- os animais a serem leiloados sairão com atestado zoosanitário (Foto: Marcelino Júnior).

Sobral- A Embrapa Caprinos e Ovinos realizará, no dia 20 deste mês, leilão público de 115 animais de seu rebanho, a partir das 9 horas, em sua sede na Fazenda Três Lagoas (rodovia CE-179, km 04 – trecho Sobral-Groaíras). Serão disponibilizados 23 lotes de animais, entre caprinos e ovinos, todos eles destinados ao abate.

Raças

Entre os animais dos lotes disponíveis estão caprinos das raças Anglo Nubiana (seis fêmeas e dez machos), Canindé (dois machos), Moxotó (dez fêmeas e três machos) e Saanen (treze machos). Os interessados na aquisição de ovinos terão oportunidade de adquirir animais das raças Morada Nova (dezoito fêmeas e dezesseis machos), Santa Inês (dezessete fêmeas) e Somalis (dezoito fêmeas e dois machos).

Preços

Segundo o médico veterinário Alexandre Monteiro, analista da área de transferência de tecnologia da Embrapa Caprinos e Ovinos, os participantes do leilão terão oportunidade de adquirir animais de qualidade, com preço acessível, aptos ao abate. De acordo com ele, “a média de preço do lance inicial no leilão do dia 20 será de R$ 158,00, enquanto outros leilões com animais de porte e condições semelhantes costumam ter lances a partir de R$ 200,00”, ressalta.

Atestado

Alexandre também reforça a segurança, em relação ao aspecto sanitário, dos animais disponíveis à venda. “Todos os animais passarão pela inspeção da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri), sairão com atestado zoosanitário, ou seja, com todo o rigor sanitário exigido por legislação”, destaca o analista.

Pagamentos

Poderá participar do leilão qualquer pessoa física ou jurídica, portadora de documento de identificação (CPF ou CNPJ). Os animais poderão ser pagos à vista (em dinheiro ou cheque), ou mediante pagamento de caução de 20% do valor do lance vencedor, ficando os 80% restantes a serem pagos até o dia 26 deste mês, na sede da Embrapa Caprinos e Ovinos. Os lotes de animais estarão disponíveis para visitação de interessados a partir do dia 17 próximo, na Fazenda Três Lagoas, no horário de funcionamento da Embrapa (7h30 às 16h30).

Mais informações no Edital e no Anexo, disponíveis ao clicar nos links abaixo:

Edital – https://www.embrapa.br/documents/1355090/0/Edital_Leilao_Animais_012017/e1ec756d-69d4-3ee7-6e2c-f2012d67b59b

Anexo – https://www.embrapa.br/documents/1355090/0/Anexo_Edital_Leilao_012017/41a58db5-1b5d-39ae-bd17-e25cdb60f54f

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

15:58 · 01.12.2016 / atualizado às 15:59 · 01.12.2016 por

SONY DSC

Sobral- A Embrapa Caprinos e Ovinos promoverá, no dia 17 de dezembro, a partir das 9 horas, em sua sede na Fazenda Três Lagoas, em Sobral (CE), um leilão público de 78 animais. Serão leiloados caprinos das raças Anglo Nubiana (5 machos e 14 fêmeas), Canindé (4 machos e 3 fêmeas), Saanen (8 fêmeas) e Moxotó (12 machos e 12 fêmeas). Entre os ovinos, há oportunidade de compra de animais das raças Morada Nova (8 machos e 2 fêmeas), Santa Inês (9 machos) e Somalis (1 macho).

Lotes

Todos os animais serão divididos em 13 lotes, com valores que variam de R$ 560,25 a R$ 2.133,60. Os animais destinados ao leilão poderão ser vistos na Fazenda Três Lagoas (rodovia CE-179, km 04 – trecho Sobral-Groaíras), a partir do dia 12 deste mês, no horário de 7h30 às 16h30.

Leilão

Poderá participar do leilão qualquer pessoa física ou jurídica, portadora de CPF ou CNPJ. Os animais serão adquiridos pelo maior preço oferecido. Os arrematados poderão ser pagos a vista, ou mediante caução de 20% sobre o valor do lance vencedor, com os 80% restantes, devendo ser pagos até 23 de dezembro.

Animais

De acordo com a Empresa, os compradores receberão os animais adquiridos na sede da Embrapa Caprinos e Ovinos até o dia 23 deste mês, ficando responsáveis pelas despesas com transportes, remoção e capatazia dos animais ou quaisquer outras questões que vierem a incidir sobre a transação. O edital completo e o anexo com os detalhes sobre os lotes de animais podem ser conferidos clicando nos links abaixo:

Edital

https://www.embrapa.br/documents/1355090/0/Edital_Leilao_1712/1d4e9e8f-0850-401e-9a2f-82fcb0729b6c?version=1.0

Anexo – lotes de animais

https://www.embrapa.br/documents/1355090/0/Anexo_Edital_1712/8abba4fa-5efa-4db8-8740-bb0f4097282b?version=1.0

Colabore com o Blog Zona Norte pelo whatsApp 88 9 9659-4083.

15:06 · 23.09.2016 / atualizado às 15:10 · 23.09.2016 por
(Fotos: divulgação/ Embrapa-Sobral)

Sobral-  Nesta sexta-feira, 23, em visita à Embrapa Caprinos e Ovinos, um grupo de estudantes de nível superior e médio conheceu as vantagens do Sistema Agrossilvipastoril na convivência com o semiárido, em especial no uso racional dos recursos hídricos. O Sistema, que é baseado no conceito de integração lavoura-pecuária-floresta, adaptado para o bioma Caatinga, permite aos produtores rurais um modelo para combinar a criação de animais, a atividade agrícola e a exploração sustentável da vegetação local.

Em campo

O grupo visitou o sistema na Fazenda Crioula, campo experimental da Embrapa Caprinos e Ovinos, em atividade da programação da III Semana da Irrigação, promovida pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE) – campus Sobral. A visita foi conduzida pelo zootecnista Éden Fernandes, analista da Área de Transferência de Tecnologia da Embrapa Caprinos e Ovinos, que apresentou o Sistema Agrossilvipastoril, uma adaptação para o semiárido da proposta de sistemas agroflorestais. Na área de oito hectares, combina-se a criação de animais, a produção agrícola de culturas locais e a exploração sustentável da mata nativa, com espécies características como catingueira e pau branco.

Vantagens

Durante a visita, o zootecnista  destacou que o Agrossilvipastoril “traz como vantagens a manutenção da cobertura de folhas para o solo, favorecendo o aporte de material orgânico e uma melhor retenção de água; a preservação das matas ciliares, reduzindo os efeitos da erosão; o cultivo de plantas como gliricídea e leucena que são produtivas em períodos secos, garantindo reservas alimentares para os animais”, ressaltou.

A atividade contou com estudantes dos cursos de Irrigação e Drenagem do IFCE, de Zootecnia da Universidade Estadual Vale do Acaraú e do curso de Agronegócio (nível médio) da Escola Estadual de Educação Profissional Francisca Neylita Carneiro de Albuquerque. “Interessante perceber como esse sistema contribui com a preservação da água e da mata nativa. É uma boa referência para os produtores rurais”, avaliou Mikael Nascimento, aluno do curso de Irrigação do IFCE. “Foi interessante visitar e conhecer essas relações da água e solo. Não conhecia essa experiência”, afirmou Laylla Morais, estudante da Escola Francisca Neylita Carneiro de Albuquerque.
Para o professor Luís Gonzaga Pinheiro, do IFCE, a atividade foi relevante para que os estudantes tenham novas visões e uma formação que contemple realidades mais complexas. “Muitos deles ainda não conheciam outros sistemas de produção e essas visitas podem ser uma forma de despertar para essas realidades e colocar conhecimentos em prática”, ressaltou ele.

SONY DSC
Fotos: divulgação/ Embrapa -Sobral

Experiência local

Além da visita ao Sistema Agrossilvipastoril, o grupo também foi à comunidade Pé de Serra-Cedro, em Sobral, conhecer experiências locais de captação da água de chuva e uso de recursos hídricos de agricultores locais. A comunidade integra o projeto Sustentare, da Embrapa, voltado para o fortalecimento da agricultura familiar, com foco na autonomia dos produtores e na construção social de mercados para os produtos agropecuários.

Sistema Agrossilvipastoril

O modelo do Sistema Agrossilvipastoril na Embrapa Caprinos e Ovinos é uma tecnologia voltada para fixar a atividade agropecuária no semiárido brasileiro, reduzindo práticas danosas à sustentabilidade ambiental, como o desmatamento e as queimadas. O Sistema é uma alternativa que permite, ao produtor rural, explorar, de forma integrada, as atividades de produção pecuária, agrícola e da exploração dos recursos da vegetação da Caatinga. Com isso, gera-se a expectativa de aumento da produtividade das propriedades e um potencial de melhoria da renda familiar.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo whatsApp 88 9 9659-4083.

10:52 · 01.03.2016 / atualizado às 10:59 · 01.03.2016 por
Embrapa Ovinos e Caprinos, Sobral-CE; 77 animais serão colocados à venda (Foto: Embrapa).
Embrapa Ovinos e Caprinos, Sobral-CE; 77 animais serão colocados à venda (Foto: Embrapa).

A Embrapa Caprinos e Ovinos promoverá leilão de ovinos do seu rebanho, no dia 12 de março, às 9 horas, em sua sede, na Fazenda Três Lagoas (CE 179, trecho Sobral-Groaíras, km 04). Serão colocados à venda 77 animais, todos aptos para abate, das raças Santa Inês (29 carneiros adultos, 10 carneiros jovens, 15 ovelhas adultas e 5 ovelhas jovens), Morada Nova (6 carneiros adultos e 6 ovelhas, entre jovens e adultas) e Somalis (6 ovelhas adultas). Os animais estão divididos em 15 lotes, cujas descrições e estimativas de preços podem ser conferidas no anexo do Edital 01/2016.

Participação

Poderá participar do leilão qualquer pessoa física ou jurídica, portadora de CPF ou CNPJ. Os animais arrematados poderão ser pagos à vista, em dinheiro ou cheque no momento da compra, ou mediante o pagamento de caução de 20% sobre o valor do lance vencedor – neste caso, os 80% restantes deverão ser pagos até o dia 18 de março, junto ao Setor de Gestão Orçamentária e Financeira, na sede da Embrapa Caprinos e Ovinos.

De acordo com Orlando Franca, assistente de Campos Experimentais, “acreditamos que este leilão terá um bom resultado, pois no último tivemos boas vendas, superando as expectativas”, afirmou.

17082009482

Vistoria dos animais

Os interessados que desejarem ver os animais antes do leilão poderão visitar os lotes na Embrapa Caprinos e Ovinos, a partir do dia 9 de março, no horário de 7h30 às 16h30. Mais informações sobre o leilão podem ser obtidas pelo Edital 01/2016, ou junto à Embrapa, nos seguintes contatos: Edilson Mendes – (88) 3112.7419, Orlando Franca – (88) 3112.7533, Setor de Gestão de Patrimônio e Suprimentos – (88) 3112.7804/7454.

 

Serviço

Leilão de Ovinos (Embrapa)

Local: Fazenda Três Lagoas (CE 179, trecho Sobral-Groaíras, km 04)

Data: 12 de março

Horário: às 9h

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.