Busca

Tag: Itapajé


15:06 · 08.06.2018 / atualizado às 15:22 · 08.06.2018 por
Escola Patronato São José, Itapajé-CE; por meio de nota, a direção da instituição diz apoiar a vítima e seus familiares, além de apurar sobre o caso internamente, e contribuindo com as investigações policiais (Foto: Evelyn Ferreira).

Itapajé- Seguem presos, na Cadeia Pública de Itapajé, na região Norte do Estado, os dois zeladores acusados de violentar sexualmente um menino de seis anos, dentro da escola onde a criança estuda. O caso chamou a atenção de pais e moradores de Itapajé, quando os dois acusados foram presos, nessa terça (5) e quarta-feira (6), suspeitos do crime. De acordo com as investigações da Polícia Civil, o menino foi vítima por quatro vezes: no início de uma aula, na hora do recreio e mais uma vez, no fim da aula. O crime foi descoberto no dia 29 de maio, quando a vítima, ao chegar da escola, reclamou à mãe que sentia fortes dores, omitindo o que havia ocorrido com ele.

Conselho Tutelar

Preocupada, a mãe passou a sentir uma repentina mudança de comportamento do filho, e o questionou com cuidado, mostrando a ele que poderia confiar nela e contar o que ocorria. “Ele me abraçou nesse momento e começou a chorar. Eu disse que ele não precisava voltar pra escolar se fosse o caso, aí ele começou a me relatar o que aconteceu, que o tio do colégio tinha feito uma coisa errada com ele”, relata a mãe, que acionou o Conselho Tutelar de Itapajé. Lá, a vítima foi ouvida e a mãe. Segundo Nalygia Bastos, conselheira tutelar que atendeu a ocorrência, “o B.O. foi feito na delegacia, e lá, tivemos o conhecimento que um dos acusados já tinha passagem por um crime de natureza sexual, ao mostrar sua genitália em público. Ao ouvir a direção, soubemos que esse fato era de  conhecimento deles. Queremos saber quais os critérios usados para a contratação de funcionários, ainda mais, com o perfil de um possível abusador. Em um segundo momento deveremos conversar com a direção e o Conselho de Pais da escola”, disse a conselheira.

Apoio

De acordo com o advogado Jarbas Alves, contratado pela família da criança, que estuda na Escola Patronato São José, de Educação Infantil e Ensinos Fundamental e Médio, “aguardamos agora que a Polícia inicie o inquérito,  e  que seja encaminhado à Justiça. Pretendo agir, mais à frente, como assistente da acusação, na esfera penal. O caso poderá exigir, ainda, Ação Judicial, na esfera cível, além dos procedimentos que sejam necessários”, explicou Jarbas Alves.

Cadeia Pública de Itapajé-CE; após serem ouvidos na Delegacia Civil de Itapajé, os dois acusados foram levados à Cadeia Pública do município, onde seguem presos, à disposição da Justiça (Foto: Evelyn Ferreira).

 

Suspeita

O caso foi recebido pela direção da escola com surpresa, já que “nunca houve reclamação de pais ou funcionários em relação a abusos dessa natureza”, afirma o diretor, padre Francisco Marques. Após a repercussão, medidas têm sido tomadas, garante a direção. ” Já convocamos os pais para uma assembleia, ampliamos câmeras de segurança, dentro da escola, além da contratação de segurança interna, como um conjunto de medidas adotadas, juntamente com os pais”, pontua o diretor.

Investigação

Segundo o delegado André Firmino, à frente da Delegacia Civil de Itapajé e das investigações. “Nós confirmamos, até agora, esse caso dentro da escola. Lógico que ao iniciar as investigações novos elementos sempre surgem. Não descartamos a possibilidade de novas vítimas, mas temos que agir com muita cautela. Um dos acusados relata sua participação, com detalhes, mas depois se contradiz. Daí, apurarmos os fatos com muita tranquilidade. Esperamos ter mais respostas a todas as perguntas nos próximos dias. Estamos, nesse primeiro momento, trabalhando com as famílias, mas ainda não ouvimos a direção da escola, a investigação continua”, finaliza.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4093.

17:00 · 11.04.2018 / atualizado às 17:00 · 11.04.2018 por
Delegacia de Polícia Civil,Itapajé-CE; Márcio da Silva Maciel foi preso em Baturité (Foto: divulgação).

Itapajé- Desencadeada pela Polícia Civil do Ceará, na cidade de Itapajé, na última sexta-feira (6), a Operação Silêncio dos Inocentes, que investiga casos de estupro de vulnerável no município da região Norte, avança com a prisão de mais três acusados. Márcio da Silva Maciel, preso em Baturité, assim como Leone Cruz de Aquino, preso na zona rural de Itapajé, e Erisvaldo Soares Souza, localizado pela Polícia, no Rio de Janeiro. Esse último aguarda ser transferido para o Ceará. Além dos três homens, outras quatro pessoas já foram indiciadas, e mais duas aguardam posicionamento da Justiça para terem decretada a prisão preventiva.

Investigação

A investigação, de cerca de dois meses, resultou na prisão em flagrante do ex-secretário de Ação Social, Francisco Raimundo Martins de Lima (63), que exerceu o cargo entre os anos de nos anos de 2013 e 2016. O acusado foi preso em flagrante pelos estupros continuados de duas irmãs menores, segundo a Polícia Civil. Uma de seis e a outra de treze anos, que tiveram suas identidades preservadas. O ex- secretário havia confessado o crime, em depoimento gravado pelo delegado André Firmino, titular da Civil de Itapajé. Por meio de Habeas Corpus, o acusado deixou a cela da Cadeia Pública da cidade.

Leone Cruz de Aquino segue preso, na Cadeia Pública de Itapajé (Foto: Divulgação)

Caso

De acordo com as investigações, a mãe das duas vítimas perdeu a casa onde morava, há cerca de dois anos, quando aceitou a aproximação do ex-secretário Francisco Firmino, conhecido como Dim, pela comunidade. Nesse período, o suspeito ajudava financeiramente a família, segundo depoimento da mãe que, com o tempo passou a desconfiar das reais intenções do acusado. “Eu achava que ele ajuda por ser bom, mas ele é um monstro. Eu não imaginava. Eu quero justiça. A menina não quer comer, ir à escola ou sair de casa. Ela está acabada”, relatou em depoimento.

Operação

De acordo com André Firmino, todas as pessoas investigadas na Operação Silêncio dos Inocentes têm, em comum, o parentesco com as vítimas, como primos; relação com as mães, como padrastos e alguma ligação com a família, como amigos próximos. “ No que concerne aos presos, falta que seja relatado o inquérito, para que o Ministério Público ofereça denúncia, pois está clara a materialidade dos quatro, quanto aos abusos. Os indiciados também responderão pelo mesmo tipo de crime, o estupro de vulnerável”, explicou.

Preso pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, Erisvaldo Soares Souza aguarda ser transferido para o Ceará (Foto Divulgação).

Liberdade

O ex-secretário de Ação Social foi posto em liberdade velando-se de uma Audiência de Custódia, que trata da apresentação do autuado, preso em flagrante delito, perante um juiz, permitindo ao mesmo, o contato pessoal, de modo a assegurar o respeito aos direitos fundamentais da pessoa submetida à prisão. Ainda, segundo o delegado André Firmino, ” as investigações continuam, pois ainda temos outras pessoas a ouvir nas oitivas. É importante que a sociedade colabore com as investigações. Isso pode ser feito até por meio de whatsapp, com atendimento 24 horas, no número 88 99970-6446”, informou.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

10:42 · 07.04.2018 / atualizado às 10:51 · 07.04.2018 por
Itapipoca-CE; ex-secretário de Ação Social de Itapajé, Francisco Raimundo Martins de Lima, confessou o crime ao ser preso, segundo a Polícia Civil (Foto: divulgação).

Itapajé- Desencadeada pela Polícia Civil do Ceará, na cidade de Itapajé, a investigação de cerca de dois meses resultou na prisão em flagrante, nessa sexta-feira (6), do ex-secretário de Ação Social do município, Francisco Raimundo Martins de Lima (63), que exerceu o cargo entre os anos de 2013 e 2016. O acusado foi preso em flagrante pelos estupros continuados de duas irmãs menores, segundo a Polícia. Uma de seis e a outra de treze anos, que tiveram suas identidades preservadas.

Investigações

De acordo com as investigações, os abusos contra a menor de 13 anos iniciaram há cerca de dois anos. A outra irmã, passou a ser vítima de abusos há cerca de um ano. “O ex-secretário mantinha controle sobre a família por meio do pagamento de contas como água, luz e aluguel, assim como teria tomado a frente nas compras de alimentos para a família”, constatou André Firmino, delegado titular de Itapajé.

Operação

Ainda, segundo André Firmino, o ex-secretário foi preso em flagrante, foi ouvido e confessou toda a prática. “Esta prisão é o estopim de uma operação nossa, visando combater esse tipo de modalidade criminosa. Com a prisão dele, foi deflagrada a Operação Silêncio dos Inocentes”, explicou o delegado, afirmando, ainda, que as vítimas já estão sendo ouvidas.

Outras vítimas

As investigações sobre o caso continuam, por haver indícios de um número maior de vítimas do acusado. “Esperamos que, com essa prisão, as vítimas nos procurem na Delegacia para possíveis novas denúncias. O crime de estupro tornou-se comum, onde criminosos se valem da influência e do poder aquisitivo que possuem para dominar as famílias das vítimas, para cometer os abusos. É importante que a sociedade colabore com as investigações. Para tanto, temos o canal de denúncias via whatsapp, 24 horas: 88 99970-6446”, informou.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

11:52 · 04.01.2018 / atualizado às 11:52 · 04.01.2018 por

Itapajé- O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Itapajé, na região Norte, propôs Ação Civil Pública (ACP) Inibitória combinada com pedido de antecipação de tutela contra o município, representado pelo prefeito Raimundo Dimas Araújo Cruz. O motivo foi o atraso no pagamento do salário dos servidores municipais. Na petição inicial, a promotora de Justiça Valeska Catunda Bastos informa que, no dia 18 de dezembro, diversos servidores compareceram à sede da Promotoria e, por meio de um termo de declarações assinado por diversos servidores efetivos, informaram que nenhum servidor havia recebido o salário do mês de novembro e que não havia previsão do pagamento. A ação do MP foi ajuizada no dia 19 de dezembro

Atraso

Além da situação dos servidores, havia informações nas redes sociais de que os terceirizados estariam com atraso no pagamento de, aproximadamente, três meses, mas a Promotoria não havia recebido qualquer denúncia formal sobre este caso. O MPCE, então, questionou o município, por meio de ofício, sobre o pagamento dos salários dos funcionários terceirizados. Em resposta, o gestor confirmou o atraso no pagamento do salário dos terceirizados, alegando inúmeras dificuldades econômicas, que seriam reflexo do desequilíbrio entre as muitas atribuições dos municípios e os poucos recursos oriundos da União.

Sem previsão

O município possui 1.800 servidores, com cerca de 60% efetivados. O ofício encaminhado pela administração municipal informa, inclusive, que o pagamento do mês de outubro ocorreu no dia 12 de dezembro, mas, apesar de afirmar que estaria se organizando para pagar os salários atrasados, a Prefeitura não deu uma previsão de quando isso deveria ocorrer. “Diga-se que a mora no pagamento dos vencimentos dos servidores públicos não encontra justificativa, uma vez que o município vem percebendo normalmente os repasses que lhe cabem constitucionalmente”, expõe a representante do MPCE na petição inicial.

Repasse

Demonstrativos de distribuição de repasses no Portal do Banco do Brasil mostram que no mês de dezembro foram creditados junto ao município de Itapajé a importância de R$ 3.719.979. Ainda, segundo a promotora, “a conduta irregular está causando, também, sério dano à economia local, pois o comércio está em desequilíbrio pela falta de pagamento das dívidas feitas pelos servidores, além disso, em pouco tempo, como consequência natural dos fatos, ferirá o princípio da continuidade do serviço público, uma vez que serviços essenciais como educação e limpeza paralisarão”, ressalta Valeska Catunda Bastos.

Pagamento

Diante de todas essas questões, a promotora de Justiça requer que o município pague, no prazo de 48 horas da decisão judicial, todos os vencimentos atrasados de seus servidores, comprovando tal fato, no mesmo prazo, sob pena de multa diária no valor de R$ 10.000; penalidade que deve incidir sobre o patrimônio pessoal do prefeito, sem prejuízo do possível cometimento de crime de desobediência. Além disso, para prevenir novos atrasos, ela solicita que seja fixada multa diária no valor de R$ 10.000, a ser imputada ao prefeito, caso não sejam pagos, a partir da decisão, todos os servidores de Itapajé, até o 5º dia útil de cada mês posterior referente ao mês trabalhado.

Sem recursos

De acordo com o prefeito Raimundo Dimas, “o município ainda não foi notificado pelo Ministério Público sobre o ajuizamento de nenhuma ação referente ao atraso de pagamento dos servidores. Eu soube dessa informação pelas redes sociais. Mas digo que, a exemplo da maioria dos municípios brasileiros, Itapajé não tem recursos para pagar integralmente seus servidores. Mas, dentro de um planejamento, já pagamos a primeira parcela do 13º em julho e a segunda em novembro. Por conta dos repasses suprimidos do governo federal, estamos passando por esse sufoco financeiro. Em relação aos pagamentos, concluímos outubro, e trabalhamos agora para pagar parte de novembro, mas ainda sem data prevista. Teríamos que pagar dezembro, até essa sexta-feira (5), mas não temos recursos”, afirma o prefeito, que aguarda a notificação da Justiça.

Bloqueio

Caso as multas não sejam suficientes para o cumprimento das obrigações requeridas, persistindo a inadimplência dos vencimentos dos servidores por mais de dez dias, Valeska Catunda Bastos requer que seja determinado o bloqueio de 60% das transferências constitucionais (Fundo de Participação dos Municípios, Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, Imposto Territorial Rural, Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, Imposto sobre Operações Financeiras e Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), “valores que devem ficar destinados exclusivamente ao pagamento dos servidores municipais”, ressalta a promotora.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

21:38 · 25.08.2017 / atualizado às 21:38 · 25.08.2017 por
Itapajé-CE; equipe da Adece analisa potencial gastronômico de Itapajé (Foto: Adece)..

Itapajé Uma equipe liderada pela presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Nicolle Barbosa, esteve no município de Itapajé, no Norte do Estado, com o intuito elaborar estratégias para promover a região a partir da potencialização das atividades produtivas locais. A equipe foi recebida pelo prefeito Dimas Cruz.

Potencial

De acordo com Nicolle Barbosa, da Adece, “iniciamos uma conversa com Itapajé a partir de uma visita realizada pelo prefeito à Adece, onde ele solicitava a prospecção de uma indústria para gerar empregos. A partir daí, começamos a fazer um trabalho de resgate sobre o que o município tem e o que podemos fazer para potencializar a economia”, disse e reforçou, “percebemos que a banana é um fruto tradicional do agronegócio local. Queremos promover o desenvolvimento econômico a partir da produção de derivados desse produto. A ideia é fazer um projeto piloto e replicar em outros municípios para gerar emprego e renda”, explicou.

Gastronomia

Para dar início ao projeto, a presidente da Adece visitou galpões apropriados para receberem empreendedores e conheceu de perto a produção local. Conforme Nicolle, a ideia é reuni-los em regime de cooperação e prestar assistência técnica com o intuito de gerar padronização de sabor e de qualidade. O diretor de Agronegócio da Adece, Sílvio Carlos Ribeiro, destaca a localização estratégica favorável de Itapajé para a região Norte. “Nesse momento buscamos iniciativas inteligentes e oportunidades. Itapajé tem uma localização geográfica capaz de promover o município, atraindo negócios voltados à gastronomia local”, destacou.

Análise

Convidado pela Adece, o chef e pesquisador sobre insumos do Ceará, Fernando Barroso, avaliou o potencial gastronômico local de forma positiva. “Nessa primeira visita vi pérolas maravilhosas. A linguiça e a paçoca são patrimônios do município, assim como os doces a partir da banana, um fruto regionalmente estabelecido. O que nos resta é expor essas lendas e histórias. Os produtos se vendem melhor quando se cria as histórias” avaliou.

Até a primeira quinzena de setembro deste ano serão levantados o total de produtores locais, bem como a quantidade dos produtos fabricados no município. No mesmo período, uma nova reunião entre Adece, Prefeitura, Sebrae e Senac será realizada para dar início ao projeto.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

 

 

08:51 · 21.03.2017 / atualizado às 08:51 · 21.03.2017 por

Itapajé- Reduzir as filas de espera por atendimento de algumas especialidades médicas em municípios do Vale do Curu. Essa é a ideia do novo presidente do Consórcio Público de Saúde Interfederativo da região (Cisvale), o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Cláudio Pinho. O tema foi discutido durante a Assembleia Geral da entidade, realizada na semana passada, com a presença dos prefeitos de Itapajé, General Sampaio, Paraipaba, Paracuru e São Luiz do Curu.

Interação

A proposta é levar profissionais de saúde, mensalmente, para um dos dez municípios integrantes do Cisvale com o objetivo de, gradualmente, ir reduzindo a demanda reprimida por saúde, existente. Durante a reunião, a iniciativa recebeu a aprovação dos membros da nova diretoria. De acordo com Cláudio Pinho, presidente do Cisvale, “agora, o próximo passo é realizar um estudo de viabilidade técnica e financeira para a implantação do projeto, que certamente beneficiará todos os municípios parceiros”, disse.

Cisvale

O Consórcio Público de Saúde Interfederativo do Vale do Curu – Cisvale, é composto por dez municípios da região cearense, que são: Apuiarés, Caucaia, Itapajé, General Sampaio, Paraipaba, Paracuru, Pentecoste, São Gonçalo do Amarante, São Luis do Curu e Tejuçuoca.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo whatsApp 88 9 9659-4083.

14:42 · 21.12.2016 / atualizado às 14:42 · 21.12.2016 por

Itapajé- Com a presença do Vice-Reitor da Universidade Federal do Ceará, Prof. Custódio Almeida, foi assinada, nessa segunda, 19, a ordem de serviço para urbanização e pavimentação da nova unidade acadêmica da UFC, a ser instalada no município de Itapajé, na zona norte do Estado, distante 130 km de Fortaleza. A solenidade ocorreu na futura sede da unidade, no bairro Jardim de Anita.

Empenho

O Ministério da Educação (MEC) já assegurou R$ 15 milhões por meio de verba de emenda parlamentar. De acordo com o vice-reitor,“desse total, já foram empenhados R$ 5,5 milhões. Foi cercado o entorno do campus e, agora, empenhamos a conclusão dos dois blocos existentes e a pavimentação em torno desses blocos”, disse.

Cursos

O Prof. Custódio Almeida acrescentou que “está em curso a licitação para concluir o teatro, e faltam nove blocos, onde serão instalados laboratórios, salas de aula, alojamentos e gabinetes”. Está , ainda, a implantação de 10 cursos de licenciatura na unidade acadêmica da UFC em Itapajé: Teatro, Biologia, Física, Geografia, História, Letras/Português, Matemática, Pedagogia, Química e Licenciatura Intercultural Indígena.

Vagas

Sobre a oferta de vagas pela nova unidade, o vice-reitor esclareceu que será possível, “desde que o MEC libere a contratação de docentes e técnicos”, enfatiza. A intenção é disponibilizar as vagas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do primeiro semestre de 2018.1, para candidatos que fizerem o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em 2017.

Estiveram presentes na solenidade, entre outras autoridades, o prefeito de Itapajé, Kelsey Forte; o prefeito eleito, Dimas Cruz; e o deputado federal Danilo Forte (PSB), responsável pela emenda parlamentar.

Doação

A área que receberá a unidade da UFC em Itapajé foi doada à Universidade em janeiro de 2014 pela família do empresário José Maria de Sousa Melo, já falecido. Conhecida como Jardim de Anita, foi criada como uma homenagem à esposa do empresário, Anita Inará, também falecida.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo whatsApp 88 9 9659-4083.

17:13 · 27.09.2016 / atualizado às 17:13 · 27.09.2016 por

Itapajé- Em continuidade à Operação “Pedra do Frade”, o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio dos promotores de Justiça da Comarca de Itapajé, no Norte do Estado,  Valeska Catunda e Rodrigo Manso, denunciou o prefeito já afastado, Ciro Mesquita da Silva, o vereador e ex-presidente da Câmara daquele município, Idervaldo Rodrigues, e outros cinco agentes públicos, por diversos crimes contra a administração pública municipal.

Processos

Os agentes públicos estão sendo processados por envolvimento em fraude de processo legislativo, em 2013, quando o vereador era presidente da Câmara Municipal de Itapajé. À época, um projeto de lei foi alterado para autorizar a locação de um galpão onde foi instalada uma indústria de calçados. O TCM fiscalizou o galpão e apontou, em relatório, dotação orçamentária insuficiente para a despesa, projeto básico deficiente, falhas no orçamento básico, indícios de inexecução do objeto no período contratado e não cumprimento das exigências do edital para pagamento das despesas.

Prisão

No início do mês de julho, a operação, coordenada pela Procuradoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP), desencadeou na prisão do prefeito e do vereador. A partir daí, o órgão compartilhou as provas, por meio de autorização judicial, com a 2ª Promotoria de Justiça de Itapajé, a fim de possibilitar o ingresso de uma ação por improbidade administrativa devido a inúmeros ilícitos investigados.

Irregularidades

Também estão sendo averiguadas irregularidades na licitação para reforma do local. A primeira fase da operação “Pedra do Frade”, por meio da quebra de sigilos bancário e fiscal dos investigados, revelou graves indícios de participação em esquema de apropriação de recursos públicos e lavagem de dinheiro, além de crimes contra a ordem tributária.

Condenação

O gestor e o legislador municipais, já envolvidos em crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistema de informação, fraude em procedimento licitatório, extravio de documentos e peculato, segundo o MPCE, responderão também por diversos atos de improbidade, entre eles enriquecimento ilícito próprio ou de terceiros e violação a diversos princípios da administração pública.

O Ministério Público requereu a condenação dos envolvidos e a aplicação de diversas sanções, tais como perda do cargo público, cassação dos direitos políticos pelo período de oito anos (inelegibilidade), proibição de contratar com a Administração Pública, ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos de Itapajé, dentre outros.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo WhatsApp 88 9 9659-4083.

16:40 · 05.09.2016 / atualizado às 16:40 · 05.09.2016 por
(Foto: Ariel Gomes e Carlos Gibaja / Governo do Ceará).
Com capacidade para atender até 540 estudantes, em tempo integral, das 7 às 17h, a Escola Profissionalizante Adriano Nobre teve investimento de R$ 9,3 milhões (Foto: Ariel Gomes e Carlos Gibaja / Governo do Ceará).

Itapajé: Na manhã desta segunda-feira, 5, cerca de 800 alunos da rede pública estadual de Itapajé, na região Norte do Ceará comemoraram a inauguração da sede da Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Adriano Nobre, que ganhou uma nova estrutura. “É um orgulho, uma emoção ver essa alegria nos olhos de cada jovem. Saber que eles valorizam a educação. É muito contagiante sentir essa energia”, destacou o governador Camilo Santana, durante o evento.

Investimento

Com capacidade para atender até 540 estudantes, em tempo integral, das 7 às 17h, e investimento de R$ 9,3 milhões, a EEEP Adriano Nobre já ofertava os cursos de Administração, Comércio, Contabilidade, Informática e Finanças. A Instituição ficou bastante conhecida por ser a mais bem colocada no Ceará nos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio de 2014. Com as mudanças, a nova sede foi distribuída em 5,5 mil metros quadrados, com 12 salas de aula, auditório, biblioteca, bloco pedagógico-administrativo, laboratórios específicos para os cursos técnicos oferecidos, além dos de Línguas, Informática, Ciências e Matemática.

Estrutura

O estudante Alisson Rocha, de 17 anos, aluno do terceiro ano de Contabilidade da EEEP Adriano Nobre, não escondeu a satisfação quanto a instalação da nova escola. “Antes, estudávamos em uma escola sem tanta estrutura para os cursos oferecidos no ensino profissionalizante. Agora, temos uma escola padrão, fornecendo um melhor aprendizado, mais conforto e segurança para conseguir conquistar os nossos sonhos”, afirmou o estudante.

De acordo com a diretora da escola, Silvandira Mesquita, “oferecemos disciplinas da base comum, ou seja, previstas no currículo do Ensino Médio, e as disciplinas relacionadas com cada um dos cursos técnicos desenvolvidos nas escolas. Isso, por si só, já é um diferencial. E trazer esse novo conceito, atrelado a uma estrutura, que não deixa a desejar a qualquer escola particular, nos dá mais disposição para ensinar com qualidade e de forma mais crítica”.

Escolas Profissionais do Ceará

As Escolas Profissionais foram implementadas com a finalidade de integrar o Ensino Médio à Educação Profissional, dando oportunidade aos jovens de complementarem seus estudos, além de promover a formação para o mundo do trabalho. A rede oferta 53 cursos técnicos para 90 municípios cearenses. Em todo o Estado são 48 mil jovens atendidos nas 115 Escolas Profissionais em funcionamento.

Além da ampliação do currículo, as escolas incluem também a parte diversificada com conteúdos voltados para o Desenvolvimento Pessoal e Social, Contexto das Relações do Trabalho, conteúdos de Empreendedorismo, metodologia da Aprendizagem Cooperativa no horário de estudo, entre outros.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo whatsApp 88 9 9659-4083.

20:39 · 05.08.2016 / atualizado às 23:01 · 05.08.2016 por

IMG_0640

Itapajé- A Polícia Militar apreendeu hoje, sexta-feira, 5, cerca de 15kg de explosivos, divididos em quatro granadas, na localidade de Três Olhos D’Água, zona rural de Itapajé, na região Norte do Estado. A apreensão só foi possível por conta de denúncia anônima. De acordo com informações de policiais que atenderam a ocorrência, “o material, acomodado em um buraco, foi encontrado por um agricultor, que nos informou”.

Os explosivos, levados ao destacamento da PM, naquele município, serão encaminhados à Delegacia Municipal da cidade. De acordo com o tenente Everardo Bezerra, “não sabemos ainda o paradeiro dos responsáveis pelo material encontrado, mas suspeitamos que os explosivos seriam utilizados para ataques a bancos da cidade”, disse.

Colabore com o Blog Zona Norte pelo whatsApp 88 9 9659-4083.